Geografia Física no ensino superior: entendimentos preliminares do conceito e das relações com a natureza

Autores

Palavras-chave:

natureza, geografia física, ensino superior

Resumo

Uma das características mais icônicas da Geografia é o seu constante contato com outras ciências. O conteúdo da geografia física, especificamente, e a sua interface com outras ciências como a física, a química e a estatística fazem esta área de saber científico ser visto com certo temor e técnicas tidas como favoritas da geografia física, como as tecnologias de informação geográfica, vem ampliando seu distanciamento do objeto geográfico. Nesse sentido, o presente trabalho busca compreender, a partir das noções conceituais de natureza, sociedade e suas relações, as diferentes visões de natureza e limitações enfrentadas pelo “geógrafo calouro” e extrair qual ou quais naturezas existem em suas interpretações. Tendo esse problema em mente, os dados amostrados foram coletados através de um questionário aberto e a análise das respostas foram categorizadas em três grandes grupos: o de natureza intocada, o de natureza transformada e o de natureza como recurso. Os resultados obtidos foram quatro nuvens de palavras-chave que mais se evidenciaram nas respostas dos alunos e que a diversidade do conceito de natureza dentro e fora da ciência foi o dado mais relevante da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABDALA, V. IBGE: taxa de desemprego de jovens atinge 27,1% no primeiro trimestre. AgênciaBrasil. Brasília, 15 de maio de 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.

ebc.com.br/economia/noticia/2020-05/ibge-taxa-de-desemprego-de-jovens-atinge-271-no-primeiro-trimestre. Acesso em: Setembro 2020.

BARBOSA, T. O conceito de natureza e análises dos livros didáticos de geografia. Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciência e Tecnologia – Campus de Presidente Prudente – SP. 315p. 2006. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/bitstream/hand/114/89788barbosa_t_me_prud.pdf?sequence=1. Acesso em: Julho 2020.

CANTELLI, J. R. Natureza, meio ambiente e sustentabilidade: revisão histórica dos conceitos e suas correlações na ciência geográfica. / II CONGRESSO BRASILEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO / XIV SEMINÁRIO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA. UNESP – Rio Claro. 2019.

CARACRISTI, I. Revisitando o pensamento do professor Carlos Augusto Monteiro como motivação às necessárias reflexões epistemológicas dos estudos geográficos da natureza. Revista Geo UERJ, Rio de Janeiro, n. 34, p. 1-17. 2019.

DAMIANI, A. L. Meio ambiente: privatização da natureza em Cubatão. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo. n. 62, p. 47-66. 1985.

DIEGUES, A. C. S. O mito moderno da natureza intocada. /. – 6ª. Ed. ampliada – São Paulo: Hucitec: Nupaub-USP/Cec. 2008.

FIALHO, E. S. O meio ambiente: o discurso geográfico rumo a transdisciplinaridade. Revista Ponto de Vista. Viçosa – MG, v. 4, p. 39-48, 2007.

MENDONÇA, F. Geografia física: ciência humana? Ed., 3ª reimpressão. – São Paulo: Contexto, 2019,

PORTO-GONÇALVES, C. W. A globalização da natureza e a natureza da globalização. 8ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 2018.

SANTOS, M. Espaço e Método. O espaço e seus elementos: questões de método. – 4. ed. – São Paulo: Nobel, 1997. Disponível em: http://files.leadt-ufal.webnode.com.br/200000027-8dca98ec4a/oespacoemetodopreambuloecapitulo1.pdf. Acesso em: Julho 2020.

THOMAS, K. O homem e o mundo natural: mudanças de atitude em relação às plantas e aos animais (1500-1800) / Keith Thomas ; tradução João Roberto Martins Filho ; consultor desta edição Renato Janine Ribeiro ; consultor de termos zoológicos Márcio Martins – São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

VITTE, A. C. Metafísica, natureza e geografia: apontamentos para o debate sobre a geografia física moderna. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo. n. 85, p. 7-27. 2006.

Downloads

Publicado

2020-10-21

Como Citar

MARINHO, M. Geografia Física no ensino superior: entendimentos preliminares do conceito e das relações com a natureza. REVISTA PONTO DE VISTA, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 39-56, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/RPV/article/view/10801. Acesso em: 28 nov. 2020.

Edição

Seção

Artigos Científicos