Ser pai na adolescência: algumas constatações

  • Maria das Dôres Saraiva de Loreto Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG
  • Caroline Silva Almeida Benini FUNARBE, Viçosa, MG
  • Karla Maria Damiano Teixeira Universidade Federal de Viçosa/MG
  • Adriele Schmidt Universidade Federal de Viçosa/MG.

Resumo

O presente estudo objetivou lançar um olhar analítico sobre jovens adolescentes, em um momento importante de suas vidas: a vivência da paternidade. A pesquisa de natureza qualitativa fez uso de entrevista semiestruturada junto a 15 jovens, residentes em Rosário da Limeira/MG, que haviam sido pais no período de 2007 a 2010. Os resultados mostraram uma sobreposição de sentimentos com a gravidez, com predomínio da felicidade. Apesar da maioria se sentir feliz com a gravidez, os adolescentes enfrentaram uma série de dificuldades, ao se tornarem pais, com novas funções, responsabilidades e sociabilidades, envolvendo mudanças nos projetos pessoais, em busca de melhoria da renda para o sustento familiar. Conclui-se que, em função do contexto e interações, o jovem pai transita preferencialmente no espaço público, configurado na pessoa do “pai provedor”, com menor participação no cotidiano familiar e cuidado dos filhos, reforçando os papéis estereotipados de gênero, veiculados através da cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria das Dôres Saraiva de Loreto, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG

Profª Associada do Departamento de Economia Doméstica- Universidade Federal de Viçosa/MG, Doutorado em Economia Aplicada e Pós-Doctor em Família e Meio Ambiente

Área de Economia Familiar

Caroline Silva Almeida Benini, FUNARBE, Viçosa, MG

Técnica do Sistema Financiar da FUNARBE

Viçosa - Minas Gerais

Karla Maria Damiano Teixeira, Universidade Federal de Viçosa/MG

Professora Associada do Departamento de Economia Doméstica da Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil. Ph. D. Ecologia Familiar.

Área: Economia Familiar

Adriele Schmidt, Universidade Federal de Viçosa/MG.
Graduanda em Economia Doméstica, Universidade Federal de Viçosa/MG.

Referências

ADAMO, A.F. Juventude: Trabalho, Saúde e Educação Rio de Janeiro: Forense- Universitária, 1987. 175p.

BENUTE, G. G.; GALLETA, M. A. Gravidez na adolescência: prevalência, ansiedade e ideação suicida. Revista Assoc. Méd. Bras. V. 48,n.3, 2002.p.198-199.

BITTELBRUNN, E.; CASTRO, M. G. Sou pãe! Reflexos sobre pais que educam/criam sozinhos seus filhos. In: MOREIRA, L. V. C.; PETRINI, G.; BARBOSA, F. B. (Orgs). O pai na sociedade contemporânea. Bauru, SP: EDUSC, 2010, p. 225-238.

BOURDIEU, P. A dominação masculina. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

BOURDIEU, Pierre. O Poder Simbólico. Trad Fernando Tomaz, 12. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.

BRASILEIRO, P. G. L.; PONTES, V. V.; BICHARA, I. D.; BASTOS, A. C. S. A transição para a paternidade e a paternidade em transição. In: MOREIRA, L. V. C.; PETRINI, G.; BARBOSA, F. B. (Orgs). O pai na sociedade contemporânea. Bauru, SP: EDUSC, 2010, p. 145-165

CAMPOS, M.M.; MORAES, M. L. Q. Introdução. In: BARROSO, C., CAMPOS, M. M., MORAES M. L. Q. de, COSTA, A. de O., BRUSCHINI, C., PINTO. R. P., AZEVEDO, C. M. de, FERREIRA, N. P., MARQUES, A. C. Gravidez na adolescência. Brasília: IPEA, 1986. p.12-15.

CARIDADE, A. O Adolescente e a Sexualidade. In: Caderno Juventude, Saúde e Desenvolvimento. Brasília: Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, 1999, p.206-211.

CAVASIN, S.; ARRUDA, S. Gravidez na adolescência: desejo ou subversão? Disponível em: . Acesso em: 17/08//2012

CASTRO, M. G.; MIRANDA, M. B. S.; ALMEIDA, N. O. G. L. Juventude, Gênero, Família e Sexualidade. Combinando tradição e modernidade. In: BORGES, A.; CASTRO, M. G. (Orgs). Família, Gênero e Gerações: Desafios para Políticas Sociais. São Paulo: Paulinas. 2007, p. 45-110.
CERVENY, C. M. O.; CHAVES, U. H.Pai? Quem é este?: A vivência da paternidade no novo milênio. In: MOREIRA, L. V. C.; PETRINI, G.; BARBOSA, F. B. (Orgs). O pai na sociedade contemporânea. Bauru, SP: EDUSC, 2010, p. 41-51

FONTES, D. G. S. Reflexos da gravidez na adolescência no manejo dos resursos e qualidade de vida familiar- Viçosa-MG. 2002. 78f. Dissertação (Mestrado em Economia Doméstica)- Universidade Federal de Viçosa., Viçosa, MG.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas. 5ª. ed. 2010..

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Perfil das Mães. 2005. Disponível em: . Acesso em: 01 mar. 2012.

LEVANDOWSKI, D. C. Paternidade na adolescência: uma breve revisão da literatura internacional. Estudos de Psicologia. V.2n.6,p.195-209,2001

LIMA, C. T. B. L.; FELICIANO, K. V. de O.; CARVALHO, M. F. S.; SOUZA, A. P. P. de; MENABÓ, J. de B. C.; RAMOS, L. S.; CASSUNDÉ, L. F.; KOVACS, M. H. Percepções e práticas de adolescentes grávidas e de familiares em relação à gestação. Revista Brasileira de Saúde Materna e Infantil, v.4, n.1, 2004.

MALDONADO, M. T. DICKSTEIN, J.; NAHOUN, J. C. Nós estamos grávidos. 8ª ed. São Paulo: Saraiva, 1996. p. 199-207.

MALDONADO, M. T. P. Psicologia da Gravidez, Parto e Puerpério. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 1997.

MINAS GERAIS. Perfil dos Municípios de Minas Gerais. Disponível em: . Acesso em: 05 fev. 2012.

MONTENEGRO, M. M. D. Condutas sexuais e atitudes que constituem fatores de risco para gravidez não desejada e AIDS em estudantes universitários: um desafio para a educação sexual. 67 f. Campinas, 1994. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Educação, Universidade de Campinas, Campinas, 1994.

MOREIRA, T. M. M.; VIANA, D. S. V.; QUEIROZ, M. V. O.; BESSA JORGE, M. S. Conflitos vivenciados pelas adolescentes com a descoberta da gravidez. Revista da escola de Enfermagem da USP, v.42, n.2, p.312-320, 2008.

Organização Mundial da Saúde (OMS). Child and adolescent health and development. Disponível em: . Acesso em: 13 fev. 2012.

Organización Panamericana de La Salud (OPAS). La salud del adolescente y del joven. Washington, D. C. OPS/OMS. 1995. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2012.

PIZA, D. Fomos todos adolescentes. Disponível em:
ROSADO, E. F. P. de L. Estado Nutricional de Gestantes Adolescentes e sua Relação com o Peso do Recém- Nascido em Viçosa- MG. 1998.158 f. Dissertação (Doutorado em Nutrição) - Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, SP

SCABINI, E.; RANIERI, S. Família com filhos adolescentes: A perspectiva relacional. In: MOREIRA, L. V. de C.; RABINOVICH, E. P. (Orgs). Família e Parentalidade – Olhares da Psicologia e da História. Curitiba: Juruá, 2011, p.169-186

SETTON, M. da G. J. A teoria do habitus em Pierre Bourdieu. Revista Brasileira de Educação, maio/jun./jul./ago, n.20, p.61-70, 2002.

SILVA, D. V. da; SALOMÃO, N. M. R. A maternidade na perspectiva de mães adolescentes e avós maternas dos bebês. Estudos de Psicologia, v.8, p.135-145, 2003.

SUS – Sistema Único de Saúde. DATASUS: Departamento de Informática do SUS. Disponível em: . Acesso em: 01 mar. 2012.

VILLELA, W. V.; DORETO, D. T. Sobre a experiência sexual dos jovens. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.22, n.11, nov. 2006.
Publicado
2013-06-12
Como Citar
Loreto, M. das D. S. de, Benini, C. S. A., Teixeira, K. M. D., & Schmidt, A. (2013). Ser pai na adolescência: algumas constatações. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 24(1), 265-284. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3659
Seção
Artigos