ATRIBUTOS FÍSICOS DE UM NITOSSOLO VERMELHO CULTIVADO COM TRIGO, EM SISTEMA PLANTIO DIRETO, SUBMETIDO À COMPACTAÇÃO E ESCARIFICAÇÃO - DOI: 10.13083/1414-3984/reveng.v23n1p19-28

Sonia Toigo, João Alfredo Braida, Jean Carlo Possenti, Evandro Martin Brandelero, Murilo Mesquita Baesso

Resumo


A compactação do solo é comumente observada em solos cultivados no sistema plantio direto, podendo causar reduções na produtividade das culturas devido às limitações no crescimento radicular. O estudo objetivou avaliar a influência de níveis de compactação do solo, na produtividade de trigo cultivado em um Nitossolo Vermelho distroférrico úmbrico. O experimento foi realizado na Estação Experimental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus Dois Vizinhos, PR, Brasil. Os tratamentos consistiram: sistema do plantio direto (PD), plantio direto com compactação adicional (PDA) e plantio direto com escarificação mecânica (PDE). Avaliou-se a densidade, a porosidade e a resistência do solo a penetração a cada 0,05 m até a profundidade de 0,25 m, bem como a produtividade do trigo, a massa de grãos e o peso hectolitro. Constatou-se que na camada superficial do solo ocorreram as menores densidades de solo (Ds), maior macroporosidade e porosidade total nas três situações, sendo que nas camadas inferiores a 0,05 m os tratamentos PD e PDA, superaram o valor crítico 1,30 kg dm-3 para solos muito argilosos. A compactação adicional ao sistema plantio direto afetou negativamente as propriedades físicas do solo, na sua camada superficial, acima de 0,05 m, sendo observados incrementos de densidade do solo, na resistência à penetração e redução da macroporosidade e porosidade total. A escarificação mecânica melhorou as propriedades físicas do solo até a profundidade de 0,1 m, após treze meses de intervenção, superando os demais sistemas avaliados. Entretanto, o uso do implemento subsolador, como forma de reduzir a compactação do solo, não contribuiu para o aumento da produtividade e a qualidade dos grãos de trigo.

Palavras-chave


triticum aestivum, sistemas de manejo, porosidade do solo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13083/reveng.v23i1.516

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Licença Creative Commons

Revista Engenharia na Agricultura / Engineering in Agriculture | Viçosa, MG, ISSN 2175-6813