Caracterização físico-química de queijos Minas Artesanal produzidos em diferentes microrregiões de Minas Gerais

  • Débora Francielly de Oliveira Universidade Tecnológica Federal do Paraná, câmpus Francisco Beltrão
  • Márcia Aparecida Crivellari Porto Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Francisco Beltrão
  • Claudia Eugênia Castro Bravo Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Ivane Benedetti Tonial Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Resumo

A produção de queijos a partir de leite cru é uma atividade tradicional em vários municípios de Minas Gerais. Visando contribuir com informações sobre esse produto, tido como patrimônio cultural do Estado, foram realizadas análises físico-químicas em queijos Minas Artesanal produzidos nas microrregiões do Serro, Canastra e Cerrado – MG. Para a realização deste estudo foram coletadas 72 amostras de queijos produzidos por 4 diferentes produtores. Entre os parâmetros avaliados, os resultados demonstraram variações significativas quanto aos teores de lipídeos (23,62 a 28%), proteínas (14,08 a 18,51%) e cloreto de sódio (1,77 a 2,62%). Apesar de ter sido analisado o mesmo tipo de queijo, as variações observadas para os queijos produzidos nas diferentes regiões, podem ser decorrentes das particularidades de produção, bem como das características de cada região.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-10-18
Como Citar
Oliveira, D. F. de, Porto, M. A. C., Bravo, C. E. C., & Tonial, I. B. (2013). Caracterização físico-química de queijos Minas Artesanal produzidos em diferentes microrregiões de Minas Gerais. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 24(2), 185-196. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3679
Seção
Artigos