NOTA TÉCNICA: INCONVENIENTES TÉCNICO-OPERACIONAIS DE UMA UNIDADE BENEFICIADORA E ARMAZENADORA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS

Autores

  • Evandro Marcos Kolling
  • Emerson Trogello
  • Alcir José Modolo

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v20i1.292

Palavras-chave:

Armazenamento, sistema de limpeza, sistema de secagem

Resumo

As grandes produções de grãos alcançadas no cenário nacional atual, não estão sendo acompanhadas por alguns setores da cadeia produtiva, sendo que, os setores de pós-colheita deixam muito a desejar neste aspecto, pois tendem a ser minimizadas em questão de capacidade estática, bem como nos processos ocorridos na mesma, que tendem a mitigar os aspectos quantitativos e qualitativos, vindo a reduzir a capacidade competitiva do produto no mercado. O presente trabalho teve por objetivo fazer um estudo de caso sobre os gargalos que estão a suprimir o adequado desenvolvimento deste setor, em uma unidade de beneficiamento/armazenamento da região norte do estado do Paraná. Ficou evidente pelo estudo de caso que, a grande maioria dos processos ocorridos dentro das unidades de pós-colheita acabam por serem negligenciados e tendem a aumentar os riscos de perdas, tanto de ordem quantitativa como qualitativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-03-05

Como Citar

Kolling, E. M., Trogello, E., & Modolo, A. J. (2012). NOTA TÉCNICA: INCONVENIENTES TÉCNICO-OPERACIONAIS DE UMA UNIDADE BENEFICIADORA E ARMAZENADORA DE PRODUTOS AGRÍCOLAS. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 20(1), 52-59. https://doi.org/10.13083/reveng.v20i1.292

Edição

Seção

Armazenamento e Processamento de Produtos Agrícolas