JORNADA DIÁRIA DE TRABALHO COMO CRITÉRIO DE DIMENSIONAMENTO ECONÔMICO PARA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL

  • Caio Vinicius Leite Instituto Federal de Brasília
  • José Alves Júnior Universidade Federal de Goiás
  • Marcelo Rossi Vicente Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
  • Adão Wagner Pego Evangelista Universidade Federal de Goiás
  • Derblai Casaroli Universidade Federal de Goiás
Palavras-chave: Aspersão, custo de energia, otimização, vazão específica

Resumo

Considerando a relevância da irrigação por sistema de pivô central no Brasil e sua constante expansão, especialmente na Região Centro-Oeste, este trabalho buscou avaliar critérios de dimensionamento de pivô central que minimizem o custo total da irrigação por meio da otimização de sua vazão específica. Tendo em vista que a energia é um dos principais custos da irrigação e que a adequação tarifária permite redução dos custos com este insumo em função das diferentes modalidades de tarifas existentes, foi proposta uma metodologia em que diferentes jornadas diárias de operação foram avaliadas, a fim de se encontrar aquela que gere o menor custo total, de forma a equilibrar os custos de energia com os custos de implantação de um pivô central. Os resultados mostraram que o custo total mínimo foi obtido para o menor diâmetro da linha lateral, 6 5/8”, e maior jornada diária de trabalho, 24 h d-1, o que leva a uma menor vazão específica (0,822 L s-1 ha-1), considerando a possibilidade de enquadramento no subgrupo B2 Rural. Com o enquadramento em tarifa horo sazonal, o menor custo anual total foi obtido para o maior diâmetro de linha lateral, 8”, jornada de trabalho de 21 h d-1 e vazão específica de 0,939 L s-1 ha-1, sendo as tarifas Azul e Verde mais vantajosas do que a convencional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caio Vinicius Leite, Instituto Federal de Brasília
Engenheiro Agrícola e mestre em Engenharia agrícola pela Universidade de Viçosa
José Alves Júnior, Universidade Federal de Goiás
Engenheiro Agrônomo pela UNESP (Ilha Solteira), Doutor em Irrigação e Drenagem pela USP (ESALQ Piracicaba) e professor na UFG (EA- Goiânia)
Marcelo Rossi Vicente, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
Engenheiro Agrícola, mestre e doutor em Eng. Agrícola e Prof. Doutor, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Campus Salinas
Adão Wagner Pego Evangelista, Universidade Federal de Goiás
Engenheiro Agrícola e mestre em engenharia agrícola pela UFLA, doutor em Irrigação e Drenagem pela UFV e profeessor na Universidade Federal de Goiás.
Derblai Casaroli, Universidade Federal de Goiás
Eng. Agr. e mestre em agronomia pela UFSM e doutor em física do ambiente agrícola pela ESALQ USP, professor da UFG
Publicado
2018-12-19
Como Citar
Leite, C. V., Alves Júnior, J., Vicente, M. R., Evangelista, A. W. P., & Casaroli, D. (2018). JORNADA DIÁRIA DE TRABALHO COMO CRITÉRIO DE DIMENSIONAMENTO ECONÔMICO PARA SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO POR PIVÔ CENTRAL. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 26(6), 526-540. https://doi.org/10.13083/reveng.v26i6.844
Seção
Energia na Agricultura

Most read articles by the same author(s)