Condições micrometeorológicas entre uma área de floresta e a campo

  • Bruna Matos Salvador SANJO Cooperativa Agrícola
  • Rosandro Boligon Minuzzi
Palavras-chave: microclima, temperatura do ar, umidade relativa, temperatura do ponto de orvalho

Resumo

O objetivo deste trabalho foi comparar a variação da temperatura do ar, umidade relativa do ar (UR) e temperatura no ponto de orvalho (Td) durante o inverno e verão, em diferentes escalas temporais (diário, diurno e noturno), numa área de floresta e a campo, no município de Águas Mornas, em Santa Catarina. A correlação das variáveis entre os ambientes foi analisada com o uso da regressão linear, onde considerou-se os dados obtidos a campo como a variável independe X e as obtidas na floresta como variável dependente Y. A significância estatística das regressões foi testada com o uso do valor-p. As diferenças entre as médias e variâncias dos dados entre os ambientes, épocas do ano e escala temporal, foram testadas ao nível de 5% de significância usando os testes t de Student e F de Snedecor, respectivamente. Todas as análises estatísticas foram realizadas com o uso do software Past 3.0. Observou-se diferença entre os dois ambientes da temperatura média e máxima do ar e umidade relativa do durante o verão. A temperatura do ar e do ponto de orvalho entre os ambientes apresentaram as maiores correlações. Assim, pode-se estimar estes elementos climáticos para floresta, a partir de dados obtidos a campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-24
Como Citar
Salvador, B. M., & Minuzzi, R. B. (2019). Condições micrometeorológicas entre uma área de floresta e a campo. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 9(3). https://doi.org/10.21206/rbas.v9i3.8226
Seção
Artigos