DADOS GEOESPACIAIS E SOCIOECONÔMICOS NA ANÁLISE DA DINÂMICA FLORESTAL EM SÃO PAULO - DOI: 10.13083/1414-3984/reveng.v23n1p29-38

  • Luciana Spinelli Araujo
  • Célia Regina Grego
  • Édson Luis Bolfe
Palavras-chave: geotecnologias, socioeconomia, dinâmica florestal, vegetação, uso e cobertura da terra

Resumo

Neste trabalho são apresentadas as análises integradas realizadas com dados temporais de mapeamentos de cobertura e uso da terra no período de 1988 a 2003 e dados agro-socioeconômicos do IBGE para avaliação da dinâmica florestal em São Paulo. Os resultados iniciais sugerem que a maior ocorrência das atividades vinculadas à cana-de-açúcar poderia refletir no processo de regeneração florestal em trechos da área de estudo, não sendo identificadas relações diretas entre dados de População Urbana, População Rural e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) com essa dinâmica da vegetação. Esses resultados ressaltam a importância de análises focando as relações entre os diversos usos da terra com fatores socioeconômicos, visando-se o entendimento de fatores e padrões que poderiam favorecer a recuperação florestal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-02-23
Seção
Mecanização Agrícola