Crenças de estudantes do Ensino Médio sobre o uso das TDIC na aprendizagem da língua espanhola

  • Vitor Lobato Rossi Universidade Federal de Viçosa Colégio de Aplicação-COLUNI
  • Vãnia Aparecida Lopes Leal Universidade Federal de Viçosa Colégio de Aplicação-COLUNI
Palavras-chave: Crenças, TDIC, Ensino e Aprendizagem de Língua Espanhola

Resumo

Este estudo investigou 143 estudantes do Ensino Médio (EM) de um colégio de aplicação de uma universidade federal de Minas Gerais com o objetivo principal de identificar algumas crenças sobre o uso (ou não) das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) na aprendizagem da Língua Espanhola (LE). Além disso, buscou identificar suas crenças em relação à aprendizagem de LE e compreender como essas crenças se relacionam (ou não) com os usos das tecnologias. Foram utilizados como instrumentos de coleta de dados três questionários semiabertos aplicados em momentos distintos durante a pesquisa. O referencial teórico foi baseado nos estudos de crenças sobre ensino e aprendizagem de línguas (BARCELOS, 2004, 2007, 2013), TDIC (PAIVA, 2010, 2013; VALENTE, 2012) e crenças em relação às TDIC (GILAKJANI, 2012, LEAL 2015). Empregou-se parâmetros de pesquisa qualitativa para a análise de dados (PATTON, 1990; RICHARDS, 2003), os quais sugerem que embora os estudantes compreendem a relevância das TDIC para a aprendizagem em geral e as usem em seu dia a dia, esse uso ainda é pouco didático.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Lobato Rossi, Universidade Federal de Viçosa Colégio de Aplicação-COLUNI
Bolsista da CAPS - PIBIC-EM/2017 do CAP-COLUNI/UFV
Vãnia Aparecida Lopes Leal, Universidade Federal de Viçosa Colégio de Aplicação-COLUNI
Professora de Língua Espanhola do CAP-COLUNI

Referências

BARCELOS, A. M. F. Reflexões acerca da mudança de crenças sobre ensino e aprendizagem de línguas. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v.7, n. 2, p. 109-138, 2007.

BARCELOS, A. M. F. "Cognição de professores e alunos: tendências recentes na pesquisa de crenças sobre ensino e aprendizagem de línguas." Crenças e ensino de línguas: foco no professor, no aluno e na formação de professores. Campinas: Pontes (2006): 15-42.

BARCELOS, A. M. F. Crenças sobre aprendizagem de línguas, Lingüística Aplicada e ensino de línguas. Linguagem & ensino, vol. 7, N o 1, 2004.

BARCELOS, A. M. F. Metodologia de Pesquisa das Crenças sobre Aprendizagem de Línguas: Estado da Arte. Rev. Brasileira de Lingüística Aplicada, v.1, n .l, 71-92, 2001.

BRASIL. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Conhecimentos de Espanhol. Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério de Educação, 2006.

CHAER, G.; DINIZ, R. R. P.; RIBEIRO, E. A. A técnica do questionário na pesquisa educacional. Evidência, Araxá, v. 7, n. 7, p. 251-266, 2011.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais, Revista de Administração de Empresas São Paulo, v. 35, n.3, p, 20-29 Mai./Jun. 1995

GÜNTHER, H. Pesquisa Qualitativa Versus Pesquisa Quantitativa: Esta É a Questão? Psicologia: Teoria e Pesquisa Mai-Ago 2006, Vol. 22 n. 2, pp. 201-210. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/%0D/ptp/v22n2/a10v22n2.pdf.

LEAL, V. A. L. Professores de espanhol em formação inicial: crenças e práticas sobre as TDIC no ensino e aprendizagem de língua espanhola. Orientadora: Ana Maria Ferreira Barcelos. 129 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) Faculdade de Letras, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2015. Disponível em: http://www.ppgletras.ufv.br/wp- content/uploads/2012/02/Disserta%C3%A7%C3%A3o-final-Vania-Leal.pdf.

LEAL, V. A. L.; BARCELOS, A. M. F. Creencias de profesores de ELE en formación universitária: ¿quién soy y que profesor quiero ser? In.: Conceição, M. P. (org.). Letramentos, Crenças de Aprendizagem de Línguas e Incluso Social. Campinas, São Paulo: Pontes, 2016.

MENEZES, M. E. L. A autoria de alunos com o uso das TDIC e das mídias digitais no processo educativo. Dissertação. PUC-SP. São Paulo, 2013. Disponível em file:///D:/Meus %20documentos/Downloads/Maria%20Eduarda%20de%20Lima%20Menezes.pdf.

NEVES, J. L. Pesquisa qualitativa: características, usos e possibilidades. Caderno de pesquisas em administração, São Paulo, vol. 1, n°3, 2° sem./1996.

PAIVA, V. L. M. O. A Tecnologia na docência em línguas estrangeiras. Convergências e tensões 2010. In: Lucíola Licínio de Castro Paixão Santos. (Org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, v. V, p. 595-613. Disponível em http://www.veramenezes.com/publicacoes.html.

PATTON, M. Q. Qualitative evaluation and research methods. SAGE Publications, inc, 1990.

RICHARDS, K. Qualitative Inquiry in TESOL. Hampshire: Palgrave Macmillan, 2003.

SILVA, K. A. Crenças sobre o ensino e aprendizagem de línguas na Lingüística Aplicada: um panorama histórico dos estudos realizados no contexto brasileiro. Linguagem & Ensino, v.10, n.1, p.235-271, jan./jun.2007, 2007.

VALENTE, J.A. A Comunicação e a Educação baseada no uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, Revista UNIFESO – Humanas e Sociais, vol. 1, n. 1, 2014, pp. 141-166.

Publicado
2019-10-22
Como Citar
ROSSI, V. L.; LEAL, V. A. L. Crenças de estudantes do Ensino Médio sobre o uso das TDIC na aprendizagem da língua espanhola. REVISTA PONTO DE VISTA, v. 8, n. 1, p. 76-87, 22 out. 2019.
Seção
Artigos de Iniciação Científica