Representações sociais das gestoras e profissionais da educação infantil da rede municipal de Recife-PE sobre a qualidade da educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31423/oikos.v31i2.9447

Resumo

As instituições de Educação Infantil de caráter governamental se constituem valores de uso, de consumo coletivo,indispensáveis ao desenvolvimento integral da criança, ao incremento econômico e social e à reprodução da força de trabalho. Contudo, os estudos evidenciam um paradoxo entre o avanço na legislação que garante a qualidade na Educação Infantil como direito de todos e a efetivação desse direito. Constata-se sua precarização, principalmente pelo baixo padrão de qualidade dos serviços prestados por estas instituições. Para enfrentar essa problemática, o governo federal, provedor de políticas educacionais, publicou os documentos “Parâmetros Nacionais de Qualidade para a Educação Infantil (2006) ” e os Indicadores da Qualidade na Educação Infantil (2009) ”que tratam da avaliação e do monitoramento para melhoria real da qualidade da educação infantil. Diante do exposto, este estudo tem como objetivo analisar se esses documentos têm se constituído instrumentos efetivos para a adoção das medidas que visem à melhoria da qualidade da Educação Infantil no âmbito das   instituições de Educação Infantil da rede municipal de Recife-PE. A partir das análises das representações sociais dos/as gestores/as e dos/as profissionais que atuam na rede de Educação Infantil, evidenciou-se entraves que vão além do não cumprimento da implementação do que propõem esses documentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-08-22

Como Citar

Lima, W. M. de, Saraiva, J. M., & Alves, D. S. de A. (2020). Representações sociais das gestoras e profissionais da educação infantil da rede municipal de Recife-PE sobre a qualidade da educação. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 31(2), 383 - 405. https://doi.org/10.31423/oikos.v31i2.9447