AVALIAÇÃO DE TRÊS EQUIPAMENTOS PARA DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÁGUA NO SOLO EM CONDIÇÕES DE CAMPO

Autores

  • Aloísio Bianchini
  • Pedro Hurtado de Mendoza Borges
  • João Carlos de Souza Maia
  • Geison Nicareta

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v17i2.121

Palavras-chave:

Irrigação, Recursos hídricos

Resumo

Neste trabalho, foram avaliados três equipamentos para determinar o teor de água no solo em condições de campo, a saber: o speedy, o theta probe e o pulso de calor. O solo foi identificado como LATOSSOLO VERMELHOAMARELO distrófico. A área experimental foi saturada até a profundidade de 0,20 m por meio de chuva artificial de 0,04 m, administrada por um aspersor. A secagem gradual do terreno possibilitou obter naturalmente quatro níveis do teor de água no solo, compreendidos entre a capacidade de campo e o ponto de murcha permanente. Os dados foram coletados em 16 pontos de amostragem para cada nível de umidade. Logo, os três equipamentos foram calibrados em função do método termogravimétrico. Os valores do teor de água no solo, estimados pelos três equipamentos e determinados pelo método termo gravimétricos, foram comparados, verificando-se que não diferiram estatisticamente conforme o teste t para 5 % de probabilidade. As equações obtidas possibilitaram calibrar com adequada precisão os três equipamentos. Estes equipamentos podem ser uma alternativa viável para determinar o teor de água no solo em condições de campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

Bianchini, A., Borges, P. H. de M., Maia, J. C. de S., & Nicareta, G. (2009). AVALIAÇÃO DE TRÊS EQUIPAMENTOS PARA DETERMINAÇÃO DO TEOR DE ÁGUA NO SOLO EM CONDIÇÕES DE CAMPO. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 17(2). https://doi.org/10.13083/reveng.v17i2.121

Edição

Seção

.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)