ÍNDICE DE QUALIDADE DA ÁGUA EM TRECHOS DO RIO TURVO SUJO, VIÇOSA – MG

  • Daniele Gonçalves Nunes
  • Demetrius David da Silva
  • Antonio Teixeira de Matos
Palavras-chave: IQA, qualidade da água, Rio Turvo Sujo

Resumo

Neste trabalho, objetivou-se caracterizar, da nascente à foz, a qualidade das águas do Rio Turvo Sujo em seis trechos. O trabalho foi desenvolvido em quatro campanhas ao longo dos períodos seco e chuvoso, durante os meses de agosto e novembro de 2006 e fevereiro e junho de 2007. Nas campanhas referentes ao período seco, realizadas nos meses de agosto de 2006 e junho de 2007, obtiveram-se, para cada trecho, os Índices de Qualidade da Água (IQA) que variaram de muito ruim a médio em agosto de 2006, sendo o trecho de pior qualidade, o trecho II (a montante do encontro com o córrego do Grama), e de ruim a médio, em junho de 2007. Para as campanhas referentes ao período chuvoso, realizadas nos meses de novembro de 2006 e fevereiro de 2007, os IQA obtidos variaram de muito ruim a excelente em fevereiro de 2007, e médio para todos os trechos em novembro de 2006. As variáveis que mais interferiram negativamente no IQA foram coliformes termotolerantes (CF), demanda bioquímica de oxigênio (DBO), turbidez e oxigênio dissolvido (OD), caracterizando o lançamento de efluentes de alta carga orgânica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-10-28
Como Citar
Nunes, D. G., Silva, D. D. da, & Matos, A. T. de. (2011). ÍNDICE DE QUALIDADE DA ÁGUA EM TRECHOS DO RIO TURVO SUJO, VIÇOSA – MG. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 19(5), 459-468. https://doi.org/10.13083/reveng.v19i5.334
Seção
Recursos Hídricos e Ambientais

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >>