Consumo de suplementos alimentares: alerta à saúde pública

Autores

  • Daniele Custódio Gonçalves das Neves Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Instituto de Ciências Sociais Aplicadas.
  • Renata Vaqueiro Pereira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Instituto de Tecnologia. Bolsista do PIBIC/ CNPq.
  • Denis Salustiano Lira Universidade Federal de São Paulo
  • Ivis Claudino Firmino Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Instituto de Tecnologia.
  • Katia Cilene Tabai Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ.

Resumo

Devido à importância do tema para a saúde pública, analisou-se o perfil de 300 usuários de suplementos alimentares em academias dos municípios da cidade de São Paulo e de Seropédica, Estado do Rio de Janeiro, em janeiro e fevereiro de 2015, após a submissão do projeto ao Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), identificando, inclusive, os produtos mais utilizados, sua finalidade e a fonte de orientação. O perfil encontrado em ambas as cidades foi de jovens adultos do sexo masculino entre 26 e 33 anos, com ensino médio completo e renda salarial de um a três salários mínimos. Os suplementos alimentares mais consumidos foram whey protein, aminoácidos (BCAA), creatina e outras substâncias, como esteroides anabólico-androgênicos. O consumo desses suplementos foi instigado por instrutores, amigos, nutricionistas ou por autoprescrição. A iniciativa do consumo foi para obter possíveis melhoras no treino e na estética corporal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Custódio Gonçalves das Neves, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Instituto de Ciências Sociais Aplicadas.

Pós-graduanda em Gestão e Estratégia em Agronegócio e Graduada em Economia Doméstica.

Renata Vaqueiro Pereira, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Instituto de Tecnologia. Bolsista do PIBIC/ CNPq.

Graduanda em Engenharia de Alimentos

Denis Salustiano Lira, Universidade Federal de São Paulo

Graduando em Licenciatura Plena em Ciências ênfase Ciências Biológica

Ivis Claudino Firmino, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Instituto de Tecnologia.

Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos

Katia Cilene Tabai, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ.

 

Departamento de Economia Doméstica e Hotelaria

Professora da Área de Alimentos e Nutrição

Referências

ANDRADE, L. A.; BRAZ, V. G.; NUNES, A. P. O.; VELUTTO, J. N.; MENDES, R. R. Consumo de suplementos alimentares por clientes de uma Clínica de Nutrição Esportiva de São Paulo. Rev. Bras. Ci. e Mov., v. 3, n. 20, p. 27-36, 2012.

ARAÚJO, M. F.; NAVARRO, F. Consumo de suplementos nutricionais por alunos de uma academia de ginástica, Linhares, Espírito Santo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 2, n. 8, p. 46-54, 2008.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998. Aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. Brasília: Ministério da Saúde; 1998. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/scriptsweb/anvisalegis/VisualizaDocumento.ap?ID=939&Versao=2>. Acesso em: 4 Jul. 2014.

BRASIL. Resolução RDC nº 18, de 27 de abril de 2010. Aprova Regulamento Técnico sobre alimentos para atletas, nos termos desta Resolução. Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. Diário Oficial da União, Brasília, 26 de abril de 2010. Disponível em: <http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/eb12e1804cc1568a88de9fc8a8d1b925/RDC+18_2010.pdf?MOD=AJPERES>. Acesso em: 29 Jul. 2015.

CARMO, E. C.; BUENO JUNIOR, C. R.; FERNANDES, T.; BARRETTI, D.; SOARES, S. F.; SILVA JUNIOR, N. D.; UCHIDA, M. C.; BRUM, P. C.; OLIVEIRA, E. M. O papel do esteroide anabolizante sobre a hipertrofia e força muscular em treinamentos de resistência aeróbia e de força. Ver. Bras. Med. Esporte, v. 17, n. 3, p. 212-217, 2011.

DOMINGUES, S. F.; MARINS, J. C. B. Utilização de recursos ergogênicos e suplementos alimentares por praticantes de musculação em Belo Horizonte, MG. Fit Perf J., v. 6, n. 4, p. 218-226, 2007.

FAGUNDES, A. F. A.; VEIGA, R. T.; SAMPAIO, D. O.; SOUSA, C. V. A. Publicação acadêmica de marketing esportivo no Brasil. Revista Brasileira de Marketing (REMARK), v. 11, n. 2, p. 96-123, 2012.

FIRMINO, I. C. Suplementos alimentares para atletas: averiguação da adequação da rotulagem frente à legislação brasileira vigente. 2014. 89 f. Dissertação (Mestrado) –Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

FIRMINO, I. C.; TABAI, K. C. Suplementos alimentares para atletas: irregularidades nos rótulos. Higiene Alimentar, v. 27, n. 218/219, p. 163-165, 2013.

FIRMINO, I. C.; LOPES, B. O.; NEVES, D. C. G.; TABAI, K. C. Irregularidades nas rotulagens de suplementos proteicos para atletas. Higiene Alimentar, v. 29, p. 1137-1141, 2015.

FONTES, A. M. S. A.; NAVARRO, F. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de atividades físicas em academias de Sete Lagoas-MG. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 4, n. 24, p. 515-523, 2010.

GOSTON, J. L. Prevalência do uso de suplementos nutricionais entre praticantes de atividade física em academias de Belo Horizonte: fatores associados. 2008. 74 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Farmácia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo horizonte, 2008.

HARRISON, R. A. et al. Are those in need taking dietary supplements? A survey of 21923 adults. British Journal of Nutrition, Manchester, v. 91, n. 4, p. 617-623, 2004.

HIRSCHBRUCH, M. D.; FISBERG, M.; MOCHIZUKI, L. Consumo de suplementos por jovens frequentadores de academias de ginástica em São Paulo (Supplement use amongst young individuals in São Paulo’s fitness centers). Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 14, n. 6, p. 539-543, 2008. Disponível em: <www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2009/anais/.../0501_07 44_01.pdf>. Acesso em: 30 Maio 2014.

HUANG, S. S.; JOHNSON, K.; PIPE, A. L. The use of dietary supplements and medications by Canadian athletes at the Atlanta and Sydney Olympic Games. Clinical Journal of Sport Medicine, Ontario, v. 16, n. 1, p. 27-33, 2006.

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA – INMETRO. Inmetro testa marcas de Whey Protein. Disponível em: <http://g1.globo.co m/fantastico/quadros/inmetro/noticia/2014/08/marcas-de-whey-protein-sao-reprovadas-no-teste-do-inmetro.html>. Acesso em: 24 Ago. 2014.

IRIART, J. A. B.; CHAVES, J. C.; ORLEANS, R. G. Culto ao corpo e uso de anabolizantes entre praticantes de musculação, Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 25, n. 4, p. 773-782, 2009.

LIMA, A. P.; CARDOSO, F. B. Alterações fisiológicas e efeitos colaterais decorrentes da utilização de esteroides anabolizantes androgênicos. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v. 9, n. 29, 2011.

LIMA, L. D.; MORAES, C. M. B.; KIRSTEN, V. R. Dismorfia muscular e o uso de suplementos ergogênicos em desportistas. Rev. Bras. Med. Esporte, v. 16, n. 6, 2010.

LINHARES, T. C.; LIMA, R. M. Prevalência do uso de suplementos alimentares por praticantes de musculação nas academias de Campos dos Goytacazes-RJ, Brasil. Vértices, v. 8, n. 1, p. 101-122, 2006.

MATTANO, C. R. T.; COMARELLA, L. O uso de esteroides anabolizante-andrôgenicos por praticantes de musculação em academias em São José dos Pinhais, PR. Revista Uniandrade, v. 13, n. 2, p. 141-153, 2013.

NASCIMENTO, G. N. L.; OLIVEIRA, S. R. U.; GOMES, C. C. M. T. F.; GRATÃO, L. H. A. Análise do conhecimento sobre suplementos alimentares de estudantes da área da Saúde. In: COBRAN NUTRIÇÃO ESPORTIVA, 2014. Anais... [S.l.], 2014. p. 4-5.

NOVELLI, M.; STRUFALDI, M. B.; ROGERO, M. M.; ROSSI, L. Suplementação de glutamina aplicada à atividade física. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, v. 15, n. 1, p. 109-117, 2007.

PAULA, S. L.; SANTOS, D.; OLIVEIRA, D. M. glutamina como recurso ergogênico na prática do exercício físico. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 9, n. 51, p. 261-270, 2015.

REZENDE, M.; TIRAPEGUI, J. Relação de alguns suplementos e o desempenho físico. Alan., v. 50, n. 4, p. 201-216, 2000.

ROSA, V.; PERINA, F. Consumo de suplementos nutricionais e anabolizantes de frequentadores de academia de Nova Aliança, SP. Revista Científica UNILAGO – União das Faculdades dos Grandes Lagos, p. 13-30, 2013. Disponível em: <http://www.unilago.edu.br/revista/edicaoatual/sumario/downloads/2013/ConsumO%20de%20suplementos%20nutriocionais%20e%20anabolizantes%20de%20frequentadores%20de%20academia%20de%20nova%20aliança.pdf>. Acesso em: 30 Maio 2014.

SANTOS, M. A.; SANTOS, R. Uso de suplementos alimentares como forma de melhorar a performance nos programas de atividade física em academias de ginástica. Revista Paulista de Educação Física, v. 16, n. 2, p. 174-185, 2002.

SANTOS, A. F.; MENDONÇA, P. M. H. M.; SANTOS, L. A.; SILVA, N. F.; TAVARES, J. K. L. Anabolizantes: conceitos segundo praticantes de musculação em Aracaju (SE). Psicologia em Estudo, Maringá, PR, v. 11, n. 2, p. 371-380, 2006.

SANTOS, H. V. D.; OLIVEIRA, C. C. P.; FREITAS, A. K. C.; NAVARRO, A. C. Consumo de suplementos alimentares por praticantes de exercício físico em academias de bairros nobres da cidade do recife. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 7, n. 40, p. 204-211, 2013.

SILVA, A. A.; MARINS, J. C. B. Consumo e nível de conhecimento sobre recursos ergogênicos nutricionais em atletas. Biosci. J., Uberlândia, MG, v. 29, n. 4, p. 1038-1048, 2013.

SILVA, J. Suplementação nutricional: o uso de suplementos nutricionais nas academias de ginástica de Picuí-PB. 2014. 39 f. Monografia (Trabalho de Conclusão do Curso de Graduação em Educação Física) – Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Estadual da Paraíba, João Pessoa, 2014.

SILVA JUNIOR, S. H. A. Morbidade hospitalar por ingestão de esteroides anabólico-androgênicos (EAA) no Brasil. Rev. Bras. Med. Esporte, v. 19, n. 2, 2013.

SILVA, K. G.; LIMA, R. M. Prevalência da utilização de anabolizantes pelos estudantes de Educação Física na cidade de Campos dos Goytacazes. Centro Federal de Educação e Tecnologia de Campos dos Goytacazes, v. 9, n. 1/3, 2007. Disponível em: <http://www.essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/18092667.20 070009/43>. Acesso em: 26 Jun. 2015.

SILVA, R. F.; LIBERALI, R. Perfil do consumo de suplementos em praticantes de musculação de uma academia do município de Lajeado, RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 5, n. 30, p. 497-506, 2011.

SOBRAL, J. A. T.; MACÊDO, E. M. C.; ALMEIDA, A. M. R. Perfil dos consumidores de creatina praticantes de exercícios de força em academias de Caruaru-PE. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 8, n. 48, p. 373-379, 2014.

WAGNER, M. Avaliação do uso de suplementos nutricionais e outros recursos ergogênicos por praticantes de musculação em academias de um bairro de Florianópolis-SC. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 5, n. 26, p. 130-134, 2011. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/ 244/238>. Acesso em: 2 Ago. 2015.

Downloads

Publicado

2017-06-25

Como Citar

Gonçalves das Neves, D. C., Pereira, R. V., Lira, D. S., Firmino, I. C., & Tabai, K. C. (2017). Consumo de suplementos alimentares: alerta à saúde pública. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 28(1), 224-238. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3724

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)