De professor formador para professor formador

quatro desafios para formar para a docência nas licenciaturas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v11i.8962

Palavras-chave:

Professor formador, Estudantes, Docência, Licenciaturas

Resumo

Neste artigo, discute-se a formação para a docência nos cursos de licenciatura relacionando-a a quatro indagações: será que os estudantes querem, cada vez menos, a docência? Como formar para a docência estudantes que não a querem, muitas vezes, como futura profissão? Até que ponto tem sido construído um trabalho coletivo, no contexto das licenciaturas, visando formar os estudantes para a docência? Além do mais, como formar professores em contextos onde se desconhece, ou desconsidera, muitas vezes, o valor da pedagogia na profissionalização docente? Este estudo, de natureza teórica, visa, numa perspectiva de (auto)questionamentos, interrogar e reconstruir o sentido da ação de ensinar nas licenciaturas no Brasil. Esta reflexão assenta o argumento do papel preponderante dos professores formadores de instigar os estudantes a se inscreverem na formação e na profissão docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Osmar Hélio Alves Araújo, Universidade Federal da Paraíba

Professor Adjunto da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Doutor em educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Mestre em educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Líder do Grupo de Pesquisa: LACONEX@O/UFPB - Laboratório de práticas, estudos e pesquisas em formação de professores - Universidade e Escolas de Educação Básica.

Ivan Fortunato, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Doutor em Desenvolvimento Humano e Tecnologias e Doutor em Geografia, ambos pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Pós-doutorado em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), campus Itapetininga. Professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCar, campus Sorocaba.

Referências

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de; ALMEIDA, Patrícia Cristina Albieri de. A profissionalidade do professor formador das licenciaturas. Revista de Educação. Campinas, v. 22, n. 2, p. 203-219, maio/ago. 2017.

ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de et al. O trabalho docente do professor formador no contexto atual das reformas e das mudanças no mundo contemporâneo. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília, v. 91, n. 227, p. 122-143, jan./abr. 2010.

ARAÚJO, Osmar Hélio Alves. Ensino de Didática e o papel dos professores formadores no contexto das práticas pedagógicas: do que estamos falando? Comunicações. Piracicaba, v. 26, n. 3, p. 79-91, set./dez. 2019a.

ARAÚJO, Osmar Hélio Alves. Estágio supervisionado, profissionalização e profissionalidade docente: do que estamos falando. Revista Teias. Rio de Janeiro, v. 20, n. 58, p. 250-264, jul./set. 2019b.

ARAÚJO, Osmar Hélio Alves. O estágio como práxis, a pedagogia e a didática: que relação é essa? Revista Eletrônica de Educação. São Carlos, v. 14, e3096048, jan./dez. 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 02/2015, de 1º de julho de 2015. Brasília: Diário Oficial República Federativa do Brasil, seção 1, n. 124, p. 8-12, 02 de julho de 2015. Disponível em: http://twixar.me/7mV1. Acesso em: 26 jul. 2019.

CHARLOT, Bernard. Vade retro, Satanas: pourquoi le débat avec les antipédagogues est impossible. In: L’école entre autorité et zizanie. Lyon: Chronique Sociale, 2003.

FORTUNATO, Ivan. Três saberes pedagógicos na e para a formação de professores. In: SHIGUNOV NETO, Alexandre; FORTUNATO, Ivan (org.). Saberes Pedagógicos: perspectivas & tendências. São Paulo: Edições Hipótese, 2018. p. 82-96.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Philippe Meirieu: fragmentos de uma conversa. Revista Eletrônica Pesquiseduca. Santos, v. 3, n. 6, p. 236-281, jul./dez. 2011.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Saber pedagógico ou relação com o saber pedagógico: reflexões conceituais. In: SHIGUNOV NETO, Alexandre; FORTUNATO, Ivan (org.). Saberes Pedagógicos: perspectivas & tendências. São Paulo: Edições Hipótese, 2018. p. 49-65.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREINET, Célestin. As técnicas de Freinet da Escola Moderna. 4 ed. Lisboa: Editorial Estampa, 1975.

GOMES, Alberto Albuquerque. Evasão e evadidos: o discurso dos ex-alunos sobre evasão escolar nos cursos de licenciatura. 1998. 203 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Marília, 1998.

IMBERNÓN, Francisco. Los retos educativos del presente y del futuro: la sociedad cambia, ¿y el profesorado? Revista Internacional de Formação de Professores. Itapetininga, v. 1, n. 1, p. 121-129, jan./mar. 2016.

MOREIRA, Maria Alfredo. “Na Sombra das Maiorias Silenciosas”: por uma educação autêntica e transformadora. Currículo sem Fronteiras, v. 5, n. 1, p. 70-95, jan./jun. 2005.

NÓVOA, António. A pedagogia como a terceira margem: currículo para o século XXI?. Lisboa: Assembleia da República - Divisão de Edições, 2011.

NÓVOA, António. Eu pedagogo me confesso: Diálogos com Rui Grácio. Revista do Instituto de Inovação Educacional. Lisboa, v. 14, n 1-2, p. 1-23, 2001.

NÓVOA, António. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, out./dez. 2017.

NÓVOA, António. O futuro da universidade: O maior risco é não arriscar. Revista Contemporânea de Educação. Rio de Janeiro, v. 14, n. 29, p. 54-70, jan./abr. 2019.

NÓVOA, António; AMANTE, Lúcia. Em busca da Liberdade. A pedagogia universitária do nosso tempo. REDU – Revista de docencia Universitaria. Valência, v. 13, n. 1, p. 21-34, Enero/Abril 2015.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2003.

RIOS, Terezinha Azerêdo. Ampliar o diálogo de saberes para a docência. In: FRANCO, Maria Amélia Santoro; PIMENTA, Selma Garrido (org.). Didática: Embates Contemporâneos. 3 ed. São Paulo: Loyola, 2014. p. 101-130.

SANTANA, Otacilio Antunes. Evasão nas Licenciaturas das Universidades Federais: entre a apetência e a competência. Educação. Santa Maria, v. 41, n. 2, p. 311-327, 2016.

VIEIRA, Flávia. A experiência educativa na formação inicial de professores. Atos de Pesquisa em Educação. Blumenau, v. 8, n. 2, p. 592-619, maio/ago. 2013.

ZEICHNER, Kenneth M. Uma análise crítica sobre a “reflexão” como conceito estruturante na formação docente. Educação e Sociedade. Campinas, v. 29, n. 103, p. 535-554, maio/ago. 2008.

Publicado

2020-06-09

Como Citar

Araújo, O. H. A., & Fortunato, I. (2020). De professor formador para professor formador: quatro desafios para formar para a docência nas licenciaturas. Educação Em Perspectiva, 11(.), e020004. https://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v11i.8962