CONFORMIDADE DO POSTO DE OPERAÇÃO DE PULVERIZADORES AUTOPROPELIDOS

  • André Luis Casali
  • Marcelo Silveira de Farias
  • José Fernando Schlosser
  • Leonardo Nabaes Romano
  • Daniel Uhry
Palavras-chave: ergonomia, conforto, operador

Resumo

As operações com pulverizadores autopropelidos exigem um grande esforço físico e mental dos operadores. A correta disposição dos comandos aumenta, consideravelmente, a eficiência da operação. Em vista disso, este trabalho teve como objetivo identificar e comparar a localização dos comandos de uso frequentes e raros pelo operador em cinco pulverizadores autopropelidos, segundo a norma ISO 15077. Foram medidas as coordenadas dos principais comandos de operação em relação ao SIP (Seat Index Point). A análise revelou que o número de comandos decresce à medida que o nível tecnológico do pulverizador aumenta. Entre os comandos de acionamento frequentes, presentes em todos os pulverizadores, destacam-se os modelos 4730 e Patriot 350, que obtiveram 100% dos comandos dentro da Zona de Conforto nos dois perfis analisados. Os pulverizadores Impactus 2750, Patriot 350 e Gladiador 3000 não obtiveram comandos localizados na zona inacessível em nenhum dos dois perfis analisados. Desta forma, podemos concluir que os modelos avaliados apresentam grande variação no número dos comandos, que se encontram, na maioria dos casos, dentro da zona de conforto para pulverizadores com maior nível tecnológico e em menor expressão em pulverizadores com menor nível tecnológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-23
Como Citar
Casali, A. L., Farias, M. S. de, Schlosser, J. F., Romano, L. N., & Uhry, D. (2011). CONFORMIDADE DO POSTO DE OPERAÇÃO DE PULVERIZADORES AUTOPROPELIDOS. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 19(6), 548-556. https://doi.org/10.13083/reveng.v19i6.299
Seção
Mecanização Agrícola

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##