Divulgando a neurociência: ações para desmistificação de neuromitos

  • João Pedro Sperluk Arce Unipampa
  • Mayara Marques Souza Unipampa
  • Liane da Silva de Vargas Unipampa. UFRGS
  • Pâmela Billig Mello-Carpes Universidade Federal do Pampa

Resumo

No ambiente escolar acredita-se que a prática pedagógica baseada em informações equivocadas sobre o funcionamento do cérebro e sistema nervoso, neste caso, os neuromitos, é uma das responsáveis pela lacuna existente entre a neurociência e educação. Sendo assim, o programa “POPNEURO: ações para a popularização e divulgação da neurociência” se propôs a trabalhar alguns neuromitos no espaço escolar, elucidando-os. Participaram das ações 113 alunos, sendo 51,3% meninas e 48,6% meninos, com idade média de 11 anos. As ações contaram com atividades teóricas e práticas e cada ação teve duração de 1h e 30min. Como forma de avaliação, foram aplicados questionários pré e pós-intervenção, este último logo após a ação (imediato) e 30 dias após a ação (tardio). Verificamos que as ações foram exitosas, uma vez que houve aumento no conhecimento dos alunos após as intervenções, elucidandos os conceitos trabalhados de forma simples, lúdica e, principalmente, prática, relacionado com o cotidiano escolar. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pâmela Billig Mello-Carpes, Universidade Federal do Pampa
Fisioterapeuta. Mestre e doutora em CB: Fisiologia. Pós-doutorado na área de neurofisiologia (KUL, Bélgica)
Publicado
2017-05-31
Como Citar
Arce, J. P. S., Souza, M. M., Vargas, L. da S. de, & Mello-Carpes, P. B. (2017). Divulgando a neurociência: ações para desmistificação de neuromitos. Revista ELO – Diálogos Em Extensão, 6(1). https://doi.org/10.21284/elo.v6i1.244
Seção
Relato de Experiência