QUALIDADE DE MILHO ARMAZENADO E INFESTADO POR Sitophilus zeamais E Tribolium castaneum

Autores

  • Ernandes Rodrigues de Alencar
  • Lêda Rita D’Antonino Faroni
  • Laíne Garcia Ferreira
  • André Rodrigues da Costa
  • Marco Aurélio Guerra Pimentel

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v19i1.276

Palavras-chave:

perdas qualitativas, infestação, armazenamento.

Resumo

Avaliou-se, neste trabalho, a qualidade de grãos de milho durante o armazenamento, em decorrência da infestação por Tribolium castaneum, Sitophilus zeamais e associação entre eles. Grãos de milho, colhidos com 20 % b.u. de teor de água, foram secos, fumigados e posteriormente armazenados, em porções de 40 kg em 60 recipientes metálicos com capacidade de 229 litros, em condição ambiente de Viçosa-MG. Do total de recipientes, 15 foram infestados com 20 insetos adultos de S. zeamais; 15, com 20 insetos adultos de T. castaneum;15, com 10 insetos adultos de S. zeamais e 10 de T. castaneum, e 15 foram mantidos sem infestação. Em seguida, e a cada 45 dias, durante 180 dias, foram retiradas amostras de 1 kg para avaliação dos grãos quanto ao teor de impurezas, ao teor de matéria estranha, ao teor de água, à massa específica aparente, ao índice de danos, ao percentual de grãos infestados e ao teor de fragmentos de insetos. A massa específica aparente variou apenas de acordo com o período de armazenamento. Quanto ao teor de impurezas e matéria estranha, ao índice de danos, ao percentual de grãos infestados e à estimativa do número de insetos na massa de grãos, verificou-se variação no produto infestado com S. zeamais e associação de S. zeamais e T. castaneum. Pode-se concluir que a infestação do milho por S. zeamais e associação de S. zeamais e T. castaneum, durante o armazenamento, reduz a qualidade final do produto, por causa do aumento da incidência de grãos danificados, da presença de fragmentos de insetos e do índice de infestação, que são parâmetros qualitativos comercialmente adotados na cotação do produto nos diferentes mercados consumidores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

de Alencar, E. R., Faroni, L. R. D., Ferreira, L. G., Costa, A. R. da, & Pimentel, M. A. G. (2011). QUALIDADE DE MILHO ARMAZENADO E INFESTADO POR Sitophilus zeamais E Tribolium castaneum. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 19(1), 09-18. https://doi.org/10.13083/reveng.v19i1.276

Edição

Seção

.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)