Cálculo de mapas de curvas residuais usando um o método simples de diferenças finitas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18540/jcecvl6iss5pp0770-0776

Palavras-chave:

Termodinâmica, Equilíbrio de fases, Mapas de curvas residuais, Diferenças Finitas

Resumo

A metodologia mais comum de obter os mapas de curvas residuais é através de um sistema de equações diferenciais, comumente resolvido em duas etapas, a saber, um equilíbrio líquido-vapor e um sistema de equações diferenciais. O objetivo deste trabalho é apresentar uma nova metodologia de elaboração dos mapas de curvas residuais. Nesta metodologia o bolha T é considerado uma equação diferencial e juntamente coma equação de Rayleigh, que é um sistema de equações diferenciais que determina a composição residual de uma mistura líquida a ser destilada, são resolvidas através do Método das Diferenças Finitas. Para este intuito a nova metodologia será aplicada aos sistemas ternários éter etílico/metanol/1-butanol e  etanoll/2-metil 2-propanol/metilciclohexano. O coeficiente de fugacidade da fase de vapor foi calculado pela equação de Virial (truncada no segundo coeficiente), e o coeficiente de atividade da fase líquida, através dos modelos NRTL, UNIQUAC e UNIFAC. Os resultados mostraram o potencial da nova metodologia em comparação às abordagens convencionais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-12

Como Citar

Silva, J. P. da, Vianna Neto, M. R., Almeida, G. M. ., & Oliveira, Éder D. de . (2020). Cálculo de mapas de curvas residuais usando um o método simples de diferenças finitas. The Journal of Engineering and Exact Sciences, 6(5), 0770-0776. https://doi.org/10.18540/jcecvl6iss5pp0770-0776

Edição

Seção

General Articles

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)