GRADIENTES PLUVIOMÉTRICOS DO ESTADO DE PERNAMBUCO: UMA ANÁLISE DO LITORAL AO SEMIÁRIDO

  • Marcelo José da Silva Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF).
  • Maria Gabriela de Queiroz Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil, Departamento de Engenharia Agrícola
  • Alexandre Maniçoba da Rosa Ferraz Jardim Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada
  • George do Nascimento Araújo Júnior Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada
  • Thieres George Freire da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada
Palavras-chave: análise de regressão, dados geográficos, precipitação

Resumo

A precipitação pluvial é uma das variáveis mais importantes para a atividade agrícola, com variabilidade espaço-temporal em função da localização geográfica e de fenômenos atmosféricos. Assim, objetivou-se identificar a influência de fatores geográficos e de fenômenos atmosféricos que contribuem para a variabilidade espaço-temporal da precipitação pluviométrica do litoral ao semiárido do estado de Pernambuco. Foram usados normais climatológicas de precipitação pluviométrica de 11 municípios do estado de Pernambuco, provenientes do Instituto Nacional de Meteorologia. Os valores mensais e anuais foram relacionados aos dados geográficos, por meio de análise de regressão, e as suas tendências foram associadas a fenômenos atmosféricos regionais. Verificou-se que houve relação significativa da altitude, quando não se considerou os dados do município de Recife, e da longitude, sendo desprezados dados de Triunfo, com a precipitação pluviométrica anual e a maioria dos dados mensais (p < 0,10). Essas tendências estão associadas às penetrações de sistemas frontais e ao posicionamento da Zona de Convergência Intertropical no nordeste brasileiro. Conclui-se que os gradientes pluviométricos do litoral ao semiárido de Pernambuco são explicados pela variação do relevo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo José da Silva, Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF).
Engenheiro Agrônomo, Mestrando em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF).
Maria Gabriela de Queiroz, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil, Departamento de Engenharia Agrícola
Engenheira Agrônoma, Doutoranda em Meteorologia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (UFV).
Alexandre Maniçoba da Rosa Ferraz Jardim, Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada
Engenheiro Agrônomo, Mestrando em Produção Vegetal pela Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UFRPE/UAST).
George do Nascimento Araújo Júnior, Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada
Engenheiro Agrônomo, Mestrando em Produção Vegetal pela Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UFRPE/UAST).
Thieres George Freire da Silva, Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada
Engenheiro Agrônomo, Doutor em Meteorologia Agrícola, pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), Professor Adjunto IV da Área de Meteorologia Aplicada à Ciências Agrárias, Ambientais e Exatas.
Publicado
2018-06-29
Como Citar
Silva, M. J. da, Queiroz, M. G. de, Jardim, A. M. da R. F., Araújo Júnior, G. do N., & Silva, T. G. F. da. (2018). GRADIENTES PLUVIOMÉTRICOS DO ESTADO DE PERNAMBUCO: UMA ANÁLISE DO LITORAL AO SEMIÁRIDO. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 26(3), 240-249. https://doi.org/10.13083/reveng.v26i3.889
Seção
Meteorologia Aplicada