EJA integrada à Educação Profissional

reflexões acerca do PROEJA no Amapá

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22294/eduperppgeufv.v11i..9592

Palavras-chave:

Concepção de ser humano, Educação, Trabalho, Educação Integrada, PROEJA

Resumo

O presente artigo é parte da pesquisa de dissertação de Mestrado em Educação, e traz alguns elementos centrais para discutir a recente política de integração entre a EJA e a educação profissional, objetivando contribuir com o debate acerca da concepção de ser humano a partir da integração da educação profissional com a educação básica. Elaborou-se uma discussão acerca da relação entre educação e trabalho no processo formativo do ser humano. Nesse sentido, realizou-se um levantamento bibliográfico e documental em legislações e sites oficiais para a análise a partir do pensamento teórico marxista. Os resultados evidenciaram a predominância da perspectiva interessada de formar sujeitos e a perspectiva da integração é pautada numa visão minimalista e não articulada à uma concepção ontológica do trabalho enquanto mediação para a emancipação humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arleson Noite Ribeiro, Universidade Federal do Amapá

Graduado em Geografia. Especialista em Políticas Educacionais. Mestrando em Educação pela Universidade Federal do Amapá. 

Valeria Silva de Moraes Novais, Universidade do Estado do Amapá

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Pará. Atualmente é Professora adjunta e chefe da Divisão de Pós-Graduação da Universidade do Estado do Amapá, docente no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amapá, líder do Grupo de Pesquisa em Política Educacional e Gestão (GEPPEG).

Referências

ANDES-SN. InformANDES. Informativo nº 88. Brasília (DF), novembro de 2018.

ANTUNES, Caio. A escola do trabalho: formação em Marx. Campinas: Papel Social, 2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 05 abr 2020.

BRITO, Marilia Pantoja. O Programa Nacional de Integração da Educação Básica Profissional com a Educação na modalidade de Educação de Jovens e Adultos no Instituto Federal do Amapá: perfis e expectativas de estudantes. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) / UNIFAP, 2019.

INEP. Sinopses estatísticas de 2015 a 2017. Brasília (DF). Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica. Acesso em: 10 dez 2019.

MEC. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado ao Ensino Médio. Documento Base. Brasília, 2007.

FAIRCLOUG, Norman. Discurso e mudança social. 2001 (1. ed.). Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2008 (reimpressão).

IFAP, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá. Plano de Curso do Curso Técnico em Logística, na modalidade PROEJA do Câmpus Santana. Macapá-AP, 2017.

LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação escolar: políticas, estruturas e organização. – 10. Ed. Ver. e ampl. – São Paulo: Cortez, 2012.

MARX, Karl. Manuscritos Econômico-Filosóficos de 1844. Tradução de Jesus Raniere. São Paulo: Boitempo Editorial, 2004.

Ministério da Educação – MEC/Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica – SETEC. Ofício Circular nº 40 GAB/SETEC/MEC. Brasília, 2009.

Ministério da Educação – MEC/Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica – Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA) – Documento Base. Brasília, agosto de 2007.

NETTO, José Paulo. Introdução ao estudo do método de Marx. 1. ed. – São Paulo: Expressão Popular, 2011.

NOSELLA, Paolo. A escola de Gramsci. – 5. ed. ampl. – São Paulo: Cortez, 2016.

IFAP. Plano de Curso Técnico de Nível Médio em Logística, na forma Integrada – PROEJA. Serviço Público Federal Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá. Campus Santana, 2017.

_________. Instituto Federal do Amapá. Disponível em: http://home.ifap.edu.br/. Acesso em: 20 jan 2020.

RAMOS, Marise Nogueira. Implicações Políticas e Pedagógicas da EJA integrada à Educação Profissional. Educação e Realidade, 35(1): 65-85, jan/abr, 2010.

RUMMERT, Sonia Maria. Gramsci, trabalho e educação: jovens e adultos pouco escolarizados no Brasil actual. In: Cadernos Sísifo. v. 4. 2007.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. – 28. ed. – Rio de Janeiro: Record, 2018.

Publicado

2020-12-09

Como Citar

Ribeiro, A. N., & Novais, V. S. de M. (2020). EJA integrada à Educação Profissional: reflexões acerca do PROEJA no Amapá. Educação Em Perspectiva, 11(.), e020042. https://doi.org/10.22294/eduperppgeufv.v11i.9592