Reaproveitamento energético do lodo de estação de tratamento de esgoto – uma revisão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18540/jcecvl6iss5pp0740-0747

Palavras-chave:

Lodo de ETE Incineração de lodo Pirólise de lodo

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar a capacidade do reaproveitamento energético do lodo de uma estação de tratamento de esgoto (ETE) urbana, a fim de determinar a viabilidade técnica e econômica deste destino final do lodo, em comparação com a disposição final em aterro sanitário. A análise bibliográfica efetuada mostra que do ponto de vista energético, o lodo proveniente de uma ETE, digerido anaeróbio, possui elevada carga orgânica e elevado poder calorífico em relação a outras biomassas combustíveis. Sendo assim, seu reaproveitamento pode ser vantajoso econômica e ambientalmente. A disposição de lodo em aterros, apesar da simplicidade, apresenta problemas ambientais, como a possibilidade de contaminação do lençol freático, do solo e emissão de poluentes. A investigação mostra que no reaproveitamento energético, os processos de conversão do lodo em energia como pirólise e incineração, apresentaram resultados satisfatórios, porém são processos de elevados custos de operação e manutenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-12

Como Citar

MOURA, A. F. F.; SIQUEIRA, A. M. de O. .; LEITE , I. C. .; MARTINS , M. C. .; CASTRO, F. D.; SILVA, J. L. da. Reaproveitamento energético do lodo de estação de tratamento de esgoto – uma revisão. The Journal of Engineering and Exact Sciences, [S. l.], v. 6, n. 5, p. 0740-0747, 2020. DOI: 10.18540/jcecvl6iss5pp0740-0747. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/jcec/article/view/11734. Acesso em: 22 jan. 2021.

Edição

Seção

General Articles

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>