Condições de vida dos idosos no Brasil: uma análise a partir da renda e nível de escolaridade

Natália Calais Vaz de Melo, Marco Aurelio Marques Ferreira, Karla Maria Damiano Teixeira

Resumo


No Brasil, o ritmo de crescimento da população idosa tem sido sistemático e consistente, razão por que o estudo do reconhecimento das condições de vida do idoso passou a ser questão importante. Nessa perspectiva, objetivou-se, neste artigo, comparar as condições de vida de idosos residentes nas diferentes regiões do Brasil com relação ao acesso a serviços básicos. Os dados, quantitativos, foram obtidos a partir da POF (2008-2009) e analisados através do SPSS, por meio de análises exploratória de dados, de variância e de Clusters e de cálculo do Alpha de Cronbach. Os resultados indicaram que, dos 19.882 idosos pesquisados, as mulheres foram a maioria e a escolaridade de ambos os sexos ainda é baixa. Conclui-se que não há igualdade na distribuição de renda entre os idosos, ficando evidente que aumento na renda e no nível de escolaridade significa maior acesso aos serviços básicos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais