DEPOSIÇÃO DE CALDA AO LONGO DO DOSSEL NA CULTURA DA SOJA UTILIZANDO PULVERIZADOR EQUIPADO COM CONTROLADOR DE FLUXO

Autores

  • Nelson Cristiano Weber Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Eloá Matos dos Santos Universidade Federal do Pampa
  • Alexandre Russini Universidade Federal do Pampa
  • Fernando Felisberto da Silva Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v25i5.843

Palavras-chave:

Agrotóxicos, Glycine max, tecnologia de aplicação.

Resumo

A soja é uma das principais culturas de grãos produzida no Brasil, sendo tal produção alicerçada sobre intensa utilização de produtos fitossanitários, assim, a tecnologia de aplicação empregada durante as operações deve ser ajustada às condições técnico-econômicas requeridas. Neste contexto, objetivou-se avaliar a deposição de calda utilizando um controlador eletrônico de ?uxo, em operação realizada em diferentes condições climáticas e operacionais sobre a cultura da soja. O trabalho foi desenvolvido no município de Itaqui/RS, em lavoura comercial de soja, na safra 2014/15, avaliando o efeito de diferentes horários e volumes de calda, sobre três estratos do dossel vegetal. A deposição foi avaliada com cartões hidrossensíveis e processado pelo software Gotas. Os dados foram submetidos à análise de variância e comparados pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Os resultados demonstraram maior desuniformidade nas porções inferiores do dossel, e que a maior parte do volume aplicado ficou retido na porção superior. O volume de calda foi o fator que mais in?uenciou sobre a penetração, e somente gotas finas conseguiram penetrar até a porção basal das plantas, principalmente quando associado ao horário das 14 horas, sendo que o controlador eletrônico de ?uxo não foi eficiente para aprimorar o processo de aplicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-11-24

Como Citar

Weber, N. C., Santos, E. M. dos, Russini, A., & Silva, F. F. da. (2017). DEPOSIÇÃO DE CALDA AO LONGO DO DOSSEL NA CULTURA DA SOJA UTILIZANDO PULVERIZADOR EQUIPADO COM CONTROLADOR DE FLUXO. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 25(5), 459-468. https://doi.org/10.13083/reveng.v25i5.843

Edição

Seção

Mecanização Agrícola

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)