A reforma do novo Ensino Médio sob a ótica da abordagem do ciclo de políticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47328/rpv.v13i2.16820

Palavras-chave:

Reforma do Ensino Médio, Desigualdade educacional, Ciclo de políticas

Resumo

Este artigo aborda uma pesquisa qualitativa que tem como objetivo analisar a Reforma do Ensino Médio, expressa na Lei 13.415/2017, sob a ótica da “policy cycle approach” (abordagem do ciclo de políticas). Tal abordagem foi preconizada por Stephen Ball e tem sido utilizada como referencial teórico analítico para o estudo de políticas educacionais por permitir a análise de políticas públicas desde seu contexto de influência, onde se propõem as ideias iniciais sobre a necessidade da existência dessas políticas, até o estudo das disputas de controle e influxos pela conquista de espaço, bem como a aplicação dessas políticas e seus efeitos e estratégias para sanar as dificuldades ao colocá-las em prática. Essa análise permitiu reconhecer o viés neoliberal que acompanha a Reforma e seus efeitos sobre os alunos da Rede Pública de Ensino, tendo como uma das consequências a ampliação da desigualdade educacional e, consequentemente, social no Brasil. Dessa forma, o presente trabalho tem como uma de suas funções auxiliar na construção de estratégias para diminuir os impactos negativos da Reforma do Ensino Médio, contribuindo com o contexto atual no ciclo de políticas em que ela se encontra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emerson Rolkouski, Universidade Federal de São Carlos

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Paraná (1999), mestrado em Educação pela mesma instituição (2002) e doutorado em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Realizou estágio pós-doutoral no Institute of Education da University College London (2018). Professor da Educação Básica durante vários anos, atualmente é professor titular da Universidade Federal do Paraná onde desenvolve atividades de pesquisa, ensino e extensão na área de Educação Matemática.

Referências

ANPED. Manifesto do Movimento Nacional em Defesa do Ensino Médio sobre a Medida Provisória. 2016. Disponível em: https://www.anped.org.br/news/manifesto-do-movimento-nacional-em-defesa-do-ensino-medio-sobre-medida-provisoria Acesso em: 28 ago. 2023.

ANPED. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Ensino Médio: O que as pesquisas têm a dizer. 2023. Disponível em: https://www.anped.org.br/sites/default/files/images/relatorio_final_--seminarios_anped_ensino_medio_-_o_que_as_pesquisas_tem_a_dizer_-_aprovado_28-06.pdf_ga=2.262767755.602547610.1693267176-1914372124.1693267176. Acesso em: 28 ago. 2023.

AVELAR, M. Entrevista com Stephen J. Ball: uma análise de sua contribuição para a pesquisa em Política Educacional. Archivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 24, n. 24, p. 1-18, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/296631339_Entrevista_com_Stephen_J_Ball_Uma_Analise_de_sua_Contribuicao_para_a_Pesquisa_em_Politica_Educacional . Acesso em: 08 out. 2023.

BALL, S. J. Educational reform: a critical and post-structural approach. Buckingham: Open University Press, 1994.

BALL, S. J. Big policies/small world: an introduction to international perspectives in education policy. Comparative Education, Penn State, v. 34, n. 2, p. 119-130. 1998. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/epdf/10.1080/03050069828225?needAccess=true. Acesso em: 08 out. 2023.

BALL, S. J.; BOWE, R. Subject departments and the ‘implementation’ of National Curriculum policy: an overview of the issues. Journal of Curriculum Studies, v. 24, n. 2, p. 97-115, 1992. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/248986176_Subject_Departments_and_the_Implementation_of_National_Curriculum_Policy_An_Overview_of_the_Issues. Acesso em: 08 out. 2023.

BALL, S. J.; MAGUIRE, M.; BRAUN, A. How schools do policy: policy enactments in secondary schools. Abingdon: Routledge, 2012.

BALL, S. J.; MAGUIRE, M.; BRAUN, A. Como as escolas fazem as políticas: atuação em escolas secundárias. Tradução de Janete Bridon. Ponta Grossa: UEPG, 2016.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora. 1994.

BOWE, R.; BALL, S.; GOLD, A. Reforming education & changing schools: case studies in policy sociology. London: Routledge, 1992.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB. 9394/1996.

BRASIL. Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017, conversão da medida provisória 746, de 2016. Diário Oficial da União, 17/02/2017. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2017/lei-13415-16-fevereiro-2017-784336-publicacaooriginal-152003-pl.html. Acesso em: 25 abr. 2023.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei (PL) nº 6.840/2013. Projeto de Lei nº 6.840, de 2013. Brasília, 2013. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposiçõesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=07B2A00572F05272A556376633D02316.proposicoesWeb2?codteor=1480913&filename=Avulso+-PL+6840/2013. Acesso em: 25 abr. 2024.

DOURADO, L. F.; OLIVERIA, J. F. A qualidade da educação: perspectivas e desafios. Cad. Cedes, Campinas vol. 29, n. 78, p. 201-215, maio/ago. 2009 Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/Ks9m5K5Z4Pc5Qy5HRVgssjg/?format=pdf&lang=pt Acesso em: 30 ago. 2023.

HAWKES, T. Structuralism and semiotics. London: Methuen, 1977.

HERNANDES, P. R. A reforma do Ensino Médio e a produção de desigualdades na educação escolar. Revista Educação, v. 44, e58, p. 1–19, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.5902/198464443473. Acesso em: 28 ago. 2023.

MACEDO, E. Base curricular comum: novas formas de sociabilidade produzindo sentidos para educação. E-curriculum, v. 12, n. 3, p. 1530-1555, dez. 2014. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/download/21666/15916. Acesso em: 08 out. 2023.

MAINARDES, J. Abordagem do ciclo de poli?ticas: Uma contribuic?a?o para a ana?lise de poli?ticas educacionais. Educação e Sociedade, Campinas, vol. 27, n. 94, p. 47-69, jan./abr. 2006. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 10 jun. 2023.

MAINARDES, J. A. A abordagem do ciclo de políticas: explorando alguns desafios da sua utilização no campo da Política Educacional. Jornal de Políticas Educacionais, v. 12, n. 16. 2018. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/jpe/article/view/59217 Acesso em: 07 out. 2023

MAINARDES, J.; MARCONDES, M. I. Entrevista com Stephen J. Ball: um diálogo sobre justiça social, pesquisa e política educacional. Educação & Sociedade, Campinas. v. 30, n. 106, p. 303-318, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/KCJrrfcWgxsnhp8ZVN4R4Jt?format

=pdf&lang=pt. Acesso em: 08 out. 2023.

MOTTA, V. C. da; FRIGOTTO, G. Por que a urgência da Reforma do Ensino Médio? Medida Provisória nº 746/2016 (Lei nº 13.415/2017). Educação e Sociedade, Campinas, v. 38, n. 139, p.355-372, 2017. Disponível em: http://dx/doi.org/10.1590/ES0101-73302017176606. Acesso em: 30 ago. 2023.

SILVA, K. C. J. R.; BOUTIN, A. C. Novo Ensino Médio e Educação Integral: contextos, conceitos e polêmicas sobre a reforma. Educação: Santa Maria, v. 43, n. 3, p. 521-534, jul./set. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/30458/pdf. Acesso em: 13 nov. 2022.

SILVA, M. R. A BNCC da reforma do Ensino Médio: o resgate de um empoeirado discurso. Educação em Revista Belo Horizonte, v.34, e214130, 2018. Disponível me: https://www.scielo.br/j/edur/a/V3cqZ8tBtT3Jvts7JdhxxZk/abstract/?lang=pt Acesso em: 18 ago. 2023.

TORRIGLIA, P. L.; ORTIGARA, V. O campo de mediações. Primeiras aproximações para a pesquisa em políticas educacionais. In CUNHA, C.; SOUZA, J. V.; SILVA, M. A. (orgs.). O método dialético na pesquisa em educação. Campinas, SP: Autores Associados; Brasília: Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, 2014.

VOLPI, M. 10 desafios do ensino médio no Brasil: para garantir o direito de aprender de adolescentes de 15 a 17 anos. Coordenação Mário Volpi, Maria de Salete Silva e Júlia Ribeiro. Brasília: Unicef, 2014.

Downloads

Publicado

15-05-2024

Como Citar

ROSOTTI NAVARRO, E.; ROLKOUSKI, E. A reforma do novo Ensino Médio sob a ótica da abordagem do ciclo de políticas. Revista Ponto de Vista, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 01–19, 2024. DOI: 10.47328/rpv.v13i2.16820. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/RPV/article/view/16820. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Científicos