Representações e significados do consumo de internet para famílias de classes populares em Recife

  • Sara Azevedo Cardoso Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Raquel de Aragão Uchoa Fernandes Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Marcelo Machado Martins Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Práticas de consumo, Internet, Família

Resumo

As famílias brasileiras de baixa renda passaram por mudanças em seus perfis econômico e social desde a primeira década dos anos 2000. Esse fenômeno apresentou repercussão no campo do consumo, sobretudo por meio do aumento da aquisição de produtos e serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O objetivo deste artigo é apresentar as representações e os significados associados ao consumo de TIC, mais especificamente de Internet, no cotidiano de famílias de classes populares residentes na Comunidade do Bode, em Recife. O trabalho é o resultado de uma pesquisa de Mestrado, de formato qualitativo, não probabilístico, realizado por meio de entrevistas em profundidade, conversas informais com moradores e observação do espaço. Os principais resultados revelaram que o acesso das famílias às TICs remete à percepção de seu pertencimento à contemporaneidade; ao acesso a possibilidades de contatos para pequenos comércios através das redes sociais e à perspectiva de lazer em casa para os filhos, de modo os pais prevenirem possíveis riscos encontrados na própria comunidade, principalmente o contato com o tráfico de drogas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Azevedo Cardoso, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Mestranda em Consumo Cotidiano e Desenvolvimento Social pela URPE
Raquel de Aragão Uchoa Fernandes, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Doutora em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Mestra em Extensão Rural pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Bacharela em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Professora do Departamento de Ciências Domésticas da Universidade Federal Rural de Pernambuco, (UFPE).
Marcelo Machado Martins, Universidade Federal de Pernambuco
Doutor e Mestre em Semiótica e Linguística Geral pela Universidade de São Paulo (USP). Especialista em Língua Portuguesa pela Universidade São Judas Tadeu (USJT) Bacharel em Letras pela Universidade Paulista (UNIP). Professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE),  Campus Caruaru.
Publicado
2018-05-11
Como Citar
Cardoso, S. A., Fernandes, R. de A. U., & Martins, M. M. (2018). Representações e significados do consumo de internet para famílias de classes populares em Recife. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 28(2), 368-385. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3752