Boas práticas docentes na formação inicial de professores licenciados em educação física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduperppgeufv.v11i00.8500

Palavras-chave:

Formação inicial, Magistério superior, Educação Física

Resumo

Identificou e analisou aspectos relacionados às boas práticas docentes na formação inicial de professores licenciados em Educação Física. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, a partir da entrevista semiestruturada com professores atuantes no curso de licenciatura em Educação Física. Observou-se que as boas práticas relacionam-se diretamente com o posicionamento dos professores e ações como o reconhecimento da importância da articulação equânime entre ensino, pesquisa e extensão; o planejamento das aulas como momento de reflexão daquilo que se ensina; a permanente atualização das práticas de intervenção e a sua interface com as dimensões políticas e sociais, aliada ao compromisso e responsabilidade efetivadas no cotidiano por esses professores em suas práticas no magistério superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jairo Antônio Paixão, Universidade Federal de Viçosa

Pós-doutorado pela Universidade Federal de Viçosa. Doutorado em Educação pela Ibero-American University. Doutorado em Ciência do Desporto pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.  Professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Jefferson Teixeira de Sousa, Universidade Federal de Viçosa

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Graduando do Bacharel em Educação Física na UFV. Ex-bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID/UFV).  Bolsista de iniciação científica pela FAPEMIG e integrante do Grupo de Estudos Pedagógicos em Educação Física (GEPEF).

Ederley Emanuel Souza, Universidade Federal de Viçosa

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Graduando do bacharel em Educação Física na UFV. Integrante do Grupo de Estudos Pedagógicos em Educação Física (GEPEF)

Referências

ALMEIDA, Maria Isabel de. Formação do professor do ensino superior: desafios e políticas institucionais. São Paulo: Cortez, 2012.

AZZI, Sandra. Trabalho docente: autonomia didática e construção do saber pedagógico. In: PIMENTA, Selma Garrido (org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez, 2000. p. 35-60.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

CALDEIRA, Anna Maria Salgueiro. A apropriação e a construção do saber docente e a prática cotidiana. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n. 95, p. 5-12, nov. 1995.

CAREGNATO, Rita Catalina Aquino; MUTTI, Regina. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto & Contexto - Enfermagem. Florianópolis, v. 15, n. 4, p. 679-684, out./dez. 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072006000400017

CUNHA, Maria Isabel da. O bom professor e sua prática. 24 ed. Campinas: Papirus, 2012.

CUNHA, Simone Miguez; CARRILHO, Denise Madruga. O processo de adaptação ao ensino superior e o rendimento acadêmico. Psicologia Escolar e Educacional. Campinas, v. 9, n. 2, p. 215-224, dez. 2005. https://doi.org/10.1590/S1413-85572005000200004

HUBERMAN, Michael. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, António (org.). Vidas de professores. 2 ed. Porto: Porto, 2000. p. 31-61.

MASETTO, Marcos (org.). Docência na Universidade. Campinas: Papirus, 1998.

MELLO, Irene Cristina de. A docência no ensino superior: descrição e análise de um percurso formativo. In: KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães; SILVA, Fabiany de Cássia Tavares (org.). Educação e pesquisa no Centro-Oeste: políticas, práticas e fontes da/para a formação do educador. Campo Grande: UFMS, 2012. p. 103-121.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Aprendizagem da docência: professores formadores. Revista E-Curriculum. São Paulo, v. 1, n. 1, dez./jul. 2005-2006.

NUÑEZ, Isauro Beltrán; RAMALHO, Betania Leite; OLIVEIRA, Marcus Vinícius de Faria. O professor como profissional: um olhar sobre as representações de professoras. In: RAMALHO, Betania Leite; NUÑEZ, Isauro Beltrán (org.). Formação, representações e saberes docente: elementos para se pensar a profissionalização dos professores. Campinas: Mercado de Letras, 2014. p. 171-199.

PAIXÃO, Jairo Antônio; CUSTÓDIO, Glauber César Cruz; BARROSO, Yuri Windson Santos. O processo de aprendizagem do professor de educação física atuante em academias de ginástica no início de carreira. Pensar a Prática. Goiânia, v. 19, n. 2, p. 286-299, abr./jun. 2016. https://doi.org/10.5216/rpp.v19i2.35348

PAIXÃO, Jairo Antônio et al. A prática do bom professor na formação inicial: uma análise na perspectiva de acadêmicos do curso de licenciatura em educação física. Pensar a Prática. Goiânia, v. 21, n. 4, p. 751-761, out./dez. 2018. https://doi.org/10.5216/rpp.v21i4.49712

PIMENTA, Selma Garrido; ALMEIDA, Maria Isabel de (org.). Pedagogia universitária: caminhos para a formação de professores. São Paulo: Cortez, 2011.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos; CAVALLET, Valdo José. Docência no ensino superior: construindo caminhos. In: BARBOSA, Raquel Lazzari Leite (org.). Formação de educadores: desafios e perspectivas. São Paulo: Editora UNESP, 2003. p. 267-278.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. 5 ed. São Paulo: Cortez, 2014.

PIRES, Heldemerina Samutelela; ALMEIDA, Leandro; FERREIRA, Joaquim Armando. Adaptação do Questionário de Vivências Académicas (QVA) aos estudantes universitários dos PALOP. In: SOARES, Ana Paula et al. (eds.). Transição para o Ensino Superior. Braga: Universidade de Minho, 2000. p. 119-127.

RAMALHO, Betania Leite; NUÑEZ, Isauro Beltrán. Aprendizagem da docência, formação e desenvolvimento profissional: trilogia da profissionalização docente. In: RAMALHO, Betania Leite; NUÑEZ, Isauro Beltrán (org.). Formação, representações e saberes docente: elementos para se pensar a profissionalização dos professores. Campinas: Mercado de Letras, 2014. p. 17-37.

SPRADLEY, James P. The ethnographic interview. Florida: Harcourt Brace Jovanovich, 1979.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 4 ed. São Paulo: Atlas, 1995.

Publicado

2020-11-15

Como Citar

PAIXÃO, J. A.; SOUSA, J. T. de; SOUZA, E. E. Boas práticas docentes na formação inicial de professores licenciados em educação física. Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 11, n. 00, p. e020031, 2020. DOI: 10.22294/eduperppgeufv.v11i00.8500. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/8500. Acesso em: 14 abr. 2021.