ANALYSIS OF THE USE OF CONSTRUCTION WASTE AS SOIL ACIDITY CORRECTIVE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.13083/reveng.v29i1.8852

Palavras-chave:

construction waste, pollution of the soil

Resumo

The construction and demolition waste (CDW) can be used as soil acidity corrective, which allow its final destination as an input of agricultural and environmental interest, beyond pollution control. This alternative of final destination makes possible the reduction on the amount of solid waste disposed in landfills, which will reduce the environmental impact and increase the useful life of the landfills. Therefore, the objective of this study was to evaluate the use of the construction waste to correct the pH of an acidic soil, typical of the southeastern region of Brazil. The CDWs used were collected in static buckets positioned next to building sites in Belo Horizonte, MG; sifted at less than 0.297 mm diameter and incorporated into an oxisol (red yellow latosol) collected on an exposed slope at Federal University of Minas Gerais (UFMG). Then, an incubation curve (after 21 days of incorporation of the waste to the soil) was performed varying the dose of the construction waste to the soil, aiming to obtain a pH x dose curve. Using logarithmic regression, the equation pH = 0.5454 ln(Dose) + 6.9646 was defined as ideal to describe this relationship. Thus, for the agricultural use it will be necessary a dose of 1,71 t ha-1, while, for pollution control, it will be necessary a dose of 46,28 t ha-1.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vítor Moreira Dutra, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Graduado em Engenharia Civil e atualmente realizando Especialização em Engenharia Sanitária e Ambiental na PUC Minas. Já colaborei com o Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental (DESA) da UFMG em estágios e realizando pesquisas. Atualmente trabalhando no mercado privado na área de resíduos sólidos urbanos.

Antonio Teixeira de Matos, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Possui graduação em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1982), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Viçosa (1986) e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas, pela Universidade Federal de Viçosa (1994). Professor na Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Engenharia Agrícola, de 1996 até 2015. Atualmente, é Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais, no Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental. Tem experiência e atua na área de Engenharia Sanitária-Ambiental, com ênfase em qualidade do ar, das águas superficiais e subterrâneas e do solo, principalmente nos seguintes temas: manejo, tratamento, aproveitamento agrícola e disposição final de águas residuárias e resíduos sólidos no solo, controle da poluição, fertirrigação com águas residuárias, sistemas alagados construídos (wetlands) e autodepuração de cursos d'água. Foi coordenador do Laboratório de Solo e Resíduos Sólidos do Departamento de Engenharia Agrícola/UFV, de 2000 a 2015, sendo, atualmente, coordenador do Programa de Pós-graduação em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, desde maio de 2018. Recebeu o prêmio de Mérito em Pesquisa Peter Henry Rolfs, pela UFV, em 2012. Pesquisador-Bolsista do CNPq desde 2001.

Downloads

Publicado

2020-12-11

Como Citar

Dutra, V. M., & Matos, A. T. de. (2020). ANALYSIS OF THE USE OF CONSTRUCTION WASTE AS SOIL ACIDITY CORRECTIVE. REVISTA ENGENHARIA NA AGRICULTURA - REVENG, 28, 446-450. https://doi.org/10.13083/reveng.v29i1.8852

Edição

Seção

Recursos Hídricos e Ambientais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>