DISTRIBUIÇÃO E INCERTEZA DA PRECIPITAÇÃO PLUVIOMÉTRICA E DO POTENCIAL EROSIVO DAS CHUVAS PARA O ESTADO DA BAHIA, BRASIL

Yasmine Soares Cardoso, Matheus Reis Lopes, Samuel de Assis Silva, Danielle Inacio Alves, Julião Soares de Souza Lima

Resumo


As alterações climáticas e as suas consequências vêm sendo uma das grandes preocupações da humanidade e, neste tocante, a precipitação pluviométrica tem atenção espacial nos estudos ambientais. Com este trabalho, objetivou-se utilizar uma ponderação por meio da modelagem fuzzy e métodos geoestatísticos para estudar a propagação de incertezas da precipitação pluviométrica e do potencial erosivo das chuvas para o estado da Bahia. Foram utilizados os valores de precipitação pluvial levantados para 71 postos pluviométricos localizados na área do estado, avaliando-se a média anual das séries históricas usadas. Para cada posto pluviométrico, foram calculados os valores de erosividade, através da relação entre a precipitação média mensal e a precipitação média acumulada anual. Os dados foram submetidos primeiramente à análise estatística clássica, seguida da geoestatística para modelar a variabilidade espacial dos fenômenos estudados. Foi realizada uma codificação para modelagem através de krigagem por indicação e também classificação segundo modelos fuzzy, utilizando para a precipitação modelos exponenciais e para a erosividade modelos lineares. A lógica fuzzy se mostrou mais eficiente nos estudos ambientais quando comparada à krigagem por indicação. Os valores resultantes das análises de erosividade mostrou que, na maior parte do estado, as chuvas possuem elevado potencial para causar erosão, com um limite acima do aceitável.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13083/reveng.v26i2.835

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 ENGENHARIA NA AGRICULTURA / Engineering in Agriculture

Licença Creative Commons

Revista Engenharia na Agricultura / Engineering in Agriculture | Viçosa, MG, ISSN 2175-6813