Capital humano e juventude rural na criação e produção da moda-vestuário no contexto das novas ruralidades

Autores

  • Simone José Bernardo Instituto Agronômico de Pernambuco
  • Angelo Braz Fernandes Callou Universidade Federal Rural de Pernambuco

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar o capital humano de jovens do meio rural no âmbito da criação de croquis de moda-vestuário em Surubim, Pernambuco, como estratégia de desenvolvimento local. Os procedimentos metodológicos foram entrevistas semiestruturadas com analise qualitativa. As amostras foram compostas por 7 jovens, 4 empresários do ramo de confecção e 3 representantes das instituições de ensino de Surubim.  Os resultados nos revelaram que um dos setores mais ambicionados pelos jovens na indústria de confecções é o de criação. Um dos elementos fundamentais no exercício da imaginação com criatividade é o capital humano. Enquanto um processo em construção, o desenvolvimento local no contexto das novas ruralidades deve proporcionar melhores condições de vida para as populações locais, bem como o acesso ao conhecimento, fator primordial que imbrica na valorização do capital humano dos jovens rurais.

Palavras-chave: Juventude rural. Capital humano. Moda-vestuário. Desenvolvimento local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angelo Braz Fernandes Callou, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professor Titular da Universidade Federal Rural de Pernambuco e Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local (Posmex), Recife, PE, Brasil.

Referências

ABRAMOVAY, Ricardo. O futuro das regiões rurais. 2. Ed. Porto Alegre. Editora da UFRGS, 2009. 152p.
CALLAN, Georgina O’ Hara. Enciclopédia da Moda de 1840 à década de 90. Trad. Glória Maria de Mello Carvalho, Maria Ignez França. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
CATELLANI, Regina Maria. Moda ilustrada de A a Z. Rev. Laís Helena da Fonseca Pearson. Barueri, SP: Manole, 2003.
DEL GROSSI, Mauro Eduardo; GRAZIANO DA SILVA, José. O novo rural: uma abordagem ilustrada. Londrina: Instituto Agronômico do Paraná, 2002. 49 p.
DESLANDES, Suely Ferreira. A construção do projeto de pesquisa. In MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: Teoria, método e criatividade. 29. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.
DISITZER, Marcia; VIEIRA, Silvia. A moda como ela é: bastidores, criação e profissionalização. Rio de Janeiro: Senac Nacional. 2006.
ENDLICH, Ângela Maria. Perspectivas sobre o urbano e o rural. p. 11-31. In: Cidade e campo: relações e contradições entre urbano e rural. Maria Encarnação Beltrão Sposito, Arthur Magno Wintacker (organizadores). 1. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2006.
FARIAS, Rita de Cássia Pereira. Nos bastidores da moda: um estudo sobre representações de vestuário e de imagem corporal por um grupo de pré-adolescentes. Dissertação de Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Economia Doméstica. Viçosa: UFV, 2004.
FEGHALI, Marta kasznar; DWYER, Daniela. As engrenagens da moda. Rio de Janeiro: editora Senac, 2001. 160 p.
FRANCO, Augusto de. Pobreza e desenvolvimento local. Brasília: ARCA Sociedade do Conhecimento, 2002.
GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 1999.
GRAGNATO, Luciana. O desenho no design de moda. (Dissertação de Mestrado em Design) Anhembi Morumbi, São Paulo, 2008. 100 p.
IBGE CIDADES 2000. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/cidadesat/painel/painel.php?codmun=261450#>. Acesso em: 17 out. 2011.
JARA, Carlos Julio. As dimensões intangíveis do desenvolvimento sustentável. Colaboração: Mara Verônica Morais Souto. Brasília: Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura – IICA. 2001.

Downloads

Publicado

2013-06-12

Como Citar

Bernardo, S. J., & Callou, A. B. F. (2013). Capital humano e juventude rural na criação e produção da moda-vestuário no contexto das novas ruralidades. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 24(1), 072-097. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3662

Edição

Seção

Artigos