RETORNO E RISCO NO EMPREGO DE DIFERENTES SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO DO CAFEEIRO NO CERRADO MINEIRO

Autores

  • Alan Figueiredo Aredes
  • Matheus Wemerson Gomes Pereira

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v17i2.117

Palavras-chave:

Irrigação, Recursos hídricos

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o retorno e o risco relacionados a diferentes sistemas de irrigação do cafeeiro no cerrado mineiro. Foram analisados cinco sistemas de produção de café, de acordo com diferentes tecnologias: não-irrigado, irrigado por gotejamento autocompensado, irrigado por tripa, irrigado por malha e irrigado por pivô central com LEPA. Verificou-se a superioridade da produção irrigada, que teve os maiores retornos econômicos e os menores níveis de risco, independentemente do sistema utilizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-05

Como Citar

Aredes, A. F., & Pereira, M. W. G. (2009). RETORNO E RISCO NO EMPREGO DE DIFERENTES SISTEMAS DE IRRIGAÇÃO DO CAFEEIRO NO CERRADO MINEIRO. Revista Engenharia Na Agricultura - Reveng, 17(2). https://doi.org/10.13083/reveng.v17i2.117

Edição

Seção

.

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.