Altas habilidades, psicomotricidade e corporeidade: um estudo de revisão da literatura

Autores

  • Maria Beatriz Campos de Lara Barbosa Marins Peixoto Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" https://orcid.org/0000-0002-3035-119X
  • Vera Lúcia Messias Fialho Capellini Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Faculdade de Ciências, Bauru https://orcid.org/0000-0002-9184-8319
  • Fernanda Rossi Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Faculdade de Ciências, Bauru https://orcid.org/0000-0002-4760-4712

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v12i01.12125

Palavras-chave:

Altas Habilidades/Superdotação. Enriquecimento. Corporeidade. Psicomotricidade. Psicomotor.

Resumo

Programas de enriquecimento curricular potencializam o desenvolvimento de estudantes com altas habilidades/superdotação (AH/SD). A psicomotricidade é uma das áreas de domínio desse público, porém pouco explorada. Relacionado a essa temática há o conceito da corporeidade - maneira pela qual o cérebro reconhece e utiliza o corpo como instrumento relacional com o mundo. Assim, este estudo objetivou mapear pesquisas e experiências em artigos científicos considerando estes dois constructos Psicomotricidade e Corporeidade combinados com educação, envolvendo a população de indivíduos com AH/SD. O método de trabalho foi o levantamento com os descritores combinados, no Portal Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Os dados encontrados demonstram que embora a Psicomotricidade seja uma das áreas de domínio combinada a outra ou não em indivíduos com AH/SD, evidências científicas ainda são insipientes. Do levantamento foram selecionados ao final quatro estudos que abrangessem os descritores educação, AH/SD e corporeidade ou psicomotricidade. A leitura e análise dos achados explicita que não existe produção de artigos no âmbito da educação sobre corporeidade ou psicomotricidade que tratem de estudantes com AH/SD e o respectivo enriquecimento, indicando a suma importância de produção em trabalhos de enriquecimento com estudantes de AH/SD nas áreas da psicomotricidade ou corporeidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Beatriz Campos de Lara Barbosa Marins Peixoto, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Cursou Direito pela Instituição Toledo de Ensino (ITE), período que fez estágio no Ministério Público do Estado de São Paulo, e colou grau em dezembro de 1997. Em seguida, a partir de 1998, advogou nas áreas cível e tributária. Após ser mãe de dois filhos, muito interessada no desenvolvimento humano, passou a participar de eventos na área educacional. Atuou na educação informal de 2011 até 2019. Participou da Comunidade de Aprendizagem no SESC (2012-2013), incluindo três rodas de conversa com o educador José Pacheco. Em 2013, conclui Especialização em Direito Constitucional com o tema A democracia formadora do Estado Democrático de Direito e decidi seguir a área acadêmica. Cursou Pedagogia (2015-2018), em 2019 conclui o curso de Mestrado (intitulado Efeitos de um programa psicomotor no desenvolvimento de estudantes com altas habilidades/superdotação) e, atualmente é doutoranda no mesmo Programa em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem, todos na UNESP/Bauru, onde participa ativamente em diversos projetos, sendo sua pesquisa em curso o Ensino de repertórios psicomotores no contexto dos processos de alfabetização nos anos iniciais, vinculada ao Grupo de Pesquisa em Processos de Ensino e de Aprendizagens Profissionais em Contextos Educacionais, Esportivos e de Saúde (dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8860781456813276).

Vera Lúcia Messias Fialho Capellini, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Faculdade de Ciências, Bauru

Professora Pesquisadora Produtividade (CNPQ).Graduada em Pedagogia pela Universidade Metodista de Piracicaba (1991), Mestrado (2001) e Doutorado (2004) em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos. Realizou em 2012 Pós-Doutorado na Universidade de Alcalá- Espanha, a partir do qual defendeu sua Livre docência em Educação Inclusiva em 2014. Profa. Adjunto do Depto de Educação, do Programa de Pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem e do Programa de Mestrado Profissional em Docência para a Educação Básica, da FC/ UNESP- Bauru. Vice-Diretora da Faculdade de Ciências - FC/UNESP-Bauru (2017-2021). Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial- ABPEE (2017-2020). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em formação inicial e continuada de professores, prática de ensino, inclusão escolar e avaliação educacional. Líder do Grupo de Pesquisa: A inclusão da pessoa com deficiência, TGD e superdotação e os contextos de aprendizagem e desenvolvimento. É membro do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação pedagógica (OIIIIPe); ambos cadastrados no CNPQ. Presidente da comissão organizadora do I,II,III,IV e V Congresso Brasileiro de Educação da UNESP de Bauru. Coordenou o Curso de Aperfeiçoamento em Práticas Educacionais Inclusivas em parceria com o Ministério da Educação de 2008 a 2013. Coordenou seis cursos de Especialização da Educação Especial do Redefor, em parceria com SEE/SP e com a SME/SP. Coordena na UNESP o acordo de Cooperação com a Universidade do Sul da Flórida sobre consultoria colaborativa.

Fernanda Rossi, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), Faculdade de Ciências, Bauru

Professora Assistente Doutora do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"/UNESP campus Bauru. Possui Pós-doutorado pela Unesp Bauru (2014). É Doutora (2013) e Mestra (2010) em Ciências da Motricidade - Área de concentração: Pedagogia da Motricidade Humana, pela UNESP campus Rio Claro. Graduada em Licenciatura Plena em Educação Física, UNESP Bauru (2007). Realizou estágio de pesquisa na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, Portugal (2012). É docente pesquisadora credenciada no Programa de Pós-graduação em Ciências da Motricidade - Unesp Rio Claro, na área de concentração Pedagogia da Motricidade Humana e linha de pesquisa Formação Profissional, Campo de Trabalho e Ensino de Educação Física, e no Programa de Mestrado Profissional - Docência para a Educação Básica - Unesp Bauru-FC. Atua principalmente nos temas: formação docente com ênfase na formação continuada de professores(as) da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental (Educação Física e Pedagogia); estágio supervisionado/prática de ensino em Educação Física na educação básica; profissão e identidade docentes.

Referências

AYOUB, Eliana. Reflexões sobre a educação física na educação infantil. Revista Paulista de Educação Física. São Paulo, supl. 4, p. 53-60, 2001.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. LDB 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394. Acesso em: 27 jan. 2021

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional da Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução nº 2. Institui Diretrizes Nacionais para Educação Especial na Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 set. 2001. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf. Acesso em: 10 mar. 2021.

BRASIL/MEC/SEESP. Saberes e Práticas da Inclusão: desenvolvendo competências para o atendimento às necessidades educacionais especiais de alunos com altas habilidades/superdotação. Coordenação geral SEESP/MEC. Brasília: MEC, Secretaria de Educação Especial, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Angela M. R. Virgolim. Altas Habilidades/Superdotação: encorajando potenciais. Brasília, DF: MEC, SEESP, 2007. 70 p. Ilustrado.

BRASIL. Secretaria de Educação Especial. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília, DF: MEC/SEESP, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional da Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução nº 4. Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2 out. 2009. Disponível em:http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_09.pdf. Acesso em: 10 de mar.2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf. Acesso em: 7 mar. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. 3º versão. MEC. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/12/BNCC_19dez2019_site.pdf

COSTE, Jean-Claude. C. A psicomotricidade. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

CANDAU, Vera Maria Ferrão. Cotidiano escolar e cultura(s): encontro e desencontros. In: CANDAU, V. M. (Org.). Reinventar a escola. Petrópolis: Vozes, 2000. p.61-78.

DELOU, Cristina Maria Carvalho. O Funcionamento do Programa de Atendimento a Alunos com Altas Habilidades/Superdotação (PAAAH/SD-RJ). Revista Educação Especial, v. 27, n. 50, set./dez. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/14323. Acesso em: 27 Dez. 2020

FREITAS, Giovana Gomes. O esquema corporal, a imagem corporal, a consciência corporal e a corporeidade. Ijuí: Unijuí, 2004.

FREITAS, S. N.; PÉREZ, Suzana Graziela Pérez Barrera. Altas habilidades/superdotação: atendimento especializado. Marília: ABPEE, 2012.

GARAIGORDOBIL, Maite; BERRUECO, Laura. Effects of a play program on creative thinking of preschool children. Spanish Journal of Psychology. 14.2; Nov. 2011, p608+.DOI: http://dx.doi-.ez87.periodicos.capes.gov.br/10.5209/rev_SJOP.2011.v14.n2.9

Copyright: 2011 Universidad Complutense de Madrid, http://www.ucm.es/info/Psi/docs/journal/

GONÇALVES, Maria. Augusta Salin. Sentir, pensar e agir: corporeidade e educação. 9.ed. Campinas, SP: Papirus, 1994. 197p.

JOAO, Renato Bastos. Corporalidade e epistemologia da complexidade: através de uma prática educacional experiencial *. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 45, e193169, 2019. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022019000100549&lng=en&nrm=iso. acesso em 23 de abril de 2020. Epub 30 de maio de 2020. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945193169

LE BRETON, Davi. Adeus ao corpo: antropologia e sociedade. Campinas: Papirus, 2003.

LE BRETON, Davi. As paixões ordinárias: antropologia das emoções. Petrópolis: Vozes, 2009.

LE BRETON, Davi. A sociologia do corpo. 6 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

MENDONÇA, Lurian. Dionizio.; MENCIA, Gislaine. Ferreira. Menino.; CAPELLINI, Vera Lucia Messias Fialho. Programas de enriquecimento escolar para alunos com Altas Habilidades/Superdotação: análise de publicações brasileiras. Revista Educação Especial (Online), v. 28, p. 721-733, 2015.

MERLEAU-PONTY, Maurici. Fenomenologia da percepção. 2. ed. Tradução: Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1999.

NÓBREGA, Terezinha Petrúcia da. Qual o lugar do corpo na educação? Notas sobre conhecimento, processos cognitivos e currículo. Revista Educação e Sociedade, v. 26, n. 91, p. 599-615, maio-ago., 2005.

OGEDA, C. M. M.; PEDRO, Ketilin Mayra. M., CRISTINA DA SILVA, R.; MARTINS, B. A.; OLIVEIRA KOGA, F.; CHACON, Miguel Claudio Moriel Programa de atenção ao aluno precoce com comportamentos de superdotação: uma proposta de enriquecimento extracurricular. J Res Spec Educ Needs, 16: 901–904. doi:10.1111/1471-3802.12263, 2016.

PEDRO, Ketilin Mayra; OGEDA, Clarissa Maria Marques; CHACON, Miguel Claudio Moriel Iniciativas de atenção ao estudante com altas habilidades/superdotação: levantamento e análise. Crítica Educativa: Sorocaba/SP, Vol.1, n.2, p. 200-217, Jul./dez. 2015.

PEIXOTO, Maria Beatriz Campos de Lara Barbosa Marins. Efeitos de um programa de enriquecimento psicomotor no desenvolvimento de estudantes com altas habilidades/superdotação, 2019. 130 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem), Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências, Bauru, 2019.

RENZULLI, J. Modelo de enriquecimento para toda a escola: Um plano abrangente para o desenvolvimento de talentos e superdotação. Revista Educação Especial, v. 27, n. 50, p. 539- 562, set./dez. 2014. Disponível em: http://www.ufsm.br/revistaeducacaoespecial

RODRIGUES, Rosenilma Branco.; COUTO, Hergos Ritor Fóes. Corporeidade e prática docente na educação do campo na Amazônia paraense. Educação & Formação, 2020, Vol.5(13), pp.113-131

ROSSI, Fernanda.; MIZUNO, Júlio. Yoga na Educação Infantil: primeiras aproximações. Apostila de Projeto de Extensão. Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2016.

VAIVRE-DOURET Laurence. Developmental and Cognitive Characteristics of “High-Level Potentialities” (Highly Gifted). Children. International Journal of Pediatrics. 2011; 2011:420297. doi:10.1155/2011/420297.

VYGOTSKI, Lev Semionovitch. El problema del edad. In: Obras Escogidas IV: Psicología infantil. Madrid: Visor, 1932-1934/1996. p. 251-276.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. A construção do pensamento e da linguagem. Tradução: Paulo Bezerra. 2. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Tradução: Ernani F. da F. Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Publicado

2023-11-30

Como Citar

PEIXOTO, M. B. C. de L. B. M.; CAPELLINI, V. L. M. F.; ROSSI, F. Altas habilidades, psicomotricidade e corporeidade: um estudo de revisão da literatura. Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 12, p. e021011, 2023. DOI: 10.22294/eduper/ppge/ufv.v12i01.12125. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/12125. Acesso em: 22 fev. 2024.