Avaliação dos riscos psicossociais associados às atividades de catação e triagem de materiais recicláveis

  • Andrea Cecília Lima Varicelli-Meireles Universidade Federal de Viçosa
  • Neuza Maria Silva Universidade Federal de Viçosa
  • Mônica de Abreu Azevedo Universidade Federal de Viçosa
Palavras-chave: Risco Ocupacional, Saúde Mental, Trabalho Informal

Resumo

Este estudo foi elaborado com o objetivo de descrever o perfil socioeconômico, verificar as condições de trabalho e os possíveis riscos psicossociais que os catadores de materiais recicláveis estão sujeitos em suas atividades diárias, bem como o grau de satisfação em relação ao trabalho e à convivência com os colegas e familiares. A pesquisa foi desenvolvida junto aos filiados de uma associação de reciclagem de resíduos sólidos urbanos, localizada no município de Ubá/MG. O estudo foi descritivo de corte-transversal. O levantamento dos dados foi realizado por meio da aplicação de um questionário estruturado aos catadores de materiais recicláveis, com o qual foram coletados dados sobre o perfil socioeconômico do entrevistado, composição familiar, condições de trabalho, sendo avaliados os riscos psicossociais relacionados à atividade de catação de materiais recicláveis.  Os resultados demonstraram que os catadores estão expostos a inúmeros riscos e vivem em condições insalubres de trabalho; as maiores reclamações foram provenientes dos riscos ergonômicos. O perfil dos entrevistados, as condições de trabalho, juntamente com a percepção destes, assinalam circunstâncias propícias para o desenvolvimento de riscos psicossociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea Cecília Lima Varicelli-Meireles, Universidade Federal de Viçosa

Mestranda em Economia Doméstica (concentração em Família e Sociedade) pela Universidade Federal de Viçosa-UFV, atuando na linha de pesquisa Trabalho, Consumo e Cultura. Bacharel em Design de Produto pela Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG (2010). Estágio Acadêmico efetuado na empresa Apolo Mobiliário (Thaimo Ind. e Comércio) que proporcionou experiências no setor de móveis planejados e decoração de interiores (2009). Atuou como Designer na ORIGEM DESIGN onde se especializou em confecção de maquete eletrônica e ambientes virtuais 3D, prospecção de clientes e pesquisa externa de similares e concorrentes (2013).

 
Neuza Maria Silva, Universidade Federal de Viçosa
Possui graduação em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (1969), mestrado em Educação do Consumidor - Purdue University (1980) e doutorado em Economia da Família e do Consumidor - Purdue University (1994). Atualmente é Professor Associado (DR) classe IV da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Economia Doméstica, com ênfase em Economia Doméstica, atuando principalmente nos seguintes temas: educação do consumidor, consumo, consumidor, qualidade de vida e soja.
Mônica de Abreu Azevedo, Universidade Federal de Viçosa
Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Viçosa (1988), mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993) e doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo (2004). E professora da Universidade Federal de Viçosa. Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Engenharia Sanitária e Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: resíduos sólidos, tratamento de resíduos, sistemas de gestão, avaliação de impacto na saúde.
Publicado
2018-10-03
Como Citar
Varicelli-Meireles, A. C. L., Silva, N. M., & Azevedo, M. de A. (2018). Avaliação dos riscos psicossociais associados às atividades de catação e triagem de materiais recicláveis. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 29(1), 146-161. https://doi.org/10.31423/2236-8493.v29i1.361