Evolução da Participação Feminina e Masculina em Afazeres Domésticos no Brasil

  • Marcos Vinicius Dalagostini Bidarte Fundação Universidade de Rio Grande
  • Carolina Freddo Fleck Universidade Federal do Pampa
Palavras-chave: gênero, trabalho reprodutivo, distribuição do tempo

Resumo

Esta pesquisa apresenta uma análise da evolução da participação feminina e masculina na realização de afazeres domésticos no Brasil, considerando os dados publicados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) para o período 2004-2014. Os resultados revelam que o número médio de horas semanais gastas na realização de afazeres domésticos está crescendo apenas para os homens residentes nas Regiões Norte (1,6% a.a.) e Sul (1% a.a.); em relação às mulheres, apenas para as residentes na Região Norte (1,3% a.a.). Constatou-se que a participação masculina na realização de afazeres domésticos no Brasil cresceu, em média, 11% no período 2004-2014, enquanto que a das mulheres mostrou-se constante. No entanto, ainda se perpetua a desigualdade de gênero no país com relação à distribuição do tempo dedicado à realização de afazeres domésticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Vinicius Dalagostini Bidarte, Fundação Universidade de Rio Grande
Professor Substituto na FURG/ Mestre em Administração na UNIPAMPA
Carolina Freddo Fleck, Universidade Federal do Pampa
Professora Adjunta da UNIPAMPA/ Doutora em Administração pela UFRGS
Publicado
2019-03-17
Como Citar
Dalagostini Bidarte, M. V., & Freddo Fleck, C. (2019). Evolução da Participação Feminina e Masculina em Afazeres Domésticos no Brasil. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 30(1), 87-103. https://doi.org/10.31423/oikos.v30i1.8282