Participação feminina no mercado de trabalho: análise de decomposição para o Brasil e as regiões metropolitanas de Belo Horizonte e Salvador

  • Jader Fernandes Cirino Universidade Federal de Viçosa: Professor Adjunto II do Departamento de Economia
  • João Eustáquio de Lima Universidade Federal de Viçosa: Professor Titular do Departamento de Economia Rural

Resumo

A participação feminina no mercado de trabalho nacional tem crescido nas últimas décadas, sendo também marcante nas Regiões Metropolitanas de Belo Horizonte e Salvador. Neste trabalho, por meio da decomposição univariada, determinou-se como diferentes grupos de mulheres brasileiras e das regiões metropolitanas consideradas contribuíram para a evolução da taxa de atividade feminina entre os anos de 1986 e 2006 em seus respectivos mercados. Os resultados mostraram que a mudança nas taxas de participação específicas de cada grupo foram responsáveis pela maior parte do aumento da inserção feminina no mercado de trabalho, sendo o restante explicado pela elevação do número de anos de estudo entre as mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jader Fernandes Cirino, Universidade Federal de Viçosa: Professor Adjunto II do Departamento de Economia

Departamento de Economia

Áreas de pesquisa: Economia do Trabalho, Economia do Meio Ambiente e Microeconomia.

João Eustáquio de Lima, Universidade Federal de Viçosa: Professor Titular do Departamento de Economia Rural

Departamento de Economia Rural

Áreas de pesquisa: Econometria

Referências

ALVES, E.L.G.; AMORIM, B.M.F.; CUNHA, C.H.M. Emprego e ocupação: algumas evidências da evolução do mercado de trabalho por gênero na Grande São Paulo – 1988/1995. IPEA, Texto para Discussão, Rio de Janeiro, n. 497, jul. 1997.

AQUINO, E.M.L.; MENEZES, G.M.S.; MARINHO, L.F.B. Mulher, saúde e trabalho no Brasil: desafios para um novo agir. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.11, n.2, p.281-290, 1995.

BARRIO, K.; SOARES, M. As mulheres e os homens no mercado de trabalho metropolitano: uma análise da Região Metropolitana de Belo Horizonte. In: JANUZZI, J.M.; SOARES, M. (Orgs.). As várias faces do mercado de trabalho no Brasil. Belo Horizonte, MG: Fundação João Pinheiro, Centro de Estatísticas e Informações, 2006. p. 1-35.

BERNDT, E.R. The practice of econometrics classic and contemporary. 8th. Boston, Massachusetts: Addison-Wesley, 1996. 702 p.

BLAU, F.D.; FERBER, M.A.; WINKLER, A.E. Economics of women, men, and work. 5.ed. Upper Saddle River: Prentice Hall, 2005. 464 p.

BRAGA, T.S.; RODARTE, M.M.S. A inserção ocupacional e o desemprego dos jovens: o caso das regiões metropolitanas de Salvador e Belo Horizonte. Pesquisa & Debate (Online), São Paulo, v. 17, n. 1, p. 103-123, 2006.

BRUSCHINI, C.; LOMBARDI, M.R. O trabalho da mulher brasileira nos primeiros anos da década de 90. ln: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 10., 1996, Caxambu. Anais...Belo Horizonte: ABEP, 1996. v.1, p. 483-516.

COSTA, L. Aumento da participação feminina: uma tentativa de explicação. ln: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 7., 1990, Caxambu. Anais...Belo Horizonte: ABEP, 1990. v. 2, p. 231-243.

FERNANDES, R.; Souza, A.A.P. A redução do trabalho infantil e o aumento da freqüência a escola: uma análise de decomposição para o Brasil nos anos 90. ln: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS DO TRABALHO, 8., 2003, São Paulo. Anais...São Paulo: ABET, 2003.

GUERRA, V.S. Principais mudanças introduzidas nos conceitos e definições da PNAD para as pesquisas de 1992 em diante. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1997. (Mimeogr.)

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA.
Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: síntese de indicadores. Rio de Janeiro: IBGE, 2007. 278 p.

KASSOUF, A. L. Retornos à escolaridade e ao treinamento nos setores urbano e rural do Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, Rio de Janeiro, v.35, n.2, p. 59-76, 1997.

LEONE, E.T. Renda familiar e trabalho da mulher na região metropolitana de São Paulo nos anos 80 e 90. In: Rocha, B.M.I. (org.). Trabalho e gênero: mudanças, permanências e desafios. São Paulo: Editora 34, 2000. 384 p.

NOGUEIRA, C.M. A feminização no mundo do trabalho. Campinas: Autores Associados, 2004. 112 p.

SCORZAFAVE, L.G.; MENEZES-FILHO, N.A. Participação feminina no mercado de trabalho brasileiro: evolução e determinantes. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 31, n. 3, p. 441-477, 2001.

_______. Caracterização da participação feminina no mercado de trabalho: uma análise de decomposição. Economia Aplicada, Ribeirão Preto, v. 10, n. 1, 2006.

SOARES, S.; IZAKI, R. J. A participação feminina no mercado de trabalho. IPEA, Texto para Discussão, Rio de Janeiro, n. 923, dez. 2002.

SOARES, Y. Viés de gênero em consumo. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 32, n. 2, p.199-232, 2002.

SPENCE, M. Job market signaling. Journal of Economics, v. 87, n. 3, p. 355-374, Aug. 1973.

WAJNMAN, S.; RIOS NETO, E. Quantas serão as mulheres: cenários para a atividade feminina. In: Rocha, B.M.I. (org.). Trabalho e gênero: mudanças, permanências e desafios. São Paulo: Editora 34, 2000. 384 p.
Publicado
2012-12-04
Como Citar
Cirino, J. F., & de Lima, J. E. (2012). Participação feminina no mercado de trabalho: análise de decomposição para o Brasil e as regiões metropolitanas de Belo Horizonte e Salvador. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 23(2), 30-57. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3638
Seção
Artigos