METODOLOGIA FUZZY APLICADA À AVALIAÇÃO DO AUMENTO DA TEMPERATURA CORPORAL EM FRANGOS DE CORTE

Autores

  • Leonardo Schiassi
  • Tadayuki Yanagi Junior
  • Leandro Ferreira
  • Flávio Alves Damasceno
  • Silvia de Nazaré Monteiro Yanagi

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v16i2.15

Palavras-chave:

modelagem, inferência fuzzy, estresse térmico agudo

Resumo

Um sistema de inferência fuzzy foi desenvolvido, com o objetivo de predizer o aumento da temperatura corporal (ATC) em frangos de corte (2,8±0,1 kg) aos 90 minutos de exposição térmica, sob diferentes condições de estresse térmico agudo. O sistema fuzzy foi estruturado com base em três variáveis de entrada: temperatura do ambiente (tbs), umidade relativa (UR) e velocidade do ar (V), sendo que o nível de desconforto térmico, sofrido pelas aves, foi classificado por meio da variável de saída, ATC. A inferência fuzzy foi realizada por meio do método de Mamdani, que consistiu na elaboração de 45 regras e a defuzificação por meio do método do Centro de Gravidade. As operações fuzzy foram realizadas no ambiente computacional MATLAB® 6.5. Além de fornecer resultados promissores, a metodologia fuzzy apresenta potencial considerável de aplicação na área de ambiência avícola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-09-25

Como Citar

Schiassi, L., Yanagi Junior, T., Ferreira, L., Damasceno, F. A., & Yanagi, S. de N. M. (2008). METODOLOGIA FUZZY APLICADA À AVALIAÇÃO DO AUMENTO DA TEMPERATURA CORPORAL EM FRANGOS DE CORTE. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 16(2). https://doi.org/10.13083/reveng.v16i2.15

Edição

Seção

.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)