Low environmental impact construction: fragilities and potentialities of hyperadobe as a solution for the Brazilian housing deficit

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18540/revesvl4iss1pp14001-14015

Palavras-chave:

Construção de baixo impacto ambiental, Déficit habitacional, Hiperadobe, Habitação de interesse social

Resumo

Há cinco anos o Brasil enfrentava um déficit habitacional na ordem de 6 milhões de domicílios, concomitantemente aos contraditórios mais de 7 milhões de imóveis desocupados. Tanto o Governo quanto o setor da construção civil mostram-se incapazes de solucionar a questão, que compõem um quadro ainda mais grave quando somada aos problemas ambientais. O hiperadobe é um sistema de construção com terra ensacada que apresenta diversas vantagens para construções de interesse social, de modo que este trabalho se debruça sobre suas potencialidades e problemas de utilização no cenário nacional, com o objetivo de mostra-lo como um possível vetor de enfrentamento da questão. Mediante revisão bibliográfica, conclui-se que a tecnologia estudada apresenta características que a tornam particularmente vantajosas no enfrentamento do déficit, como o baixo custo, a velocidade de execução, a simplicidade da capacitação de mão-de-obra e a alta performance ambiental em conforto térmico e acústico. Assim, defende-se que seria de grande valia a introdução do hiperadobe nas políticas públicas de enfrentamento do déficit habitacional, trabalhando, para tal, nas dificuldades que esse sistema construtivo enfrenta na atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-02

Como Citar

MOTA ALVES, R. do C.; ARAÚJO RANIERI, M. G. .; CAPELLATO, P. .; ORNAGHI SANT’ANNA, D. . Low environmental impact construction: fragilities and potentialities of hyperadobe as a solution for the Brazilian housing deficit. REVES - Revista Relações Sociais, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 14001-14015, 2021. DOI: 10.18540/revesvl4iss1pp14001-14015. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/reves/article/view/11181. Acesso em: 22 jan. 2021.

Edição

Seção

General Papers/Artigos