A atuação do gestor escolar no enfrentamento da evasão no ensino médio da rede estadual paulista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduperppgeufv.v12i00.8914

Palavras-chave:

Gestão da educação, Ensino Médio, Evasão escolar

Resumo

Este artigo objetiva analisar as ações de gestores de escolas públicas da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (SEDUC-SP) para enfrentar os altos índices de evasão escolar apontados no Ensino Médio, visto que as práticas e as decisões desses profissionais podem gerar repercussões significativas na trajetória dos estudantes. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, cujos dados foram obtidos por meio de entrevistas com diretores de sete escolas públicas da SEDUC-SP. Os depoimentos dos diretores foram analisados e interpretados na perspectiva da Análise de Conteúdo de Laurence Bardin e à luz da literatura que discorre sobre o assunto. Os resultados mostram que, dentre outros elementos, o ingresso precoce do aluno no mercado de trabalho é o principal motivo da evasão escolar no Ensino Médio; contudo, a atuação dos gestores escolares tem sido fundamental para reduzir os altos índices de evasão escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nonato Assis de Miranda, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado Profissional em Educação - da Universidade Municipal de São Caetano do Sul, Coordenador Geral do Curso de Pedagogia da Universidade Paulista (UNIP). Líder do Grupo de Pesquisa (CNPq) Políticas Públicas, Gestão e Formação de Professores.

Cleidson Pereira Gonçalves, Centro Universitário SENAC

Mestre em Educação pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), professor do Centro Universitário SENAC.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Construindo o sistema nacional articulado de educação: O Plano Nacional de Educação, diretrizes e estratégias de ação. Documento-Referência CONAE 2010. Brasília, DF: MEC, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/conae/documento_referencia.pdf. Acesso em: 14 out. 2018.

CAMARGO, Douglas Branco de; RIOS, Mônica Piccione Gomes. Evasão escolar na 1ª série do ensino médio: o caso de Joaçaba, Santa Catarina. Eccos – Revista Científica, São Paulo, n. 46, p. 33-51, maio/ago. 2018. https://doi.org/10.5585/eccos.n46.4287.

COSTA JR., Wercy Rodrigues. Política educacional no contexto do neoliberalismo. Revista da Faculdade de Educação, São Paulo, ano VIII, n. 13, p. 31-49, jan./jun. 2010.

DINIZ, Carine Saraiva; QUARESMA, Adilene Gonçalves. Evasão de jovens do ensino médio: causas intraescolares segundo os evadidos de uma escola pública. Camine: Caminhos da Educação, Franca, v. 8, n. 2, p. 113-134, 2016.

KRAWCZYK, Nora Rut. Reflexão sobre alguns desafios do ensino médio no Brasil hoje. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 144, p. 752-769, set./dez. 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742011000300006.

LOPES, Maria Marta da Silva; SANTOS, Luiz Alberto dos. Evasão escolar no ensino médio. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 11, n. 22, p. 3767-3775, dez. 2015. http://dx.doi.org/10.18677/Enciclopedia_Biosfera_2015_269.

LÜSCHER, Ana Zuleima; DORE, Rosemary. Política educacional no Brasil: educação técnica e abandono escolar. Revista Brasileira de Pós-Graduação, Brasília, v. 8, n. 1, p. 147-176, dez. 2011. https://doi.org/10.21713/2358-2332.2011.v8.244.

MENDES, Marcelo Simões. Da inclusão à evasão escolar: o papel da motivação no ensino médio. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 30, n. 2, p. 261-265, jun. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2013000200012.

MILLEN NETO, Alvaro Rego et al. Evasão escolar e desinteresse dos alunos nas aulas de Educação Física. Pensar a Prática, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 1-15, maio/ago. 2010. https://doi.org/10.5216/rpp.v13i2.7559.

QUEIROZ, Maria Ireide Andrade de. Plano de desenvolvimento da escola (PDE) e sua gestão democrática na educação. Revista E-curriculum, São Paulo, v. 2, n. 2, p.1-17, jun. 2007.

REAL, Giselle Cristina Martins et al. Abandono, reprovação, reforço escolar: respostas de diretores ao questionário contextual da Prova Brasil. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Brasília, v. 35, n. 1, p. 249-268, jan./abr. 2019. https://doi.org/10.21573/vol1n12019.86902.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Índices educacionais auxiliam ações da Educação na busca constante pela melhoria da qualidade de ensino. São Paulo: SEDUC, 2017. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br/indices-educacionais. Acesso em: 29 set. 2017.

SILVA, Fernanda Scaciota Simões da. O fluxo escolar (ou) o percurso escolar (ou) a taxa de escolarização: entendendo seus conceitos para o Brasil e para a França. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO - EDUCERE, 13., 2017, Curitiba. Anais eletrônicos [...]. Curitiba: PUCPR, 2017. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/26865_13382.pdf. Acesso em: 17 nov. 2019.

SOUSA, Antonia de Abreu et al. Evasão escolar no ensino médio: velhos ou novos dilemas?. Revista Vértices, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 25-36, 2011. https://doi.org/10.5935/1809-2667.20110002.

TROMBINI, Janaine; OLEGRÁRIO, Fabiane; LAROQUE, Luís Fernando da Silva. A evasão no ensino médio e as estratégias educacionais. Revista Intersaberes, Curitiba, v. 12, n. 25, p. 144-151, jan./abr. 2017.

Publicado

2021-01-10

Como Citar

MIRANDA, N. A. de; GONÇALVES, C. P. A atuação do gestor escolar no enfrentamento da evasão no ensino médio da rede estadual paulista. Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 12, p. e021001, 2021. DOI: 10.22294/eduperppgeufv.v12i00.8914. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/8914. Acesso em: 7 dez. 2021.