TURISMO RURAL E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL: PROBLEMAS, PREMISSAS E PERSPECTIVAS TEÓRICAS

  • Anderson Alves Santos IFMG - Campus Formiga
  • Valderí de Castro Alcântara UFV - Campus de Rio Paranaíba
  • Edson Arlindo Silva Universidade Federal de Viçosa - UFV
Palavras-chave: Turismo Rural, Desenvolvimento Sustentável, APL

Resumo

Este artigo se pressupõe a promover um breve levantamento sobre a importância do Turismo Rural e como ele alavanca o desenvolvimento local, desde que seja bem planejado e que os atores locais onde esta atividade seja utilizada tenham consciência da sua importância, bem como da importância da preservação cultural e ambiental como forma de se manter a atividade turística aliada aos afazeres rurais, incrementando a arrecadação financeira da propriedade, sem com isso provocar o niilismo das tradições do locus, mantendo a fixação do homem em seu local de origem. Os arranjos produtivos locais, territórios produtivos e clusters serão mencionados como forma de melhorar a compreensão da questão sobre o turismo rural, suas propriedades e sobre a importância de se respeitar o continuum de um território e de se manter a cooperação entre os pares inseridos no mesmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Alves Santos, IFMG - Campus Formiga
Bacharel em Turismo (1999). Pós-graduado em Marketing, pela Faculdade de Ciências Econômicas de Divinópolis (2001). Mestre em Administração, pela Universidade Federal de Lavras (2004). Doutorando em Ciências Florestais pela Universidade Federal de Lavras; linha de pesquisa : Manejo e Legislação Ambiental. Tem conhecimento na área de Gestão e Planejamento de Turismo; e em meio ambiente. Professor no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus Formiga.
Valderí de Castro Alcântara, UFV - Campus de Rio Paranaíba
Graduando do curso de Administração pela Universidade Federal de Viçosa - Campus de Rio Paranaíba. Atuou como monitor das disciplinas Cálculo I, Iniciação à Estatística, Sociologia Geral e Estatística Econômica e Empresarial e foi bolsista pelo Programa de Bolsas Institucionais de Extensão Universitária (PIBEX). Atualmente é Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).
Edson Arlindo Silva, Universidade Federal de Viçosa - UFV
Possui graduação em Administração pela Universidade Federal de Viçosa (2001), mestrado em Extensão Rural - Departamento de Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa (2005) e doutorado em Administração pela Universidade Federal de Lavras (2009). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Pública em interface com os seguintes temas: gestão social; desenvolvimento sustentável e institucionalismo.

Referências

AGUDELO, H. Integração, regionalização e globalização. UEM, Maringá, Mimeo. 1997.
CAVACO, C. Turismo rural e desenvolvimento local: turismo e geografia. São Paulo:
Hucitec, 2001.
CORIOLANO, L. N. M. T. Turismo sustentável: uma nova proposta de planejamento
turístico. In: FIGUEIREDO, S. L. (org.) O Ecoturismo e a questão ambiental na
Amazônia. Belém: UFPA/NAEA, 1999.
ETGES, V. E. Turismo rural: uma alternativa de desenvolvimento para comunidades rurais.
In: CRUZ, L. C. (org.) Da cidade ao campo: a diversidade do saber – fazer turístico.
Fortaleza: UECE, 1998.
FIGUEIREDO, S. L. Ecoturismo, festas e rituais na Amazônia. Belém: NAEA/UFPA,
1999.
GALLERO, A. L. Los establecimientos rurales en el turismo Del Uruguay. In: CRUZ, L. C.
(org.) Da cidade ao campo: a diversidade do saber –fazer turístico. Fortaleza: UECE,
1998.
IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: http://www.ibge.gov.br.
Acesso em: 20 de Dez. de 2010.
KOTLER, P. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle.
In: BANDUCCI JR, A.; BARRETO, M.(orgs.) Turismo e identidade local: uma visão
antropológica. Campinas; Papirus.
MENDONÇA, M. C. A.; BATALHA, M. O.; SANTOS, A. C. Turismo no espaço rural:
debate e tendência. Revista de Administração da UFLA, Lavras, v.4,n.1,p.23, jan./jun.
2002.
OLIVEIRA, E. R.; MOURA FILHO, J. A. Desenvolvimento local e sustentabilidade:
cidadania em construção. Revista de Administração da UFLA, Lavras, v.4, n.1, p. 23,
jan./jun.2002.
PORTER, M. E. Cluster e a nova competição econômica. Belo Horizonte: McKinsey &
Company, 1998.
SANTOS, M. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.
SEBRAE. Termo de referência para atuação do sistema SEBRAE e, arranjos produtivos
locais. MORELLI, G. (Coord.). SEBRAE, 2003.
SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Cia das Letras, 2000. 409p.
SILVEIRA, M. A. T. Política de turismo: oportunidades ao desenvolvimento local. In:
RODRIGUES, A. B. (org.) Turismo rural: práticas e perspectivas. São Paulo: Contexto,
2001.
SETUR. Secretaria de Estado de Turismo. Disponível em: http://www.turismo.mg.gov.br/.
Acesso em: 20 de Dez. de 2010.
STORPER, M. Territorialização numa economia global. Possibilidades de desenvolvimento
tecnológico, comercial e regional em economias subdesenvolvidas. In Lavinas et al (orgs.)
Integração, região e regionalismo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,1994.
TROPIA. F. Turismo no meio rural. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 1998.
TULIK, O. O espaço rural aberto à segunda residência. In: CRUZ, L. C. (Org.). Da cidade ao
campo: a diversidade do saber-fazer turístico. Fortaleza: UECE, 1998.
VILELA, M. R. Sistema agroindustrial: a gestão dos negócios: programa para o
desenvolvimento do pólo agroindustrial do Norte de Minas. FIEMG, 1999.
Publicado
2011-07-25
Como Citar
Santos, A. A., Alcântara, V. de C., & Silva, E. A. (2011). TURISMO RURAL E DESENVOLVIMENTO LOCAL SUSTENTÁVEL: PROBLEMAS, PREMISSAS E PERSPECTIVAS TEÓRICAS. Administração Pública E Gestão Social, 2(4), 423-443. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/apgs/article/view/4035
Seção
Artigos