Sobre a Revista

Foco e Escopo

A REVES - Revista Relações Sociais é uma publicação de fluxo contínuo (com 4 números por ano: N. 1 - até final de março; N. 2 - até final de junho; N. 3 - até final de setembro e  N. 4 - até final de dezembro), cujo objetivo é publicar trabalhos inéditos sobre temas relevantes das Ciências Sociais, mantendo uma linha interdisciplinar, com contribuições da Sociologia, da Antropologia, da Ciência Política e Filosofia, bem como de áreas afins. A REVES é subdivida inicialmente nas seções básicas: Ciências Sociais, Trabalho; Gênero, Educação, Filosofia, Sociologia Histórica, Geografia Humana, Religião, etc., conforme definido pelo Conselho Editorial. Os trabalhos/manuscritos submetidos a revista REVES podem ser enquadrados nos seguintes formatos:

  1. Editorial: texto em que os editores ou editor responsável farão uma apresentação dos assuntos abordados na edição.
  2. Artigos: artigos de no mínimo 10 e máximo 15 páginas, aceitos pelo Conselho Científico para publicação na revista, independentemente de uma temática específica da edição.
  3. Resenhas: textos de no máximo de no mínimo 3 e máximo 15 páginas, em que serão apresentadas resenhas de livros na área do conhecimento da revista. As resenhas de livros publicados nos últimos três anos, devem tanto apresentar as ideias centrais do(a)s autore(a)s, como as considerações críticas do(a) resenhista sobre o conteúdo do livro ou da coletânea.
  4. Relatos de Experiências: neste formato, de no mínimo 3 páginas, têm o intuito de promover a reflexão crítica sobre as ações de extensão e abrir espaço para o compartilhamento de aprendizagens decorrentes de experiências vivenciadas através das ações de extensão, desenvolvidas ou não em parceria com governos, organizações da sociedade civil, movimentos sociais, empresas, universidades, redes ou na interação entre essas. Os relatos de experiências representam dados descritivos decorrentes de projetos, programas, encontros, congressos (ou outros eventos) ou outros tipos de ações de extensão universitária, explicitando tais atividades e relatando os resultados da intervenção.
  5. Resumos: neste formato, de no mínimo 3 e máximo 5 páginas, serão apresentados resumos de monografias, dissertações e teses na área do conhecimento.

Os relatos deverão seguir minimamente as instruções do template quanto a formatação e deverão conter informações relacionadas a que consiste a prática (experiência, vivência) a ser relatada; em que contexto (social, cultural, ambiental, econômico) ocorre; a que público se direciona; procedimentos adotados (metodologia) na prática a ser relatada; resultados alcançados com a prática até o momento; o que se aprendeu com a experiência; registros fotográficos das atividades; relação da prática com os conceitos de extensão; referências; agradecimentos (a critério dos autores). Observações Importantes:

  • A avaliação da experiência, incluindo tanto os aspectos considerados positivos quanto os que forem considerados negativos, tendo em vista que ambos são igualmente importantes nos processos avaliativos. Caso considerem necessário, os autores podem apresentar recomendações e sugestões para experiências similares. É importante destacar o valor dessa experiência para o campo da formação em saúde e/ou para a organização do sistema, bem como ressaltar os valores e conhecimentos agregados pelos autores ao longo da atividade relatada.
  • As imagens que acompanham o texto (fotos, gráficos, tabelas etc.) devem estar em alta resolução (igual ou superior a 300dpi), a fim de permitir uma impressão de qualidade.  Todas as imagens devem vir acompanhadas de legendas explicativas e dos devidos créditos individuais ou institucionais.
  • Os relatos devem vir acompanhados dos dados completos dos autores – nome, breve currículo, telefone e e-mail de contato, instituição, cargo na instituição e função no âmbito da experiência – , os quais serão responsáveis pela legitimidade das informações constantes no texto.  Sempre que for possível, devem ser enviados materiais/documentos complementares à experiência relatada (folders, links para materiais ou notícias sobre a experiência, materiais didáticos etc.)
  • Todos os atores citados nominalmente ou que deem depoimentos no relato de experiência devem ser devidamente identificados (nome, função, cargo etc.).
  • Ao submeter um relato de experiência, os autores concordam com sua plena divulgação e sua replicação em outros meios, desde que citadas as fontes e mantida a integridade da informação. A inscrição dos textos implica ainda na concordância com as diretrizes do periódico.

 

OBS.: Trabalhos apresentados anteriormente em eventos científicos da área, cujo resumo e/ou versão integral tenham sido publicados em anais, podem ser submetidos ao periódico, cabendo ao Corpo Editorial a decisão de
publicá-los, desde que os autores submetam como documento suplementar o certificado ou comprovante de apresentação. Recomenda-se que a versão a ser publicada no periódico agregue as discussões e avanços
obtidos com a discussão do trabalho no evento científico em que foi
apresentado anteriormente.

A publicação de artigos está condicionada a pareceres de membros do Conselho Científico e/ou de colaboradores ad hoc. Todos os textos enviados para a revista serão submetidos a um processo de avaliação, realizada por pares, ficando preservada pelo Conselho Editorial a identificação dos avaliadores e dos autores.

A FEW ESSENTIALS FOR PUBLISHING IN THIS JOURNAL

  • Submitted articles should not have been previously published or be currently under consideration for publication elsewhere.
  • Conference papers may only be submitted if the paper has been completely re-written and the author has cleared any necessary permissions with the copyright owner if it has been previously copyrighted.
  • Briefs and research notes are not published in this journal.
  • All our articles go through a review process.
  • All authors must declare they have read and agreed to the content of the submitted article.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

O processo de avaliação de originais encaminhados para a REVES será realizada por, no mínimo, 2-3 avaliadores ad hoc convidados, designados de acordo com a área de atuação/linha de pesquisa.

A REVES estimula e prioriza a publicação de submissões originais e inéditas de qualidade científica contributiva à área que se propõe sob autorias individuais ou coletivas. Os pareceres dos avaliadores indicam se o artigo submetido está adequado para publicação na revista considerando os seguintes critérios:

  • Originalidade do trabalho;
  • Qualidade da Pesquisa;
  • Relevância da Pesquisa para área que se propõe;
  • Apresentação das Ideias (Encadeamento lógico, recursos gráficos, referências, etc...)

Além do registro da pontuação, os avaliadores fazem recomendações para melhoria do texto que devem ser consideradas para elaboração da versão revisada do artigo (em caso de aceite do artigo) ou para uma nova submissão (em caso de rejeição do artigo).

Após a conclusão do processo de avaliação dos artigos submetidos, os autores receberão os comentários dos avaliadores e recebem a notificação da avaliação sobre o artigo. Como resultado tem-se: Aceito, Aceito com alterações e Rejeitado. A versão revisada pelos autores dos trabalhos aceitos para publicação será verificada pelo editor de seção e pode ser retornada aos autores para eventuais ajustes.

Periodicidade

A REVES publica em fluxo contínuo.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Plagiarism/Plágio

Code of Conduc and Best Practice Guidelines for Journal Editors Committee on Publication Ethics (COPE)/ Responsabilidade dos autores. Copiar um estudo ou parte dele, de outro autor ou mesmo de publicação própria, constitui-se em fraude inaceitável e desonestidade. Ideias e palavras de outros(s), não devem ser utilizadas sem a identificação da fonte de informação.

IMPORTANTE:

De acordo com os avanços éticos nas pesquisas científicas, os artigos aprovados na primeira fase desta Revista serão submetidos a um detector de plágio, autoplágio ou republicação de artigo inédito. Caso ocorra alguma dessas situações de similaridade, o artigo será avaliado pelo Conselho Editorial com base nas Diretrizes Básicas para a Integridade na Atividade Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do CNPq (http://cnpq.br/diretrizes), transcritas abaixo. Opiniões expressas em artigos assinados e a integridade de seus conteúdos são de responsabilidade absoluta de seus autores.

Diretrizes

Confira abaixo as diretrizes básicas para a integridade na atividade científica:

  1. O autor deve sempre dar crédito a todas as fontes que fundamentam diretamente seu trabalho.
  2. Toda citação in verbis de outro autor deve ser colocada entre aspas.
  3. Quando se resume um texto alheio, o autor deve procurar reproduzir o significado exato das ideias ou fatos apresentados pelo autor original, que deve ser citado.
  4. Quando em dúvida se um conceito ou fato é de conhecimento comum, não se deve deixar de fazer as citações adequadas.
  5. Quando se submete um manuscrito para publicação contendo informações, conclusões ou dados que já foram disseminados de forma significativa (p.ex. apresentado em conferência, divulgado na internet), o autor deve indicar claramente aos editores e leitores a existência da divulgação prévia da informação.
  6. Se os resultados de um estudo único complexo podem ser apresentados como um todo coesivo, não é considerado ético que eles sejam fragmentados em manuscritos individuais.
  7. Para evitar qualquer caracterização de autoplágio, o uso de textos e trabalhos anteriores do próprio autor deve ser assinalado, com as devidas referências e citações.
  8. O autor deve assegurar-se da correção de cada citação e que cada citação na bibliografia corresponda a uma citação no texto do manuscrito. O autor deve dar crédito também aos autores que primeiro relataram a observação ou ideia que está sendo apresentada.
  9. Quando estiver descrevendo o trabalho de outros, o autor não deve confiar em resumo secundário desse trabalho, o que pode levar a uma descrição falha do trabalho citado. Sempre que possível consultar a literatura original.
  10. Se um autor tiver necessidade de citar uma fonte secundária (p.ex. uma revisão) para descrever o conteúdo de uma fonte primária (p. ex. um artigo empírico de um periódico), ele deve certificar-se da sua correção e sempre indicar a fonte original da informação que está sendo relatada.
  11. A inclusão intencional de referências de relevância questionável com a finalidade de manipular fatores de impacto ou aumentar a probabilidade de aceitação do manuscrito é prática eticamente inaceitável.
  12. Quando for necessário utilizar informações de outra fonte, o autor deve escrever de tal modo que fique claro aos leitores quais ideias são suas e quais são oriundas das fontes consultadas.
  13. O autor tem a responsabilidade ética de relatar evidências que contrariem seu ponto de vista, sempre que existirem. Ademais, as evidências usadas em apoio a suas posições devem ser metodologicamente sólidas. Quando for necessário recorrer a estudos que apresentem deficiências metodológicas, estatísticas ou outras, tais defeitos devem ser claramente apontados aos leitores.
  14. O autor tem a obrigação ética de relatar todos os aspectos do estudo que possam ser importantes para a reprodutibilidade independente de sua pesquisa.
  15. Qualquer alteração dos resultados iniciais obtidos, como a eliminação de discrepâncias ou o uso de métodos estatísticos alternativos, deve ser claramente descrita junto com uma justificativa racional para o emprego de tais procedimentos.
  16. A inclusão de autores no manuscrito deve ser discutida antes de começar a colaboração e deve se fundamentar em orientações já estabelecidas, tais como as do International Committee of Medical Journal Editors.
  17. Somente as pessoas que emprestaram contribuição significativa ao trabalho merecem autoria em um manuscrito. Por contribuição significativa entende-se realização de experimentos, participação na elaboração do planejamento experimental, análise de resultados ou elaboração do corpo do manuscrito. Empréstimo de equipamentos, obtenção de financiamento ou supervisão geral, por si só não justificam a inclusão de novos autores, que devem ser objeto de agradecimento.
  18. A colaboração entre docentes e estudantes deve seguir os mesmos critérios. Os supervisores devem cuidar para que não se incluam na autoria estudantes com pequena ou nenhuma contribuição nem excluir aqueles que efetivamente participaram do trabalho.  Autoria fantasma em Ciência é eticamente inaceitável.
  19. Todos os autores de um trabalho são responsáveis pela veracidade e idoneidade do trabalho, cabendo ao primeiro autor e ao autor correspondente responsabilidade integral, e aos demais autores responsabilidade pelas suas contribuições individuais.
  20. Os autores devem ser capazes de descrever, quando solicitados, a sua contribuição pessoal ao trabalho.
  21. Todo trabalho de pesquisa deve ser conduzido dentro de padrões éticos na sua execução, seja com animais ou com seres humanos.

 

Code of Conduct/Preceitos éticos

Os preceitos éticos da pesquisa que envolve seres humanos deverão ser respeitados. A publicação de artigos que trazem resultados de pesquisas envolvendo seres humanos está condicionada ao cumprimento dos princípios éticos contidos na Declaração de Helsinki (1964, reformulada em 1975, 1983, 1989, 1996, 2000 e 2008), da Associação Médica Mundial. Deverá ser observado o atendimento à legislação específicas do país que a pesquisa foi realizada.

Cópia do documento de aprovação por um comitê de ética de pesquisa deverá ser anexada como documento suplementar no processo de submissão.

Reciprocity/Reciprocidade

Entende-se que a submissão de artigos a serem avaliados sob o sistema de parecer duplo cego por partes implica o compromisso do(a) autor(a) de responder da forma mais satisfatoriamente possível às observações dos avaliadores. A Revista aprecia o esforço da comunidade científica de contribuir com seu trabalho para melhorar a qualidade da produção científica das ciências sociais no Brasil, por isso, não submeterá a parecer manuscritos que tenham recebido parecer negativo em outra revista sem que os autores tenham realizado o esforço de responder aos reparos levantados pelos pareceres. Pelo mesmo motivo, a Revista se reserva o direito de recusar artigos cuja reformulação desconsidere as sugestões dos pareceristas sem justificativa pertinente.

Autores que submetem artigos à Revista assumem o compromisso de emitir pareceres. A Equipe Editorial se reserva o direito de não submeter à segunda etapa de avaliação (segunda rodada) artigos cujos autores reiteradamente declinam a emissão de pareceres quando convidados pela Revista.

Editorial Team/Estrutura Editorial

ESTRUTURA EDITORIAL

A estrutura editorial do periódico é constituída pelo Corpo Editorial, Revisores Ad Hoc e Secretaria do periódico.

OBS. Para fazer parte da Equipe Editorial, efetue o teu cadastro no periódico como AUTOR, LEITOR e AVALIADOR, informando os campos obrigatórios no registro, mais a identificação de vínculo institucional e área(s) de avaliação.  Na sequência, envie um email para revistareves2018@gmail.com, solicitando a avaliação da inclusão de teu nome no Corpo Editorial.

 

1. CORPO EDITORIAL

A COMPOSIÇÃO: Deverá ser constituído por especialistas reconhecidos na comunidade científica da área. O Corpo Editorial será constituído por:

  1. Editor-Chefe (Editor-in-Chief).
  2. Editor Adjunto (Adjunct Editor)
  3. Editor Associado (Associate Editor)

Os nomes dos membros do Corpo Editorial constarão do website do periódico.

ATRIBUIÇÕES GERAIS DO CORPO EDITORIAL:

  1. Promover a divulgação do periódico.
  2. Identificar, selecionar e substituir Revisores Ad Hoc;
  3. Definir a política editorial e a missão do periódico;
  4. Deliberar sobre a identidade visual e o processo editorial do periódico;
  5. Zelar pela qualidade técnico-científica do periódico, pela regularidade de sua publicação e pelo processo de gestão editorial;
  6. Avaliar periodicamente e propor modificações das Normas do periódico, visando manter sua qualidade e atratividade;
  7. Sugerir autores, resenhas e traduções;
  8. Sugerir eixos temáticos.

 

1.1.       ATRIBUIÇÕES DO EDITOR-CHEFE:

  1. Coordenar a equipe e o processo editorial;
  2. Escolher o(s) Editor(es)-Adjunto(s);
  3. Representar o Corpo Editorial do periódico;
  4. Convocar o Corpo Editorial;
  5. Aprovar ou rejeitar a publicação dos manuscritos no final do processo de avaliação;
  6. Selecionar os Revisores Ad Hoc dos trabalhos com o apoio da Secretaria do periódico;
  7. Manter uma equipe de Revisores Ad Hoc adequada às necessidades do periódico;
  8. Elaborar o orçamento do periódico e viabilizar meios para a sua editoração e divulgação.

 

1.2.       ATRIBUIÇÕES DO EDITOR-ADJUNTO:

  1. Assessorar o Editor-Chefe em atribuições específicas;
  2. Representar o Editor-Chefe quando necessário.

 

1.3.       ATRIBUIÇÕES DO EDITOR-ASSOCIADO:

  1. Fazer avaliação prévia dos manuscritos submetidos à publicação, quando solicitados;
  2. Emitir parecer para qualificar a pertinência de publicação dos manuscritos subsidiado pelos pareceres dos Revisores Ad Hoc, quando solicitados;
  3. Avaliar o desempenho dos Revisores Ad Hoc;
  4. Mediar as relações entre Revisores Ad Hoc e Autores;
  5. Assessorar o Editor-Chefe e o(s) Editor(es) Adjunto(s).

 

2.  REVISORES AD Hoc

ATRIBUIÇÕES GERAIS:

  1. Concordar em rever manuscritos apenas em assuntos nos quais tenha experiência;
  2. Declarar qualquer conflito de interesse potencial ou real com relação à Revista ou ao trabalho;
  3. Emitir parecer sobre os manuscritos no processo de avaliação cega para os dois lados - double blind review;
  4. Realizar a revisão dentro do prazo estabelecido pelo periódico;
  5. Respeitar a confidencialidade da revisão e não revelar quaisquer detalhes do trabalho;
  6. Ser objetivo e construtivo nos comentários, evitando críticas pessoais, hostis, difamatórias ou depreciativas;
  7. Utilizar formulário próprio, fornecido pela Revista, para relatar as considerações sobre o trabalho;
  8. Obedecer as Diretrizes éticas para revisores de periódicos científicos: http://www.revistas.usp.br/psicousp/article/viewFile/78932/83003;
  9. Indicar novos Revisores.

 

3. SECRETARIA

ATRIBUIÇÕES GERAIS:

  • Recepcionar os trabalhos submetidos à publicação, organizar e gerenciar o fluxo de gestão de manuscritos, pareceres e comunicações com o Corpo Editorial;
  • Orientar os autores quanto à adequação dos textos às normas de publicação e outros procedimentos pertinentes ao processo de análise e aprovação dos trabalhos;
  • Fazer a revisão inicial dos manuscritos quanto ao atendimento das normas do periódico
  • Gerenciar o fluxo de manuscritos no processo editorial para garantir o cumprimento de prazos;
  • Gerenciar os processos relativos aos serviços de revisão, edição e deagramação do periódico;
  • Manter o registro de avaliações de desempenho de Revisores Ad Hoc;
  • Manter atualizado o cadastro de Editores, Conselheiros e Revisores;
  • Providenciar a divulgação dos artigos e do periódico;
  • Contabilizar gastos e arrecadação relacionados às edições do periódico;
  • Controlar os pagamentos efetuados pelos autores;
  • Providenciar a indexação da revista junto aos vários sistemas de informação que contemplem a área;
  • Manter atualizado o site do periódico.

 

Template

A intenção do template é padronizar a formatação dos artigos encaminhados à REVES - Revista Relações Sociais, com vistas a melhorar a qualidade dos trabalhos, buscando a excelência na publicação científica. Assim, tais padrões estão adequados às revistas e aos critérios de indexação da base SciELO (Scientific Electronic Library Online). Este plano de ação tem como objetivos principais: a) Facilitar a correção dos textos; b) Auxiliar o autor no processo de formatação; c) Adequação da periodicidade das publicações aos critérios SciELO; d) Fortalecer o Comitê Editorial da REVES - Revista Relações Sociais; e) Padronizar o estilo e layout da revista (diagramação e conteúdo, capa e sumário).

Para atender o objetivo de padronização de estilo e layout, apresenta-se neste documento o modelo de formatação de artigo científico criado para o programa Microsoft Word. Portanto, os artigos prontos devem ser submetidos utilizando o padrão descrito neste documento. As normas de publicação da REVES, disponíveis no site, estão embutidas nos formatos apresentados neste modelo. Vale lembrar que os artigos serão submetidos à avaliação dos membros da Comissão Científica da revista e de pareceristas ad hoc. Se necessário, os artigos serão encaminhados novamente aos autores para revisão. A versão final do artigo será disponibilizada no site da revista no formato Portable Document Format - PDF. A adoção de um modelo para os artigos possui benefícios que vão além da simplificação do trabalho dos autores. Uma vez que a equipe editorial da revista receba os artigos prontos, ou com baixos índices de inconformidades, reduz-se consideravelmente o prazo de editoração, permitindo adequar a periodicidade das edições aos padrões da base SciELO. 

Additional Information/Informações Relevantes

Copyright

Copyright (ou direito autoral) é uma lei que dá ao autor de um documento escrito, composição musical, livro, foto, filme ou outros trabalhos criativos o direito de decidir o que outras pessoas podem fazer com sua obra. Por causa do copyright, um trabalho somente pode ser copiado se o detentor dos direitos conceder permissão.

http://www.copyright.gov/

Creative Commons (CC)

Creative Commons (CC) é uma entidade sem fins lucrativos criada para permitir maior flexibilidade na utilização de obras protegidas por direitos autorais. Com esta licença, o autor/criador pode permitir o uso mais amplo de seus materiais por terceiros, sem que estes infrinjam as leis de proteção à propriedade intelectual. Com uma licença Creative Commons, por exemplo, um escritor pode disponibilizar um artigo e permitir que outros autores o utilizem, publicando em outros meios ou aplicando parte do conteúdo em um novo texto.

www.creativecommons.org.br

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

CrossRef

CrossRef é um serviço de ligação de referência colaborativo que funciona como uma espécie de painel de comando digital. Ele detém vínculos por meio de identificadores digitais (CrossRef DOI), que estão marcados para metade dos artigos fornecidos pelas editoras participantes. O resultado final é um sistema de ligação eficiente e escalável, por meio do qual um pesquisador pode clicar em uma citação de referência em um jornal e acessar o artigo citado.

www.crossref.org

DOI

Each paper published in REVES - Revista Relações Sociais (eISSN 2595-4490) is assigned a DOI®number, which appears beneath the author's affiliation in the published paper. Click HERE (http://www.crossref.org/) to know what is DOI (Digital Object Identifier) and to retrieve Digital Object Identifiers (DOIs) for journal articles, books, and chapters.

DOI (Digital Object Identifier) é uma maneira de criar uma identificação única e permanente para conteúdos acadêmicos disponibilizados on-line. Funciona como um ISBN, mas digital e permanente. Este identificador é escolhido pela editora e gravado na DOI Foundation, fundação mundial responsável pelo cuidado e manutenção do selo e de toda base de identificadores salvos. DOI é padronizado como o ISO 26324.

http://www.doi.org

Veja o tutorial:

https://galoa.com.br/deposito-doi-crossref/como-incluir-um-doi-no-lattes
OU
http://www.seabd.bco.ufscar.br/referencia/comunicacao-cientifica/o-que-e-o-numero-doi-de-um-periodico

ISSN

O ISSN (International Standard Serial Number), sigla em inglês para Número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas, é o código aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação seriada. Esse número se torna único e exclusivo do título da publicação ao qual foi atribuído, e seu uso é padronizado pela ISO 3297 (International Organization for Standardization).

Por ser um código único, o ISSN identifica o título de uma publicação seriada durante todo o seu ciclo de existência (fase de lançamento, circulação e encerramento da revista), seja qual for o idioma ou suporte físico utilizado (impresso, on-line, CD-ROM e demais mídias).

Open Access

Open Access, ou acesso livre é a disponibilização ampla e gratuita do artigo. Seus benefícios à literatura científica têm sido crescentemente reconhecidos a nível internacional. Ele promove visibilidade, acessibilidade e difusão dos resultados da atividade científica do pesquisador e do evento científico, potencializando o seu uso e subsequente impacto na comunidade científica internacional. Um número crescente de estudos tem revelado que os artigos científicos livremente acessíveis na Internet são mais citados, e, portanto, têm um maior impacto que os artigos que não estão assim disponíveis.

Indexação/Indexing

REVES - Revista Relações Sociais (eISSN 2595-4490) está indexada nas seguntes bases:

Directory of Open Access Journals

Resultado de imagem para LATINREV

Home

icon

 

Open Journal Systems

logo_livre2.png

Referees/Avaliadores Ad Hoc

Please submit, with the manuscript, the names, present affiliation and current addresses and e-mail addresses of at least 3 potential referees. Note that the editor retains the sole right to decide whether or not the suggested reviewers are used.
The Executive Editor first evaluates all manuscripts on technical aspects such as compliance to the Template, quality of grammar or language. Revision can be requested after this first evaluation. Manuscripts passing the first evaluation are sent to the handling editor who can reject on the basis of insufficient originality, serious scientific flaws, or because the work is considered outside the aims and scope of the journal. Those that meet the minimum criteria are passed on to experts for review. Referees advise the editor, who is responsible for the final decision to accept or reject the article. Please note: Any Editor's decision is final.

Fontes de Apoio

Resultado de imagem para ufamPrograma de Pós-Graduação em Ciências e Humanidades

Histórico do periódico

10/12/2018 - REVES indexada no Portal de Periódicos da UFV.

04/07/2018 - Atribuição do eISSN 2595-4490 pela CBISSN e DOI pela CROSSREF.

12/04/2018 - Lançamento/Criação da REVES.

Sponsors