A Internacionalização do Ensino Superior na perspectiva de Escritórios de Relações Internacionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33228/scribes.2021.v2.13660

Resumo

Este estudo tem como objetivo compreender as principais motivações, impactos esperados e os desafios à estratégia de internacionalização no Ensino Superior, sob a perspectiva de responsáveis por escritórios de relações internacionais dessas instituições. Ressalta-se que o tema da internacionalização tem recebido maior relevância no ensino superior, uma vez que representa um meio para diferentes ganhos institucionais. Nesse sentido, novas concepções sobre esse processo são estudadas, tendo em vista as razões pelas quais as IEs buscam a internacionalização. Aplicou-se uma entrevista semiestruturada a sete responsáveis pela coordenação de escritórios internacionais de instituições de ensino. Essas entrevistas foram realizadas num evento internacional com participação por adesão. Ademais, utilizou-se a análise de conteúdo para compreender os dados obtidos. Os resultados apontaram que as principais motivações para internacionalizar são de natureza acadêmica/institucional e/ou sociocultural.

Palavras-chave: Internacionalização do ensino superior; Escritórios internacionais; Desafios à internacionalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Andrea Liessem Vigorena

Doutora em Administração pela Universidade Positivo (Curitiba/ PR) com tese sobre a temática da Internacionalização em Instituições de Ensino. Professora adjunta da Unioeste (Toledo/PR).

Patricia Stafusa Sala Battisti

Doutora em Administração pela Universidade Positivo (Curitiba/ PR) com tese sobre a temática da Internacionalização. Professora adjunta da Unioeste (Toledo/PR)

Downloads

Publicado

2022-02-16

Como Citar

Andrea Liessem Vigorena, D., & Stafusa Sala Battisti, P. (2022). A Internacionalização do Ensino Superior na perspectiva de Escritórios de Relações Internacionais. SCRIBES - Brazilian Journal of Management and Secretarial Studies, 2(2). https://doi.org/10.33228/scribes.2021.v2.13660

Edição

Seção

Artigos