A concepção dos formadores de professores sobre os componentes pedagógicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v12i01.11938

Palavras-chave:

Docentes. Formação de professores. Componentes pedagógicos

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar as concepções de docentes sobre a importância dos componentes pedagógicos para a formação dos professores. A metodologia utilizada foi de caráter qualitativo, realizada através da entrevista semiestruturada com onze formadores responsáveis pelos componentes disciplinares, de fundamentos e pedagógicos das licenciaturas em Letras e História, de uma universidade pública baiana. Os resultados foram organizados a partir da compreensão dos docentes sobre a carga horária dos componentes pedagógicos no currículo vigente; a práxis dos docentes, em relação à discussão da área específica com a formação de professores; a avaliação dos formadores que atuam nos componentes pedagógicos. Conclui-se que os cursos de licenciaturas, apesar de algumas experiências isoladas de relação teoria e prática pedagógica, ainda se baseiam numa perspectiva academicista. Desse modo, desvalorizam as contribuições dos componentes pedagógicos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ilma Maria Fernandes Soares, Universidade do Estado da Bahia

Mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia e Doutorado em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia. Atualmente é professora adjunta da Universidade do Estado da Bahia. Coordenadora do grupo de pesquisa EDDUC - Estudos em Docência e Discência Universitária na Contemporaneidade. 

Referências

ALARCÃO, Isabel. Reflexão crítica sobre o pensamento de D. Schön e os programas de formação de professores. In: ALARCÃO, Isabel (Org.). Formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão. Porto: Porto Editora, 1996.

ALMEIDA, Maria Isabel de. Apontamentos a respeito da formação de professores. BARBOSA, Raquel Lazzari Leite (Org.) Formação de professores: artes e técnicas – ciências e políticas. São Paulo: Editora da UNESP, 2006.

ALMEIDA, Maria Isabel. Formação dos Professores do Ensino Superior: desafios e políticas institucionais. São Paulo: Cortez, 2012.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Referencial para Formação de Professores. Ministério da Educação e do Desporto.. A Secretaria, Brasília: MEC/SEF,1999

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CES nº 197/2004, aprovado em 7 de julho de 2004 - Consulta, tendo em vista o art. 11 da Resolução CNE/CP 1/2002, referente às Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena.

CUNHA, Maria Isabel da (org). Trajetórias e lugares de formação da docência universitária: da perspectiva individual ao espaço institucional. Araraquara, SP: Junqueira & Martins; Brasília, DF: CAPES: CNPq, 2010.

D’ÁVILA, Cristina Maria. Universidade e formação de professores: qual o peso da formação inicial sobre a construção da identidade profissional docente? In: NASCIMENTO, Antônio Dias; HETKOWSKI, Tânia Maria. Memória e Formação de Professores. Salvador-BA: EDUFBA, 2007.

D’AVILA, Cristina. Formação docente e contemporaneidade: limites e desafios. In: Revista da FAEEBA:Educação e Contemporaneidade. Salvador, v. 17, n. 29, p. 33-41, jan./jun., 2008.

FONSECA, Selva Guimarães. Didática e prática de ensino de História. 7 ed. Campinas, SP: Papirus, 2003 (Coleção Magistério Formação e trabalho pedagógico.).

FORMOSINHO, João. Dilemas e tensões da atuação da universidade frente à formação de profissionais de desenvolvimento humano. In: PIMENTA, Selma Garrido; ALMEIDA, Maria Isabel de (Orgs). Pedagogia universitária: caminhos para a formação de professores. São Paulo: Cortez, 2011.

GARCÍA, Carlos Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. Portugal: Porto, 1999 (Coleção ciências da educação – século XXI).

GATTI, Bernadete Angelina & BARRETO, Elisa Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9 ed. Cortez, 2011 (Coleção questões da nossa época; v. 14).

LIBÂNEO, José Carlos. Didática e epistemologia: para além do embate entre a didática e as didáticas específicas. In: VEIGA, Ilma Passos A. & D’ÁVILA, Cristina. (orgs) Profissão docente: novos sentidos, novas perspectivas. Campinas, SP: Papirus, 2008 (Coleção Magistério: Formação e Trabalho Pedagógico).

MASETTO, Marcos (Org.). Docência na universidade. 8 ed. Campinas, SP: Papirus, 1998 (coleção Práxis).

MONEREO, Carlos & POZO, Juan I. La cultura educativa en la universidad: nuevos retos para profesores y alumnos. In: MONEREO, Carlos &POZO, Juan I. La universidad ante la nueva cultura educativa: enseñar y aprender para la autonomía, España: Sínteses, 2003.

PACHECO, José Augusto de Brito. Formação de professores: teoria e práxis. Braga s/e 1995 Universidade do Minho.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. Revista Poíesis -Volume 3, Números 3 e 4, p.5-24, 2005/2006.

SCHEIBE, Leda. Valorização e formação dos professores para a Educação Básica: questões desafiadoras para um novo Plano Nacional.Educação e Sociedade. Campinas, v. 31, n. 112, p. 981-1000, jul.-set. 2010 l de educação.

SOARES, Ilma Mª. F. (2015). O papel de formador de professores na perspectiva de docentes de licenciaturas. 2015, p. 228 p. Tese (Doutorado). Departamento de Educação. Programa de Pós-graduação em Educação e Contemporaneidade. Universidade do Estado da Bahia. Salvador.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 3 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

ZEICHNER, Ken. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação. Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 479-504, set./dez. 2010.

Publicado

2023-11-30

Como Citar

FERNANDES SOARES, I. M. A concepção dos formadores de professores sobre os componentes pedagógicos. Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 12, p. e021012, 2023. DOI: 10.22294/eduper/ppge/ufv.v12i01.11938. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/11938. Acesso em: 22 fev. 2024.