AVALIAÇÃO DE MÉTODOS DE ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA PARA TRÊS LOCALIDADES NO NORTE DE MINAS GERAIS

  • Leonidas Pena Alencar
  • Gilberto Chohaku Sediyama
  • Henderson S. Wanderley
  • Thomé Simpliciano Almeida
  • Rafael Coll Delgado
Palavras-chave: Blaney Cridlle, Hargreaves-Samani, Penman–Monteith, Priestley-Taylor, modelos empíricos, radiação

Resumo

No presente trabalho objetivou-se realizar o estudo comparativo dos métodos de estimativa da evapotranspiração de referência de Blaney Criddle, Hargreaves-Samani, Priestley-Taylor e Radiação com o método padrão Penman-Monteith (FAO 56) para as condições climáticas dos municípios de Montes Claros, Espinosa e Salinas, localizados no Norte de Minas Gerais. Foi utilizado um conjunto de dados diários de 10 anos (1996 a 2005) das temperaturas máximas e mínimas, velocidade do vento, insolação e umidade relativa do ar. Para comparar os valores de ETo estimados por meio das equações empíricas com os do método padrão universal de Penman-Monteith (FAO 56), foram considerados os parâmetros a e b da equação de regressão, o coeficiente de determinação (R²) e de correlação de Pearson (r), o erro absoluto médio (EAM), a raiz do erro quadrático médio (REQM), o índice de concordância de Willmott(d) e o índice de confiança ou desempenho (c). Os métodos foram avaliados para duas estações do ano, uma de baixa demanda evaporativa para os meses de abril a setembro e outra de alta demanda entre outubro e março. Em ambos os casos, os métodos de Blaney Criddle e o de Priestley Taylor apresentaram os melhores resultados na estimativa da ETo. O método de Hargreaves-Samani apresentou o pior desempenho para as condições climáticas estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-10-28
Como Citar
Alencar, L. P., Sediyama, G. C., Wanderley, H. S., Almeida, T. S., & Delgado, R. C. (2011). AVALIAÇÃO DE MÉTODOS DE ESTIMATIVA DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA PARA TRÊS LOCALIDADES NO NORTE DE MINAS GERAIS. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 19(5), 437-449. https://doi.org/10.13083/reveng.v19i5.260
Seção
Meteorologia Aplicada

Most read articles by the same author(s)