INVERTEBRADOS EDÁFICOS EM CULTURAS DE VERÃO E INVERNO NO NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21206/rbas.v10i1.9281

Palavras-chave:

fauna do solo, sazonalidade, vegetação

Resumo

A biota edáfica apresenta importância fundamental nos processos naturais. O clima, os tipos
de culturas utilizadas e as práticas agrícolas adotadas podem ser limitantes para a diversidade biológica da
comunidade desses invertebrados. A região noroeste do Rio Grande do Sul é uma das principais produtoras
de grãos do Estado, entretanto, estudos avaliando a qualidade da biota edáfica são escassos nestes cultivos.
Objetivou-se identificar os invertebrados edáficos em duas épocas sazonais distintas em áreas agrícolas
cultivadas com diferentes tipos de coberturas vegetais em Santo Ângelo/RS. Para tanto, foram realizadas
coletas em cinco diferentes coberturas vegetais (soja, milho e milheto no verão e trigo e consórcio de nabo
forrageiro/azevém no inverno), utilizando armadilhas de queda “pitfall trap” por quatro dias no campo.
Foram calculadas a abundância, a riqueza, a frequência relativa e os índices de diversidade para cada
área avaliada. No total foram amostrados 11 diferentes ordens e 1.083 indivíduos, dos quais 1.051 foram
artrópodes da classe Insecta, Arachnida e Entognatha. Observou-se que tanto a cobertura vegetal, quanto a
sazonalidade influenciaram a comunidade de invertebrados edáficos no noroeste do Rio Grande do Sul. As
áreas cultivadas com milho, milheto e nabo/azevém foram as mais diversas, enquanto que a área com trigo foi a mais dominada, apresentando uma alta abundância de Colembolla. No período do inverno predominaram os colêmbolos enquanto que no verão foram as formigas, principalmente no milheto e na soja.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduarda Mott Lucero, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões

Graduanda

Renan Costa Beber Vieira, Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Cerro Largo

Professor

Ângela Denise Hübert Neufeld Vieira, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões

Professora do Departamento de Ciências Biológicas

Referências

AITA, C; GIACOMINI, S. Decomposição e liberação de nitrogênio de resíduos culturas de plantas de cobertura de solo solteiras e consorciadas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.27, p.601-612, 2003. DOI: 10.1590/S0100-06832003000400004

ALTIERI, M.; SILVA, E.N.; NICHOLLS, C.I. O Papel da Biodiversidade no Manejo Integrado de Pragas. Ribeirão Preto: Holos, 2003. 226p.

ANTONIOLLI, Z.I.; CONCEIÇÃO, P.C.; BÖCK, V. et al. Método alternativo para estudar a fauna do solo. Ciência Florestal, v.16, n.4, p.407-417, 2006. DOI: 10.5902/198050981922

ARAÚJO, G.G.L. Cultivo estratégico de forrageiras anuais e perenes, visando a suplementação de caprinos e ovinos no semi-árido do Nordeste. Petrolina: Embrapa Semiárido, 2001. 4p.

ASSAD, M.L.L. Fauna do solo. In: VARGAS, M.A.T.; HUNGRIA, M.A.T. (Ed.) Biologia dos solos dos Cerrados. Planaltina: EMBRAPA-CPAC, 1997, p.363-443.

AGOSTINETTO, D.; FERREIRA, F.B.; STOCH, G. et al. Adaptação de espécies utilizadas para cobertura de solo no sul do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Agrociência, v.6, n.1, p.47-52, 2000.

BEDANO, J.C.; DOMÍNGUEZ, A.; AROLFO, R. et al. Effect of good agricultural practices under no-till on litter and soil invertebrates in areas with different soil types. Soil and Tillage Research, v.158, p.100-109, 2016. DOI: 10.1016/j.still.2015.12.005

BROWN, G.G.; SAUTTER, K.D. Biodiversity, conservation and sustainable management of soil animals: the XV International Colloquium on Soil Zoology and XII International Colloquium on Apterygota. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.44, p.1-9, 2009. DOI: 10.1590/S0100-204X2009000800001

BUZZI, Z.J. Entomologia didática, 6 ed. Curitiba: UFPR, 2013. 579p.

CALONEGO J.C.; SANTOS, C.H.; TIRITAN, C.S. et al. Estoques de carbono e propriedades físicas de solos submetidos a diferentes sistemas de manejo. Revista Caatinga, v.25, n.2, p.128-135, 2012.

CAMARGO, A.J.A. Ordem Diptera. 2018. In: https://www.embrapa.br/cerrados/colecao-entomologica/diptera (acessado em 14 de Agosto de 2019).

CHAUVAT, M.; ZAITSEV, A.S.; WOLTERS, V. Successional changes of Collembola and soil microbiota during forest rotation. Oecologia, v.137, n.2, p.269-276, 2003. DOI: 10.1007/s00442-003-1310-8

CIVIDANES, F.J.; BARBOSA, J.C.; MARTINS, I.C.F. et al. Diversidade e distribuição espacial de artrópodes associados ao solo em agroecossistemas. Bragantia, v.68, n.4, p.991-1002, 2009. DOI: 10.1590/S0006-87052009000400020

CÓRDOVA, M.; CHAVES, C.L.; COIMBRA, S.M. Fauna do solo x vegetação: estudo comparativo da diversidade edáfica em áreas de vegetação nativa e povoamentos de pinus sp. Geoambiente on-line, v.12, p.1-12, 2009. DOI: 10.5216/rev.%20geoambie.v0i12.25981

CORREIA, M.E.F. Relações entre a diversidade da fauna de solo e o processo de decomposição e seus reflexos sobre a estabilidade dos ecossistemas. Seropédica: Embrapa-agrobiologia, 2002. 33p. (Embrapa Agrobiologia. Documento, 156).

DAMÉ, P.R.V.; QUADROS, F.L.F.; KERSTING, C. E. B. et al. Efeitos da queimada seguida de pastoreio ou diferimento sobre o resíduo, temperatura do solo e mesofauna de uma pastagem natural. Ciência Rural, v.26, n.3, p.391-396, 1996. DOI: 10.1590/S0103-84781996000300008

DOMÍNGUEZ, A.; JIMÉNEZ, J.J, ORTÍZA, C.E. et al. Soil macrofauna diversity as a key element for building sustainable agriculture in Argentine Pampas. Acta Oecologica, v.92, p.102-116, 2018. DOI: 10.1016/j.actao.2018.08.012

ELIE, F.; VINCENOT, L.; THIERRY, B. et al. Soil fauna as bioindicators of organic matter export in temperate forests. Ecologia Florestal e Gestão, v.429, p.549-557, 2018. DOI: 10.1016/j.foreco.2018.07.053

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA - EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2006. 306p.

FIDELIS, R.R.; GONZAGA, L.A.M.; SILVA, J. et al. Macrofauna edáfica em consórcio de sorgo e soja sob incremento de nitrogênio na gramínea. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.10, n.1, p.4-7, 2015. DOI: 10.18378/rvads.v10i1.2817

FONDERFLICK, J.; BESNARD, A.; BEURET, A. et al. The impact of grazing management on Orthoptera abundance varies over the season in Mediterranean steppe-like grassland. Acta Oecologica, v.60, p.7-16, 2014. DOI: 10.1016/j.actao.2014.07.001

GATIBONI, L.C.; COIMBRA, J.L.M.; WILDNER, L.P. et al. Modificações na fauna edáfica durante a decomposição da palhada de centeio e aveia preta, em sistema plantio direto. Biotemas, v.22, n.2, p.2-3, 2009. DOI: 10.5007/2175-7925.2009v22n2p45

GRACIANI, C.; GARCIA, F.R.M.; COSTA, M.K.M. Análise faunística de gafanhotos (Orthoptera, Acridoidea) em fragmento florestal próximo ao Rio Uruguai, município de Chapecó, Santa Catarina. Biotemas, v.18, n.2, p.7-10, 2005. DOI: 10.5007/%25x

HÖFER, H.; HANAGART, W.; GARCIA, M. et al. Struture and function of soll fauna communities in Amazonian anthropogenic and natural ecosystems. Euro Journal of Soil Biology, v.37, p.229-235, 2001. DOI: 10.1016/S1164-5563(01)01089-5

INSTITUTO RIO GRANDENSE DO ARROZ - IRGA. Médias Climatológicas Santo Ângelo. In: https://irga.rs.gov.br/medias-climatologicas (acessado em 15 de Junho de 2019).

JIANG, Y.; MA, N.; CHEN, Z. et al. Soil macrofauna assemblage composition and functional groups in no-tillage with corn stover mulch agroecosystems in a Mollisol area of northeastern China. Applied Soil Ecology, v.128, p.61-70, 2018. DOI: 10.1016/j.apsoil.2018.04.006

LAVELLE, P.; DANGERFIELD, M.; FRAGOSO, C. et al. The relationship between soil macrofauna and tropical soil fertility, in the biological management of tropical soil fertility. In: WOOMER, P.L.; SWIFT, M.J. (Ed.) The biological management of tropical soil fertility. Chichester: Wiley, 1994. p.137-169.

MARTINS, R.P.; BARBEITOS, M.S. Adaptações de insetos a mudanças no ambiente: ecologia e evolução da diapausa. Oecologia Brasiliensis, v.8, p.149-192, 2000. DOI: 10.4257/oeco.2000.0801.06

MOREIRA, F.M.S.; CARES, J.E.; ZANETTI, R. et al. O ecossistema solo. Lavras: UFLA, 2013. 351p.

MOREIRA, F.M.S., HUISIN, J., BIGNELL, D.E. Manual de Biologia dos Solos Tropicais. Amostragem e Caracterização da Biodiversidade. 1 ed. Lavras UFLA, 2010. 367p.

NUNES, L.A.P.L.; SILVA, D.I.B.; ARAÚJO, A.S.F. et al. Caracterização da fauna edáfica em sistemas de manejo para produção de forragens no Estado do Piauí. Revista Ciência Agronômica, v.43, n.1, p.30-37, 2012. DOI: 10.1590/S1806-66902012000100004

OLIVEIRA, E.R.; MONÇÃO, F.P.; GOES, R.H.T.B. et al. Degradação ruminal da fibra em detergente neutro de gramíneas do gênero Cynodon spp em quatro idades de corte. Agrarian, v.6, n.20, p.205-214, 2013.

PACHECO, L.P.; LEANDRO, W.M.; MACHADO, P.D.A. et al. A produção de fitomassa e acúmulo e liberação de nutrientes por plantas de cobertura na safrinha. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, p.17-25, 2011. DOI: 10.1590/S0100-204X2011000100003

PORTILHO, I.I.R.; CREPALDI, R.A.; BORGES, C.D. et al. Fauna invertebrada e atributos físicos e químicos do solo em sistemas de integração lavoura‑pecuária. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.46, p.1310-1320, 2011. DOI: 10.1590/S0100-204X2011001000027

ROCHA, W.O.; DORVAL, A.; FILHO, O.P. et al. Formigas (Hymenoptera: Formicidae) bioindicadoras de degradação ambiental em Poxoréu, Mato Grosso, Brasil. Floresta e Ambiente, v.22, n.1, p.88-98, 2015. DOI: 10.1590/2179-8087.0049.

SCORIZA, R.N. Efeito do cultivo de plantas de cobertura sobre a fauna edáfica. Revista Brasileira de Agroecologia, v.11, n.4, p-5-9, 2016.

SILVA, R,F.; AQUINO, A.M.; MERCANTE, F.M. et al. Macrofauna invertebrada do solo sob diferentes sistemas de produção em Latossolo da região do Cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.41, p.697-704, 2006. DOI: 10.1590/S0100-204X2006000400022

SILVA, R.F.; CORASSA, G.M.; BERTOLLO, G.M. et al. Fauna edáfica influenciada pelo uso de culturas e consórcios de cobertura do solo. Pesquisa Agropecuária Tropical, v.43, n.2, p.130-137, 2013.

VIEIRA, L.M.; MENDEL, S.M. Riqueza de artrópodes relacionada à complexidade estrutural da vegetação: uma comparação entre métodos. In: VENTICINQUE, E.; HOPKINS, M. (Ed.). Ecologia de campo: curso de campo. Campo Grande: UFMS, 2002.

WU, P.; WANG, C. Differences in spatiotemporal dynamics between soil macrofauna and mesofauna communities in forest ecosystems: The significance for soil fauna diversity monitoring. Geoderma, v.337, p.266-272, 2019. DOI: 10.1016/j.geoderma.2018.09.031

YIN, X.; MA, C.; HE, H. et al. Distribution and diversity patterns of soil fauna in different salinization habitats of Songnen Grasslands, China. Applied Soil Ecology, v.123, p.375-383, 2018. DOI: 10.1016/j.apsoil.2017.09.034

Downloads

Publicado

2020-06-27

Como Citar

Mott Lucero, E., Costa Beber Vieira, R., & Hübert Neufeld Vieira, Ângela D. (2020). INVERTEBRADOS EDÁFICOS EM CULTURAS DE VERÃO E INVERNO NO NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 10(1), 67-74. https://doi.org/10.21206/rbas.v10i1.9281