ALTERAÇÃO NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, QUÍMICAS E BIOQUÍMICAS DA ÁGUA NO PROCESSO DE LAVAGEM, DESPOLPA E DESMUCILAGEM DE FRUTOS DO CAFEEIRO

Roberta Jimenez de Almeida Rigueira, Adílio Flauzino de Lacerda Filho, Antonio Teixeira de Matos, Sérgio Maurício Lopes Donzeles, Juan José Fonseca Palacin

Resumo


Neste trabalho se objetivou avaliar as alterações nas características físicas, químicas e bioquímicas da água residuária da lavagem, despolpa e desmucilagem dos frutos do cafeeiro. Foi utilizado café cereja, variedade Catuaí, cuja colheita foi realizada no período de maio a julho de 2004, utilizando-se o método de derriça manual sobre pano. Durante o processamento dos frutos foram coletadas amostras de água na entrada e na saída do lavador/separador mecânico, no despolpador e no desmucilador. Processaram-se aproximadamente 11.000 litros de frutos por dia, para um volume médio de 3,0 litros de água para cada litro de fruto, com recirculação de água, e de 1,8 litro de água para cada litro de fruto sem recirculação. Em virtude da constituição química dos frutos, durante as operações de lavagem, despolpa e desmucilagem, houve aumento da carga orgânica e componente sólido da água residuária. Altas concentrações de nitrogênio e potássio indicaram a possibilidade de seu aproveitamento na fertiirrigação.

Palavras-chave


Água residuária, café, DQO e DBO

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.13083/reveng.v18i2.214

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Licença Creative Commons

Revista Engenharia na Agricultura / Engineering in Agriculture | Viçosa, MG, ISSN 2175-6813