Relações entre trabalho e gênero na pandemia do covid-19

o invisível salta aos olhos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31423/oikos.v32i1.10526

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a relação entre trabalho e gênero no cenário atual de pandemia causada pelo covid-19. O texto trata especificamente da intensificação do trabalho feminino, remunerado ou não, no período da quarentena causada pelo coronavírus. O estudo é de natureza qualitativa, descritiva e documental, pautado na análise de dados secundários a respeito da divisão sexual do trabalho no período de distanciamento social. Após a análise dos dados foi possível verificar que o trabalho executado por mulheres na área da saúde e no espaço doméstico (remunerado ou não) sofreu significativa intensificação diante do isolamento social determinado por autoridades governamentais para evitar a contaminação pelo coronavírus. Os dados reforçam, ainda, que permanecem as desigualdades de gênero, historicamente presentes na sociedade brasileira. Diante do exposto, ressalta-se a importância do Estado incorporar na sua agenda política medidas para combater não apenas o coronavírus, mas também as desigualdades de gênero no trabalho executado por mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dayse Amâncio dos Santos , UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Graduada em Ciências Sociais (UFPE), Graduada em Direito (UNICAP), Doutora e Pós-Doutora pela UFPE, Professora Adjunta da UFRPE. Atou como coordenadora-ajunta do I Curso de I Curso de Especialização em Gênero, Desenvolvimento e Políticas Públicas; Coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos em Direito (NIED)

Referências

ALVES, José Eustáquio Diniz. Desafios da equidade de gênero no século XXI. Rev. Estud. Fem., Florianópolis , v. 24, n. 2, p. 629-638, ago. 2016.

ARENDT, Hannah. A condição humana. 4. ed. Rio de Janeiro: Forence Universitária. 1998. 339 p.

CAMURÇA, Silvia. ‘Nós Mulheres’ e nossa experiência comum. Cadernos de Crítica Feminista, Recife, ano 1, n.0, p. 12-23, dez, 2007.

COFEN (Conselho Federal de Enfermagem ). Nota Técnica pontua vulnerabilidade da Enfermagem na pandemia. 2020. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/nota-tecnica-do-consorcio-maria-da-penha-pontua-vulnerabilidade-da-enfermagem-na-pandemia_79073.html. Acesso em: 20 abr. 2020.

DUARTE, Joana das Flores. Gênero, quarentena e Covid-19:: por uma crítica ao trabalho doméstico. por uma crítica ao trabalho doméstico. 2020. Disponível em: https://www.clacso.org/genero-quarentena-e-covid-19-por-uma-critica-ao-trabalho-domestico/. Acesso em: 15 abr. 2020.

HIRATA, Helena. A precarização e a divisão internacional e sexual do trabalho. Sociologias, Porto Alegre , n. 21, p. 24-41, June 2009 .

HIRATA, Helena; KERGOAT, Danièle. Novas configurações da divisão sexual do trabalho. Cad. Pesqui., São Paulo , v. 37, n. 132, p. 595-609, dez. 2007.

IPEA/INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA. Dossiê mulheres negras: retrato das condições de vida das mulheres negras no Brasil. Brasília: IPEA, 2013.160p.

____. Retrato das Desigualdades de Gênero e Raça. 2017. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=29526. Acesso em: 06 mar. 2017.

LOPES, Marta Júlia Marques; LEAL, Sandra Maria Cezar. A feminização persistente na qualificação profissional da enfermagem brasileira. Cad. Pagu, Campinas, n. 24, p. 105-125, jun. 2005.

LANCET, The. COVID-19 in Brazil: ?so what??. The Lancet, [s.l.], v. 395, n. 10235, p. 1461, maio 2020. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/s0140-6736(20)31095-3.

LISBOA, Teresa Kleba. Políticas Públicas com Perspectiva de Gênero: afirmando a igualdade e reconhecendo as diferenças. Fazendo Gênero 9, Florianópolis, UFSC. 2010. Disponível em: <http://www.fazendogenero.ufsc.br/9/resources/anais/1278289946_ARQUIVO_Texto. ST_Completo_FG9.pdf>. Acessado em: 16 mar.2016.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O Desafio do Conhecimento: Pesquisa Qualitativa em Saúde. São Paulo: Hucitec, 2015. 269 p.

NETTO, José Paulo; BRAZ, Marcelo. Economia política: uma introdução crítica. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2007. (Biblioteca básica do serviço social; v. 1).

RAMOS, Daniela Peixoto. Pesquisas de usos do tempo: um instrumento para aferir as desigualdades de gênero. Rev. Estud. Fem., Florianópolis, v. 17, n. 3, p. 861-870, dez. 2009.

SAFFIOTI, Heleieth. O Poder do Macho. São Paulo: Editora Moderna, 1987. Disponível em: <http://ujcsp.net/wp-content/uploads/2015/09/hs-O-poder-domacho.pdf>. Acessado em: 08 out. 2015.

________. Contribuições feministas para o estudo da violência de gênero. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cpa/n16/n16a07.pdf>. Acessado em: 08 out. 2015.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade, vol. 16, no 2, Porto Alegre, jul./dez. 1995

OPAS, Brasil (Organização Pan-Americana de Saúde, OMS) 2020. Folha informativa – COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus). Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875. Acesso em 17/04/2020

MELO, Hildete Pereira De. A vida das mulheres em tempos de pandemia. 2020. Disponível em: https://www.fes-brasil.org/detalhe/a-vida-das-mulheres-em-tempos-de-pandemia/. Acesso em: 13 abr. 2020.

ONU MULHERES BRASIL. Podemos mudar a maré em favor da igualdade de gênero. 2020. Disponível em: http://www.onumulheres.org.br/noticias/podemos-mudar-a-mare-em-favor-da-igualdade-de-genero-afirma-diretora-executiva-da-onu-mulheres/. Acesso em: 13 abr. 2020.

ONU MULHERES BRASIL. Trabalhadoras domésticas fazem campanha por direitos durante a pandemia Covid-19 e articulam apoio da cooperação internacional. 2020. Disponível em: http://www.onumulheres.org.br/noticias/trabalhadoras-domesticas-fazem-campanha-por-direitos-durante-a-pandemia-covid-19-e-articulam-apoio-da-cooperacao-internacional/. Acesso em: 03 abr. 2020.

WHO/WORLD HEALTH ORGANIZATION. International Health Regulations. 3ª ed. 2005. Disponível em: https://www.who.int/ihr/publications/9789241580496/en/. Acesso em: 03 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2021-04-29

Como Citar

Amâncio dos Santos , D. ., & Barbosa da Silva, L. . (2021). Relações entre trabalho e gênero na pandemia do covid-19: o invisível salta aos olhos. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 32(1), 10-34. https://doi.org/10.31423/oikos.v32i1.10526