Os Colégios de Aplicação e a formação docente: o papel do(a) professor(a) de ensino básico na formação do(a) professor(a) de artes cênicas

Autores

  • Andréa Pinheiro
  • Celeia Machado
  • Fernanda Mélo
  • Marcus Flávio da Silva
  • Mônica Bonatto

Palavras-chave:

Colégio de Aplicação, Ensino de Teatro, Formação de professores

Resumo

Este trabalho pretende discutir o papel do(a) professor(a) do Ensino Básico na formação do(a) professor(a) de Artes Cênicas, a partir do relato e análise da trajetória de três Colégios de Aplicação das universidades federais de Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Considerando a sua premissa básica de formação de professores(as) e o seu histórico de abordagens pedagógicas inovadoras, os Colégios de Aplicação se credenciam não apenas como interlocutores vigorosos no diálogo que necessita ser ampliado entre os cursos de formação de professores(as) e o Ensino Básico, mas principalmente nos debates relativos à geração de políticas educacionais no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CARVALHO, Rosângela Tenório de. Currículo, cultura e formação de professores/as. Revista Tópicos Educacionais UFPE. Recife: v.17. 2007.

CONDICAP, 2012. Portfólio CONDICAP: escolas de aplicação federais. No prelo.

___________, 2011. Os colégios de aplicação das IFEs no âmbito da SESU/MEC. Disponível em: www.apesj.org.br/wp-content/uploads/Documento-Condicap.doc. Acesso em 25 de fevereiro de 2018.

DAYRELL, Juarez. A escola como espaço sociocultural. In: Dayrell, J. (Org): Múltiplos Olhares: sobre educação e cultura. Belo Horizonte: UFMG, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

__________. Carta de Paulo Freire aos professores. Revista Estudos Avançados. São Paulo: v.15 n.42. maio/ago. 2001. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142001000200013&lng=pt&tlng=pt. Acesso em 26 de fevereiro de 2018

__________. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

LARROSA, Jorge. Tremores: Escritos sobre Experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

MACHADO, Celeia; NOVO, Maria Fátima S.; PINHEIRO, Andrea; AZEVEDO, Debora. Ser Professor de Artes Cênicas no CAp-UFRJ – Entre o Ensino, a Pesquisa e a Extensão. Revista Teatro: Construção e Criação de Conhecimento. Tocantins: v2 n2, 2014. Disponível em:

https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/teatro3c/issue/view/55 Acesso em 26 de fevereiro de 2018.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. Revista Poíesis Pedagógica UFG. Goiás: V. 3, N.3/4, pp.5-24, 2005/2006. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em 12/11/2018

ROSA, Adriana Letícia Torres (et al). Projeto político pedagógico-pedagógico institucional do CAp-UFPE. Olinda: Livro Rápido, 2015.

SILVA, Tomás Tadeu. Documentos de Identidade; uma introdução as teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2011

Downloads

Publicado

2019-10-20

Como Citar

PINHEIRO, A.; MACHADO, C.; MÉLO, F.; SILVA, M. F. da; BONATTO, M. Os Colégios de Aplicação e a formação docente: o papel do(a) professor(a) de ensino básico na formação do(a) professor(a) de artes cênicas. REVISTA PONTO DE VISTA, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 1-13, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/RPV/article/view/9184. Acesso em: 2 dez. 2020.

Edição

Seção

Artigos Científicos