PONTOS CRÍTICOS EM UNIDADES ARMAZENADORAS DE ARROZ PARA OCORRÊNCIA DE INSETOS

  • Fernando Felisberto da Silva
  • Renan Lopes Escovar
  • Naymã Pinto Dias
  • Larissa Canhadas Bertan
Palavras-chave: arroz armazenado, controle de qualidade, pragas de grãos armazenados, proflaxia

Resumo

O Rio Grande do Sul é o principal estado produtor e armazenador de arroz do Brasil, com destaque para a região Fronteira Oeste. Objetivou-se, com este trabalho, detectar os pontos críticos para a ocorrência de insetos em duas unidades armazenadoras de arroz no município de Itaqui, Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Foram realizadas inspeções visuais em duas unidades armazenadoras durante o recebimento da safra 2010/2011 e estabelecidos os critérios de presença de insetos adultos e o acúmulo de impurezas, resíduos de grãos e poeira. Foram inspecionados: o pátio de estacionamento externo e interno, balanças, moegas de descarga, área de secagem, adjacências dos silos armazenadores, indústria de beneficiamento, unidades armazenadoras de produto finalizado, laboratório e classificação, elevadores e túneis. Os resultados apontaram como pontos críticos para ocorrência de pragas, o pátio de estacionamento externo e interno, a balança, as moegas de descarga, a área de secagem, as adjacências de silos, os pés de elevadores, as esteiras transportadoras e os túneis da indústria de beneficiamento. O acúmulo de poeira e os resíduos são os principais responsáveis pelos pontos críticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-08-07
Como Citar
Silva, F. F. da, Escovar, R. L., Dias, N. P., & Bertan, L. C. (2017). PONTOS CRÍTICOS EM UNIDADES ARMAZENADORAS DE ARROZ PARA OCORRÊNCIA DE INSETOS. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 25(3), 223-229. https://doi.org/10.13083/reveng.v25i3.731
Seção
Armazenamento e Processamento de Produtos Agrícolas

Most read articles by the same author(s)