Síntese, caracterização e avaliação do poder antimicrobiano do nanocompósito Ag/TiO2

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18540/jcecvl6iss5pp0682-0687

Palavras-chave:

Nanocomposito, Síntese de nanomateriais, Nanomaterial antimicrobiano, Ag/TiO2

Resumo

Nas últimas décadas houve um aumento no interesse em estudos no campo da nanotecnologia, e isso se deve às diversas vantagens e aplicações que os nanomateriais apresentam. Juntamente com o avanço nas pesquisas envolvendo a nanotecnologia, está a preocupação com o controle de bactérias, fungos e vírus danosos à saúde humana. Um exemplo bastante claro e atual é a Pandemia (COVID-19) que o mundo está vivenciando, a qual ressalta a importância do controle de microorganismos existentes na atmosfera, água e solos. Dentre os inúmeros materiais que apresentam capacidade antimicrobiana, estão a prata e o dióxido de titânio. Nesse contexto, este trabalho teve como proposta sintetizar e caracterizar nanocompósitos de Ag/TiO2 por técnicas físico-químicas e avaliá-los em relação ao poder antimicrobiano frente aos microrganismos E.coli. S. aureus e C.albicans. Formaram-se nanopartículas de prata dispersas sobre uma matriz de dióxido de titânio, os quais apresentaram poder antimicrobiano entre 62 e 71% demonstrando ser um material com um grande potencial para ser utilizado em produtos purificadores de água e/ou ar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-12

Como Citar

SOUSA, M. E. B. de .; REMIRO, P. de F. R. .; BERNARDO, A.; AGUIAR, M. L. Síntese, caracterização e avaliação do poder antimicrobiano do nanocompósito Ag/TiO2. The Journal of Engineering and Exact Sciences, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 0682-0687, 2020. DOI: 10.18540/jcecvl6iss5pp0682-0687. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/jcec/article/view/11609. Acesso em: 26 jan. 2021.

Edição

Seção

General Articles