Relação entre trabalho e vida familiar: um estudo de caso das mulheres terceirizadas do setor de limpeza da Universidade Federal de Viçosa/MG

A CASE STUDY OF THIRD PARTY WOMEN IN THE CLEANING SECTOR OF THE FEDERAL UNIVERSITY OF VIÇOSA / MG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31423/oikos.v32i1.9872

Palavras-chave:

Família, Trabalho, Terceirização

Resumo

Este estudo objetivou examinar o perfil das mulheres trabalhadoras dos serviços de limpeza terceirizados da Universidade Federal de Viçosa e as relações entre o trabalho exercido por elas e sua vida familiar. Com este intuito caracterizou-se o perfil das trabalhadoras, sua trajetória profissional e a percepção que seus familiares possuíam em relação ao trabalho realizado por elas. Para isso foi realizada uma pesquisa qualitativa e quantitativa, de natureza descritiva, exploratória e bibliográfica. A principal fonte de informações foram as entrevistas semiestruturadas. A análise dos dados foi realizada utilizando a técnica da análise de conteúdo. Os dados passíveis de serem quantificados foram tratados a partir de estatística simples. Verificou-se que as trabalhadoras buscavam equilibrar a vida familiar e o trabalho através da dupla e/ou tripla jornada de trabalho com o sacrifício pessoal. Percebeu-se que o trabalho terceirizado era uma opção que tinham de sustento para suas famílias. Os resultados apontaram satisfação dos familiares com o trabalho executado por elas, mas tal satisfação se relacionava ao fato delas estarem empregadas. Por fim, diante dos resultados obtidos, da complexidade do tema e de sua importância, constatou-se a necessidade de novas pesquisas sobre o tema ou sobre assuntos relacionados a ele.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suélem Silva Oliveira

Mestre em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa - MG (2018); Especialista em Direito do Trabalho e Previdenciário na Atualidade pela Pontifícia Universidade Católica  PUC - MG; Especialista em Ensino de História pela Faculdade Vale do Piranga FAVAPI - MG; Graduada em DIREITO pela Universidade Federal de Viçosa (2011); Graduada em HISTÓRIA pela Universidade Federal de Viçosa (2005). Possui interesse em Direito do Trabalho, Família, Sucessões e Consumidor.

Charlista Schinaider Saraiva

Possui formação em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (2018). Foi bolsista de extensão PIBEX em 2015 no projeto intitulado Artesanato e Sustentabilidade: Autonomia e Socialização na Terceira Idade. Participou como bolsista voluntária no projeto de extensão Participação, Integração e Empoderamento Comunitário: Alternativas de Desenvolvimento Local para o Bairro Violeira, Viçosa, MG. Em 2016 foi voluntária do projeto de extensão Fazendo Arte do Departamento de Economia Doméstica. Foi representante efetiva da Comissão Coordenadora do Curso de Economia Doméstica (2016/2017). Foi bolsista de Iniciação Científica PIBIC/Sicoob-UFVCredi (2017/2018). Possui experiência na área de Extensão Rural (EMATER-Viçosa) e Lavanderia Hospitalar (Hospital São Sebastião-Viçosa). Acompanhou e ministrou oficinas de produção de artesanato, limpeza e organização de ambientes domésticos para a população de Viçosa e região. Possui experiência em corte e costura para iniciantes.

Tereza Angélica Bartolomeu

Possui graduação em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (1989), Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998 e 2002). É Professora (Titular) do Departamento de Economia Doméstica da Universidade Federal de Viçosa desde o ano de 1989. Atualmente é Membro do Conselho de Administração da Fundação Arthur Bernardes (FUNARBE); Coordenadora Adjunta da Universidade Aberta do Brasil na UFV; Membro representante da UFV no Conselho Municipal de Turismo de Viçosa; Membro representante do CCH no Conselho Técnico da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância da UFV ( CEAD-UFV), na Comissão Permanente de Pessoal Docente da Universidade Federal de Viçosa (CPPD-UFV), e na Comissão Própria de Avaliação da Universidade Federal de Viçosa (CPA-UFV). Coordena os Laboratórios de Têxteis, de Modelagem e de Produção do Vestuário do Departamento de Economia Doméstica; o Ateliê de Costura do Núcleo de Desenvolvimento Social de Viçosa no CENTEV (NUDESE-CENTEV-UFV) e o projeto de extensão Fazendo Arte. É Líder do grupo de pesquisa do CNPq Vestuário no Contexto Socioeconômico e Cultural e é membro dos grupos de pesquisa do CNPQ: CREC: Centro de Referência em Empreendedorismo e Cooperativismo; PLURAL - Moda e Vestuário; Famílias, Políticas Públicas, Desenvolvimento Humano e Social e ERGOSAT - Ergonomia, Saúde e Segurança no Trabalho. Tem experiência nas áreas de Ensino a Distância e Economia Doméstica, atuando principalmente nos seguintes temas: Empreendedorismo; Terceirização; Desenvolvimento de produtos do vestuário, planejamento, produção e conservação; Avaliação, higienização e conservação de materiais têxteis; Hotelaria Hospitalar; Ensino a Distância e TICs na prática docente.

Rita de Cassia Bhering Ramos Pereira

Possui graduação em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (2008) e é Mestre pelo programa de Pós Graduação em Economia Doméstica pela UFV. Foi Bolsista de Iniciação Cientifica no periodo de junho a dezembro de 2006 programa Institucional de Bolsa de Iniciação Cientifica no convenio PIC/CEF/UFV e Bolsista de Iniciação Cientifica no periodo de março/2007 a fevereiro/2008 no programa Institucional de Bolsa de Iniciação Cientifica no convenio FAPEMIG/UFV. Participa do seguinte grupos de pesquisa certificados pelo CNPq: Famílias, Políticas Públicas, Desenvolvimento Humano e Social. Tem experiência na área de Economia Doméstica, com ênfase em Economia Doméstica, atuando principalmente nos seguintes temas: família, programa de renda mínima, inclusão social, programa timarteducação, produção orgânica, Violência Doméstica e Lei Maria da Penha.

Referências

ANTUNES, Ricardo; DRUCK, Graça. A Terceirização como regra? Revista do Tribunal Superior do Trabalho, Brasília, vol. 79, n. 4, out/dez. 2013. Disponível em: <https://aplicacao.tst.jus.br/dspace/bitstream/handle/1939/55995/011_antunes_druck.pdf?sequence=1>. Acesso em: 10 maio 2019.

ALMEIDA, Leila Sanches de. Mãe, Cuidadora e Trabalhadora: As Múltiplas Identidades de Mães que Trabalham. Revista Departamento de Psicologia, UFF [online]. 2007, vol.19, n.2, pp.411-422. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-80232007000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 22 mar. 2020.

BARROS, Sérgio Paes de. Biopolítica, neoliberalismo e vulnerabilidade: os trabalhadores terceirizados na universidade pública. Tese (Doutorado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-30092015-112301/pt-br.php>. Acesso em: 15 nov. de 2018

BILAC, Elisabete Dória. Trabalho e família: Articulações possíveis. Tempo Social: revista de sociologia da USP, v. 26, n. 1, p. 129-145, 2014. Disponível em: <http://www.revistas.usp.br/ts/article/view/84984>. Acesso em: 05 fev. 2017.

BORGES, Ângela. Impactos do desemprego e da precarização sobre famílias metropolitanas. Revista brasileira Estudos de População, São Paulo, v. 23, n. 2, p. 205-222, jul./dez. 2006.

BORGES, Ângela; DRUCK, Maria da Graça. Crise global, terceirização e a exclusão no mundo do trabalho. Caderno CRH, Salvador, n. 19, 1993. Disponível em: <https://portalseer.ufba.br/index.php/crh/article/view/18801>. Acesso em: 05 fev. 2017.

BRASIL. Decreto-Lei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967. Dispõe sobre a organização da Administração Federal, estabelece diretrizes para a Reforma Administrativa e dá outras providências. Diário Oficial de 27/03/1967. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del0200.htm>. Acesso em: 15 maio 2016.

_______. Constituição Federal. Diário Oficial da União 191-A de 05/10/1988, p.1. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm>. Acesso em: 03 set. 2019.

_______. Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Diário Oficial da União de 19/04/1991, p. 1. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8112cons.htm>. Acesso em: 15 maio 2019.

_______. Lei nº 9.632, de 7 de maio de 1998. Dispõe sobre a extinção de cargos no âmbito da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, e dá outras providências. Diário Oficial de 08/05/1998, p. 1. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9632.htm>. Acesso em: 16 jan. 2019.

________ . Lei nº 13.429 de 31 de março de 2017. Altera dispositivos da Lei no 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros. Diário Oficial de 31/03/2017, p.1 edição extra. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13429.htm>. Acesso em: 20 maio 2019.

BRUSCHINI, Cristina; RIDENTI, Sandra. Família, casa e trabalho. Cadernos
de Pesquisa, São Paulo, n,88, p.30-36, 1994. Disponível em: <http://www.fcc.org.br/pesquisa/publicacoes/cp/arquivos/885.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2020.

CASSAR, Vólia Bonfim. Direito do Trabalho. 5ª. Ed. Niterói. Impetus, p. 509-542, 2011.

DIEESE. A Situação do Trabalho no Brasil na primeira década dos anos 2000./ Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.—São Paulo: DIEESE, 2012.

FRANÇA, Ana Letícia de; SCHIMANSKI, Édina. Mulher, trabalho e família: uma análise sobre a dupla jornada feminina e seus reflexos no âmbito familiar. Emancipação, Ponta Grossa, 9(1): 65-78, 2009. Disponível em: <http://www.uepg.br/emancipacao>. Acesso em: 20 mar. 2020.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. Ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GARBIN, Sandra. Trabalho Feminino e Terceirização: Um Estudo de Caso. Florianópolis, 2006.

GEMMA, Sandra Francisca Bezerra; FUENTES-ROJAS, Marta; SOARES, Maurílio José Barbosa. Agentes de Limpeza Terceirizados: entre o ressentimento e o reconhecimento. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional. 2017; 42: e4. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbso/v42/2317-6369-rbso-42-e4.pdf>. Acesso em: 18 mar. 2020.

GOLDANI, Ana Maria. Família, gênero e políticas: famílias brasileiras nos anos 90 e seus desafios como fator de proteção. Revista Brasileira de Estudos de População, v.19, n.1, jan./jun. 2002. Disponível em: <http://www.spm.gov.br/arquivos-diversos/.arquivos/integra_artigo_familia_genero_politica/view>. Acesso em: 10 jan. 2017.

HIRATA, Helena; KERGOAT, Danièle. Novas Configurações da Divisão Sexual do Trabalho. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n.132, p.596-609, set./dez. 2007.

HIRATA, Helena. A Precarização e a Divisão Internacional e Sexual do Trabalho. Sociologias, Porto Alegre, ano 11, nº 21, p. 24-41, jan./jun. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-45222009000100003>. Acesso em: 10 jan. 2017

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia Científica. 5ª Ed. São Paulo: Atlas S.A., 2007.

LIMA, José Benjamim de. Concessão de serviços públicos e a reforma do estado. Revista UENP, Universidade Estadual do Norte do Paraná. Paraná, n.3, 2003. Disponível em: <http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:yo8Wd-J5kH0J:seer.uenp.edu.br/index.php/argumenta/article/viewFile/20/21+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&client=firefox-b>. Acesso em: 16 nov. 2016.

LORETO Maria das Dores Saraiva de. Família Na Contemporaneidade: Estudos e Intervenção Social. In: VIII Encontro Latino-Americano de Economia Doméstica, I Encontro Internacional de Economia Doméstica, Fortaleza-CE. Conferência De Abertura.

POCHMANN, Márcio. Ajuste econômico e desemprego recente no Brasil metropolitano. Estudos Avançados, São Paulo, vol. 29, n. 85, set/out 2015. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142015008500002>. Acesso em: 16 fev. 2018.

RODRIGUES, Júlia de Arruda. A construção histórica e cultural do gênero feminino e a valorização do trabalho da mulher. XVII Encontro Nacional da Rede Feminista norte e Nordeste de Estudos e pesquisas sobre a mulher e relações de gênero – REDOR. João Pessoa – PB, 2012. Disponível em: <http://www.ufpb.br/evento/lti/ocs/index.php/17redor/17redor/paper/download/241/108>. Acesso em: 10 maio 2016.
SAFFIOTI, Heleieth Iara Bongiovani. A mulher na Sociedade de Classes: mito e realidade; prefácio de Antônio Cândido de Mello & Souza. Petrópolis, Vozes, 1976.

SIMÕES, Fátima Itsue Watanabe; HASHIMOTO, Franscisco. Mulher, mercado de trabalho e as configurações familiares do século XX. Revista Vozes dos Vales da UFVJM: Publicações Acadêmicas – MG – Brasil – Nº 02 – Ano I – 10/2012. Disponível em: < http://site.ufvjm.edu.br/revistamultidisciplinar/files/2011/09/Mulher-mercado-de-trabalho-e-as-configura%C3%A7%C3%B5es-familiares-do-s%C3%A9culo-XX_fatima.pdf>. Acesso em: 15 mar. 2020.

SOARES, Laura Tavares Ribeiro. Ajuste neoliberal e desajuste social na América Latina. Tese (Doutorado em Economia) – Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000088912>. Acesso em 20 nov. 2016.

SOUZA, Cinthia Barreto Santos. De casa para a rua e da rua para casa: implicações e interações família e trabalho. (Dissertação) -. Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea da Universidade Católica do Salvador, 2012. Disponível em: <http://tede.ucsal.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=285>. Acesso em: 20 maio 2017.

SOUZA, André Wilson Paula de; BATISTA, Roberto Leme. A Revolução Industrial e a Divisão Social do Trabalho. II Encontro Anual de Iniciação Científica Universidade Estadual do Paraná Campus Paranavaí, 25 a 27 de outubro de 2016.

TRAD, Leny Bomfim. A Família e suas mutações: subsídios ao campo da saúde. In: TRAD, LENY Bomfim. Família Contemporânea e Saúde: significados, práticas e políticas públicas. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2010.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. Tradução de Ana Thorell; revisão técnica Cláudio Damacena. 4ª Ed. Porto Alegre: Bookman, 2010

Downloads

Publicado

2021-04-29

Como Citar

Oliveira, S. S., Saraiva, C. S. ., Bartolomeu, T. A. ., & Pereira, R. de C. B. R. . (2021). Relação entre trabalho e vida familiar: um estudo de caso das mulheres terceirizadas do setor de limpeza da Universidade Federal de Viçosa/MG: A CASE STUDY OF THIRD PARTY WOMEN IN THE CLEANING SECTOR OF THE FEDERAL UNIVERSITY OF VIÇOSA / MG. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 32(1), 165-190. https://doi.org/10.31423/oikos.v32i1.9872

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)