AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DE GRÃOS E DE BIOMASSA EM DOIS HÍBRIDOS DE MILHO SUBMETIDOS À DUAS CONDIÇÕES DE ADUBAÇÃO NO MUNICÍPIO DE SANTARÉM - PA

  • Antonia Mirian Nogueira de Moura Guerra Universidade Federal do Oeste da Bahia, Centro Multidisciplinar Campus de Barra
  • Júlia Batista Azevedo Ferreira niversidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
  • Thaís Silva Vieira Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
  • Jaci Roecker Franco Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
  • Ana Cecília Moura Costa Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
  • Paula Raniele Freitas Tavares Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Palavras-chave: CD384Hx, DKB350 VTPRO, grãos por espiga, Zea mays L.

Resumo

Com o desenvolvimento da exploração avícola na cidade de Santarém/PA, o uso da cama de aviário como fertilizante é uma opção atrativa para a exploração de culturas como soja e milho, bem como hortaliças. O objetivo deste trabalho foi estudar a produtividade de grãos e de biomassa de dois híbridos de milho submetidos a duas condições de adubação no município de Santarém/PA. Foi avaliada a combinação entre dois fatores, cultivares e adubação. As cultivares híbridas de milho foram: Híbrido CD384Hx Coodetec® e Híbrido DKB350
VTPRO DEKALB®. Na adubação com cama de aviário foram adotadas as doses de 0 e 2 t.ha-1. O delineamento experimental foi em blocos casualizado no esquema fatorial 2 x 2, com quatro repetições. A semeadura do
milho foi realizada no espaçamento de 0,8 x 0,25m, com população de 50.000 plantas.ha-1. As parcelas foram constituídas por oito linhas de 3,0m de comprimento, com uma área total de 14,4m2 e parcela útil de 8,0m2.
Foram avaliadas: altura de planta e de inserção da primeira espiga; diâmetro do colmo e da espiga; comprimento de espiga; prolificidade; fileiras de grãos/espiga e grãos na fileira; grãos/espiga; peso de 100 grãos e produtividade. A cama de aviário proporcionou incrementos no número de fileiras e de grãos/fileiras e por sua vez, no tamanho das espigas, em comprimento e diâmetro, devido a um melhor desenvolvimento vegetativo (altura e diâmetro de planta). O fornecimento da cama de aviário proporcionou incrementos da ordem de 20,16%, 33,34% e 46,95% no híbrido CD384Hx, e de 39,52%, 42,45% e 61,54% no DKB350 VTPRO, para o número de grãos/
espiga, peso de 100 grãos e produtividade, respectivamente, quando comparados ao cultivo sem a adubação. O híbrido DKB350 VTPRO produziu maior número de grãos/espigas bem como, grãos mais pesados e maior
produtividade do que o CD384Hx, quando fornecido a cama de aviário. Nas condições de Santarém/PA, ambos os híbridos foram produtivos, podendo recomendar o seu cultivo, porém com o fornecimento de cama de
aviário o híbrido DKB350 VTPRO apresentou maior produtividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonia Mirian Nogueira de Moura Guerra, Universidade Federal do Oeste da Bahia, Centro Multidisciplinar Campus de Barra
Engª. Agrª., D.Sc., Professora da Universidade Federal do Oeste da Bahia, Centro Multidisciplinar Campus de Barra
Júlia Batista Azevedo Ferreira, niversidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Acadêmico do curso de agronomia da Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Thaís Silva Vieira, Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Acadêmico do curso de agronomia da Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Jaci Roecker Franco, Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Acadêmico do curso de agronomia da Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Ana Cecília Moura Costa, Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Acadêmico do curso de agronomia da Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Paula Raniele Freitas Tavares, Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.
Acadêmico do curso de agronomia da Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Florestas (Unidade Tapajó), Rua Vera Paz, s/nº, Bairro Salé, CEP:68035-110, Santarém – PA.

Referências

CARVALHO, E. V.; AFFÉRRI, F. S.; PELÚZIO, J. M.; SANTOS, W. F.; BICUDO, S. J. Adaptabilidade na produção de massa verde e grãos de genótipos de milho no Tocantins. Revista Ciência Agronômica, v. 45, n. 4, p. 856-862, 2014.

CHIODEROLI, C. A.; MELLO, L. M. M.; GRIGOLLI, P. J.; FURLANI, C. E. A.; SILVA, J. O. R.; CESARIN, A. L. Atributos físicos do solo e produtividade de soja em sistema de consórcio milho e braquiária. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 16, n. 1, p. 37-43, 2012.

COELHO, A. M.; FRANÇA, G. E. Seja o doutor do seu milho: nutrição e adubação. São Paulo: Encarte; Piracicaba: Potafós, 1995. p. 1-9.

COMISSÃO DE FERTILIDADE DO SOLO – RS/SC, 2004. Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 10 ed. Porto Alegre, SBCS/NRS, 2004. 400 p.

CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da safra Brasileira: grãos, nono levantamento junho 2017. Companhia Nacional de Abastecimento, Brasília: Conab, 2017. Disponível em: . Acesso em 01 de julho de 2017.

COODETEC. Guia de produtos 2012. 2017. Disponível em:

DEKALB. Catálogo de híbridos de milho safrinha região Norte 2014/2015. 2017. Disponível em: . Acesso em 02 de junho de 2017.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA – EMBRAPA. Cultivo do milho. Versão Eletrônica. 6. ed.: Embrapa Milho e Sorgo, 2010. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2017.

EMBRAPA, Centro de Pesquisa Agropecuária do Oeste (Dourados, MS). Milho: informações. Rev. Bras. Agroecologia, v. 2, n. 1, 2007.

FELINI, F. Z. & BONO, J. A. M. Produtividade de soja e milho, em sistema de plantio com uso de cama de frango na região de Sidrolândia-MS. Ensaios e Ciência: Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde, v. 15, n. 5, p. 9 – 18, 2011.

FORNASIERI FILHO, D. Manual da cultura do milho. Jaboticabal: Funep, 2007. 273p.

MATA, J. F.; SILVA, J. C.; RIBEIRO, J. F.; AFFÉRRI, F. S.; VIEIRA, L. M. Production of hybrid corn under doses of bovine manure. Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia, v. 3, n. 3, p. 125-134, 2010.

MENEZES, J. F. S.; ALVARENGA, R. C.; SILVA, G. P.; KONZEN, E. A.; PIMENTA, F. F. Cama de frango na agricultura: perspectivas e viabilidade técnica e econômica. Boletim técnico, n. 3, 28p. 2004.

OLIVEIRA, F. L.; GUERRA, J. G. M.; ALMEIDA, D. L.; RIBEIRO, R. L. D.; SILVA, E. D.; SILVA, V. V.; ESPINDOLA, J. A. A. Desempenho de taro em função de doses de cama de aviário, sob sistema orgânico de produção. Horticultura Brasileira, v. 26, p. 149-153, 2008.

POHLMANN, R. A. C.; PAULINO, H. B.; PORTUGAL, A. F.; FERNANDES, M. S. 2009. Alterações químicas do solo e rendimento de milho verde após aplicação de compostagem de carcaça de aves. In: Simpósio Internacional sobre Gerenciamento de Resíduos de Animais: Uso dos Resíduos da Produção Animal como Fertilizante, 1. Anais...Florianópolis - SC.

RAMPIM, L.; ECCO, M.; ROSSET, J. S.; LANA, M. C. Desempenho de híbridos simples de milho segunda safra em semeadura direta. Cultivando o Saber, v. 6, n. 4, p. 141 - 155, 2013.

REINA, E.; AFFÉRRI, F. S.; CARVALHO, E. V.; DOTT, A.; PELUZIO, J. M.; Efeito de doses de esterco bovino na linha de semeadura na produtividade de milho. Revista Verde de Agroecologia, v. 5, n. 5 (Número Especial), p. 158 – 164, 2010.

RIBEIRO A.C; GUIMARÃES PTG; ALVAREZ VVH. 1999. Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais – 5ª aproximação. Viçosa, MG. 359p.

RIBEIRO JÚNIOR, I. R. Análises estatísticas no SAEG. Viçosa: UFV. 301 p. 2001.

SANTOS, D. H; SILVA, M. A; TIRITAN C. S; FOLONI, J. S. S; ECHER, F. R. Qualidade tecnológica da cana-de-açúcar sob adubação com torta de filtro enriquecida com fosfato solúvel. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n. 4, p. 443-449, 2011.

SILVA, A. R.; NECHET, D. 2006. Características Climáticas de Alguns Municípios Produtores de Soja do estado do Pará. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA, 14. Anais...Florianóplois - SC. Disponível em: http://www.cbmet.com/edicoes.php?pageNum_Recordset_busca=4&totalRows_Recordset_busca=1006&cgid=14. Acesso em: 10 de Setembro de 2016.

SILVA, T. R.; MENEZES J. F. S.; SIMON, G. A.; ASSIS, L.A.; SANTOS, C. J. L.; GOMES, V.G. Cultivo do milho e disponibilidade de P sob adubação com cama-de frango. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 15, n. 9, p. 903–910, 2011.

SILVA, R. G. et al. Produtividade de variedades de milho nos sistemas de cultivo orgânico e convencional. Revista Caatinga, v. 21, n. 2, p. 78-85, 2008.

SIQUEIRA, J. O.; FRANCO, A A. Biotecnologia do solo: fundamentos e perspectivas. Brasília: FAEP/ABEAS/MEC/ESAL. 1988. 236p.

SOUZA, F. M.; LIMA, E. C. S.; SÁ, F. V. S.; SOUTO, L.S.; ARAÚJO, J. E. S.; PAIVA, E. P. Doses de esterco de galinha e água disponível sob o desenvolvimento inicial do milho. Revista Verde, v. 11, n. 5, p. 64-69, 2016.

TOLLENAAR, M. Is low plant density a stress in maize? Maydica, v. 37, n. 2, p. 305-311, 1992.

USDA – States Department of Agriculture, by the National Agricultural Statistics Service (NASS), Agricultural Statistics Board, Crop production, 2016. Disponível em: .Acesso em 01 de julho de 2017.

ZURE, G. E. O.; OLIVEIRA, V. M.; GOTARDO, M.; SANTOS, F. M. Produtividade de milho verde híbrido BM3061 sob diferentes tipos de adubação no plantio. Revista Verde, v. 6, n. 2, p. 184 – 188, 2011.
Publicado
2018-02-05
Como Citar
Guerra, A. M. N. de M., Ferreira, J. B. A., Vieira, T. S., Franco, J. R., Costa, A. C. M., & Tavares, P. R. F. (2018). AVALIAÇÃO DA PRODUTIVIDADE DE GRÃOS E DE BIOMASSA EM DOIS HÍBRIDOS DE MILHO SUBMETIDOS À DUAS CONDIÇÕES DE ADUBAÇÃO NO MUNICÍPIO DE SANTARÉM - PA. Revista Brasileira De Agropecuária Sustentável, 7(4). https://doi.org/10.21206/bjsa.v7i4.431
Seção
Artigos